17 orientações para estimular a linguagem em crianças

07 Julho, 2020
Essas orientações para estimular a linguagem em crianças podem ser muito úteis se o seu filho tiver dificuldade para pronunciar palavras ou falar. No entanto, se ele não melhorar, será necessário levá-lo a um fonoaudiólogo.

As crianças adquirem a linguagem desde pequenas, de forma natural, graças às trocas sociais com o ambiente. No entanto, às vezes é necessário estimular a linguagem em crianças por causa de dificuldades que surgem, tais como pronúncia, falta de vocabulário ou produção da linguagem.

O processo evolutivo para a aquisição da linguagem segue um ritmo diferente em cada criança, pois nem todas são iguais e também não a adquirem na mesma idade. Devemos deixar claro que cada criança tem características e tempos de desenvolvimento diferentes.

Depende dos pais, em grande parte, as crianças conseguirem pronunciar e articular bem os sons, a menos que exista um problema físico que a impeça de fazer isso. Como? Oferecendo modelos de pronúncia correta. Então, como especificamente os pais podem estimular a linguagem nas crianças? Continue lendo.

Dicas para estimular a linguagem em crianças

Conversar muito com elas

Podemos perguntar sobre o que elas gostam, sobre os amigos, as atividades favoritas, como estão vestidas… Existem inúmeros temas de conversa para experimentar com os nossos filhos!

orientações para estimular a linguagem em crianças

Estimular conversas

Com o suporte visual de livros ou fotos, podemos revisar conceitos básicos com as crianças.

Ampliar o vocabulário para estimular a linguagem

Podemos mostrar objetos e dizer o nome de cada um deles. Assim, vamos poder explicar suas características, formas, cores, etc.

Contar histórias

Essa atividade é muito motivadora para as crianças. Podemos fazer sons, gestos e barulhos enquanto lemos a história. Após a leitura, podemos fazer perguntas fáceis sobre o conteúdo da história.

Aproveitar qualquer ocasião

Qualquer ocasião é boa para promover a comunicação: uma viagem, as tarefas de casa, olhar as roupas do armário, os móveis da sala, as cores dos objetos… E sempre devemos conversar com elas colocando-nos na mesma altura.

Brincadeiras para estimular a linguagem em crianças

Podemos estimular a expressão oral por meio de brincadeiras em casa, tais como O que é o que é ou Caça ao Tesouro, escondendo coisas e, em seguida, dando pistas para que possam ser encontradas. Em resumo, podemos usar qualquer brincadeira na qual seja necessário falar.

Mostrar alegria e entusiasmo

Mesmo que as coisas nem sempre saiam bem, se as crianças se interessarem pela atividade que estão realizando, é importante expressar a nossa alegria e dizer como estamos orgulhosos delas.

Não seja superprotetora

Se formos superprotetoras, não vamos deixar que as crianças desenvolvam sua personalidade por completo. Devemos dar autonomia e deixar que, na medida do possível, sejam elas que desenvolvam suas atividades.

Sempre escutar

É muito importante escutar as crianças com atenção e sempre responder às perguntas. Dessa forma, vamos fazer com que a comunicação seja algo agradável.

Brincar de soprar

As brincadeiras que incluem encher bexigas, beber usando canudos, usar apitos e cornetas ou imitar ruídos ou sons de animais são benéficas para exercitar a mobilidade da boca.

orientações para estimular a linguagem em crianças

Outras orientações para estimular a linguagem em crianças

Imitar para que aprendam a pronunciar

As crianças aprendem muito por imitação. Por esse motivo, quando falar com elas, fale devagar, pronunciando corretamente e sem gritar. Não devemos ignorá-las quando quiserem falar conosco, nem reforçar quando sua expressão for deficiente.

Recompensar as crianças quando elas falarem corretamente

Devemos corrigi-las quando cometerem erros, mas nunca criticar, rir ou ficar bravos com elas. Também não devemos compará-las com outras crianças, irmãos, primos, amigos, etc.

Não interromper as crianças enquanto estiverem falando

Enquanto as crianças estiverem falando, não é interessante dizer a elas para parar e começar de novo.

Não falar com elas usando uma linguagem infantilizada

A criança fala com uma linguagem infantil porque ainda está em um estágio inicial do processo de aquisição da linguagem. Se a imitarmos, vamos atrasar e interromper o processo que leva a uma pronúncia correta.

Não responder no lugar da criança

Quando fizermos uma pergunta para a criança, é importante dar opções para que a resposta não possa ser limita apenas a “sim” ou “não”. Por exemplo, podemos perguntar “Você quer uma laranja ou uma banana?”, em vez de apenas dizer “Você quer uma banana?”.

orientações para estimular a linguagem em crianças

Não imitar a criança

Embora possamos achar engraçado seu jeito de falar, não devemos imitar a pronúncia da criança, pois assim vamos acabar promovendo a pronúncia incorreta.

Não cortar o fim das palavras

Quando estivermos falando com as crianças, é importante não cortar o fim das palavras e, quando elas fizerem isso, devemos corrigi-las, para que tenham um aprendizado e uma aquisição adequados.

Sobre a estimulação da linguagem em crianças

Essas são algumas das orientações para estimular a linguagem em crianças. Se você aplicá-las, o desenvolvimento da linguagem do seu filho certamente vai melhorar, desde que não haja problemas físicos que o impeçam de pronunciar corretamente.

Porém, essas diretrizes não substituem um fonoaudiólogo caso o seu filho precise de um. Tudo depende de cada criança e do problema de linguagem que ela tenha.