Os erros que os pais cometem quando a criança pronuncia errado

22 de março de 2018
Descubra o que você deve ou não deve fazer quando uma criança pronuncia errado e como ajudar de forma adequada.

Sempre que uma criança pronuncia errado uma palavra, seja por causa de alguma dificuldade física ou por qualquer outro motivo, é preciso corrigir. Dessa forma a criança vai poder desenvolver a linguagem de maneira correta.

E por quê? Corrigir os erros é necessário para ela tenha uma expressão oral clara, correta e fácil de entender. Isso é muito importante para a criança não apenas em curto prazo, mas também para o resto da vida. Se a pronúncia não for corrigida a tempo, pode afetar até mesmo a personalidade dos pequenos.

A importância do ensinamento dos pais

A aprendizagem da linguagem – e de todas as suas nuances – não é dever apenas da escola. Os pais devem ser responsáveis por colaborar ativamente no aprendizado dos filhos em todas as áreas. Isso inclui o ensino da linguagem.

Outra coisa importante a ter em mente é que o fato de a criança pronunciar errado não significa que ela vai mal na escola ou que ela tem alguma deficiência mental. Muitas vezes, os pais tendem a aumentar a situação.

Participar ativamente no processo de aprendizagem do filho é mais simples do que parece. Na verdade, você pode começar encorajando o amor pela leitura, cantando músicas ou contando histórias em voz alta.

Embora possa parecer muito simples, essas sugestões são realmente muito eficazes ao acompanhar os filhos e estimular o desenvolvimento da linguagem.

A leitura pode ajudar a criança pronuncia errado

O que você NÃO deve fazer quando uma criança pronuncia errado

O fato de não saber como agir quando uma criança pronuncia errado, vai colocar um obstáculo no desenvolvimento do comportamento dela. Estes são os erros mais comuns que você deve evitar:

  1. Incorporar a pronúncia errada na linguagem do cotidiano. É verdade que, quando as crianças estão aprendendo a falar, não vão conseguir pronunciar certas palavras por falta de coordenação motora. Por mais bonitinho que seja, é preciso corrigir para que não haja problemas na expressão oral.
  2. Utilizar diminutivos. Apesar das boas intenções, pronunciar as palavras de “uma forma mais fácil” para que a criança entenda vai atrasar aprendizado e o desenvolvimento da expressividade normal.
  3. Excluir artigos em expressões e não usar preposições. Com isso a criança ficará confusa na hora de aprender e sua noção de gramática também pode ser afetada. Lembre-se de que o aprendizado da linguagem está diretamente relacionado ao que ela escuta e interpreta.
  4. Não manter contato visual durante as conversas. A linguagem oral também é composta por expressões faciais que denotam sentimentos e emoções. A criança aprende pelo modelo como exemplo. Então, o fato de você se colocar na mesma altura e olhar para ela na hora de falar, permitirá que ela se espelhe em você. Assim pode aprender naturalmente a falar e pronunciar.
  5. Não substitua as palavras corretas por outras inventadas. A linguagem deve ser compreensível e a criança deve aprender a chamar cada objeto, animal pelo seu nome correto.

O que fazer para ajudar as crianças a pronunciar corretamente

O exemplo é muito importante. Portanto, lembre-se do que fazer para ajudar a criança a aprender a se expressar adequadamente. Anote os seguintes passos para ajudar o seu filho:

1. Conversa diária

Tente conversar diariamente com a criança, mesmo que não seja por muito tempo. Crie um ambiente saudável para que a criança se sinta confortável o suficiente para se expressar.

Este ambiente vai ajudar a corrigir a criança de forma clara e construtiva.

Como ajudar quando a criança pronuncia errado

2. Tenha paciência

Se a criança tiver problemas para pronunciar alguma palavra, coloque-se na frente dela calmamente e pronuncie devagar e de forma clara para que ela copie não somente os sons, mas também o movimento da boca e da língua.

Além de seus gestos, peça para repetir umas duas ou três vezes. Será mais do que suficiente. Se precisar tente mais vezes outros dias.

3. Peça ajuda a um profissional

Se você achar que o problema da pronúncia errada é devido a um impedimento físico, será preciso procurar um profissional. Ele vai dar conselhos sobre o que fazer e mostrar quais são as soluções disponíveis.

A pronúncia errada pode ocorrer devido ao freio lingual, por exemplo. Pode ser que a criança precise fazer exercícios de articulação ou usar aparelho por um tempo.

4. Dedique tempo

Quando uma criança pronuncia errado, não ignore. Corrija a palavra com uma pronúncia clara, olhando-a nos olhos. Lembre-se de que você está ali para ajudar e não para punir.

Pode acontecer de você esquecer e não responder os erros do seu filho da melhor maneira, por exemplo, rir ao achar algumas palavras engraçadas. Isso é normal, mas tente evitar.

O esforço diário e a confiança vão ajudar a alcançar o objetivo! Coragem!