Os empurrões do parto: o que são e como fazer?

Os empurrões do parto são o ato natural que a mãe realiza na fase expulsiva. Dependendo se existe ou não intervenção médica, os empurrões podem ser espontâneos ou dirigidos.Existem diferentes fases que fazem parte do processo para que um bebê chegue ao mundo. São conhecidos como empurrões do parto os empurrões que a mãe realiza durante o período de expulsão, os quais são responsáveis por facilitar a saída do bebê através do canal de parto.

“A postura vertical facilita a dilatação e o empurrão espontâneo”

Tipos de empurrões do parto

Existem dois tipos de empurrões do parto. Enquanto os empurrões espontâneos ocorrem de maneira natural e guiados pela mãe, os empurrões dirigidos ocorrem quando a equipe médica atende ao parto. Aqui explicaremos detalhadamente:

Empurrões espontâneos

Os empurrões espontâneos ou fisiológicos ocorrem quando a mãe sente a necessidade de empurrar, seguindo seu instinto natural no processo. Os especialistas concordam que preferem que os empurrões do parto se produzam de maneira natural e sejam guiados pela mãe, assim não se altera o processo e a duração do parto. Além disso, estudos indicam que podem reduzir as possibilidades de partos instrumentais, se beneficia o assoalho pélvico e se minimizam os riscos de traumatismo perineal.

Empurrões dirigidos

Os empurrões dirigidos ocorrem quando a equipe médica conduz o processo de parto. Ou seja, a equipe indica para a mãe quando deve empurrar, se baseando na monitoração das contrações. Geralmente se toma a decisão de realizar empurrões dirigidos quando a mãe não percebe a necessidade natural de empurrar, o que pode ter origem na administração de anestesia epidural.

Las contracciones del parto pueden identificarse fácilmente.

Desvantagens do empurrão dirigido

  • Maior risco de danos na estrutura do assoalho pélvico.
  • Maior estresse e fadiga maternal.
  • Maiores possibilidades de lágrimas perineais ou episiotomia.
  • Padrões cardíacos do feto anormais.
  • Pode gerar incontinência urinaria.
  • Taxas maiores de nascimentos assistidos por fórceps ou ventosas e cesáreas.
  • Limita a mãe a possibilidade de dar a luz de uma maneira natural.

Como se realizam corretamente os empurrões do parto

Apesar de o natural ser a mãe sentir a necessidade de empurrar, é importante fazer coincidir o empurrão com a contração, o que fará com que as duas forças se unam e se consiga que o bebê desça mais rapidamente. Esse empurrões do parto são provocados pela cabeça do bebê que exerce pressão sobre o assoalho pélvico da mãe.

Para realizar o empurrão corretamente, se deve exercer força contraindo a parede do abdômen e empurrando para baixo e, sempre que for possível, acompanhando o processo da contração. A respiração desempenha um papel muito importante, porque a mãe pode ter muito mais força se controlar sua respiração.

Aqui explicamos passo a passo como devem ser realizados:

  1. Deve-se associar o empurrão com a contração e trabalhar ambas as forças ao mesmo tempo.
  2. A mãe deve contrair o abdômen e ao mesmo tempo empurrar para baixo.
  3. A parturiente deve controlar sua respiração, para que assim exerça controle sobre sua força.

“Especialistas recomendam que as grávidas frequentem cursos de preparação para o parto”

Qual é a melhor maneira de empurrar?

Alguns especialistas consideram que se deve repensar a abordagem tradicional dos métodos de empurrar durante o parto. Destacam que o mais aconselhável é que as mães deixem que seus corpos lhes indiquem quando e como empurrar. Comentam que ainda que o empurrão dirigido possa ser de muita ajuda, não se deveria recorrer a ele de modo rotineiro.

Las contracciones falsas con arrítmicas y molestas.

Por outro lado, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o melhor é permitir que as mães empurrem de maneira espontânea e adverte que não se deve deixar que elas segurem a respiração e empurrem durante um período de tempo prolongado. Esse processo também depende da mãe quando percebe corretamente os sinais do parto.

Com isso se conclui-se que o mais recomendável durante o parto é que o processo se desenvolva de maneira espontânea e não seja forçado, esperando as contrações para que a mãe possa ter mais forças. Da mesma forma, durante as visitas pré-natais você pode consultar seu médico caso tenha qualquer dúvida.

Recomendados para você