Os percentis do bebê de acordo com a idade

· 9 de março de 2018
O que entendemos pelos percentis em um bebê? São tabelas de medida que indicam o peso e a estatura que um feto ou bebê deve ter, em média, de acordo com a sua idade.

Desde o momento em que uma mulher fica grávida até o desenvolvimento da criança, os percentis são essenciais para determinar o peso e a estatura ideais. Por isso a necessidade de um acompanhamento exaustivo dos percentis do bebê de acordo com a idade.

A importância dos percentis do bebê

Os percentis são as tabelas de medida que indicam o peso e a estatura que um feto ou bebê deve ter, em média, de acordo com a sua idade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu estes percentis para detalhar o crescimento ideal.

Claro, este crescimento médio é possível se o bebê crescer em um ambiente saudável e consumindo uma dieta balanceada, de acordo com a idade e as necessidades.

Porque a tabela de percentis é tão importante? Os percentis do bebê são importantes inclusive enquanto ele ainda está dentro da barriga da mãe.

A razão? Graças a esta tabela é possível determinar se o crescimento e desenvolvimento do bebê está dentro dos padrões normais. Este tipo de parâmetro serve para determinar a idade gestacional e o desenvolvimento do feto.

Através dos percentis do bebê, pode-se determinar se há algum tipo de problema. Ou seja, se acontecem mudanças abruptas de ganho ou perda de peso ou se a criança para de crescer.

É realmente fundamental que os pais saibam que pequenas variações dentro da tabela não têm muita importância. Porém, se acontecerem mudanças drásticas fora do percentil, é importante estudá-las. 

De acordo com a idade, quais são os percentis do bebê?

Idade gestacional

Durante a gestação, um dos dados mais relevantes e de cuidado é o percentil de estatura e peso. Claro, nestes casos não é possível pesar o bebê. Porém, através de uma série de medidas tais como o diâmetro biparietal e a circunferência abdominal, é possível determinar estes dados.

Em linhas gerais, um bebê que chega a termo, ou seja, que chega sem nenhum inconveniente pelo menos na trigésima oitava semana de gestação, deve medir entre 45,5 e 53,5 centímetros. Em relação ao peso, a faixa ideal se encontra entre 2,5 e 4,0 kg de peso como máximo.

Aspectos como a duração da gestação, a saúde e a alimentação da mãe são essenciais para o bom desenvolvimento do bebê.

Neste sentido, sabe-se que as mães fumantes, que consomem substâncias tóxicas ou inclusive que tenham uma dieta hipocalórica têm riscos adicionais que podem afetar o crescimento do feto.

Através dos percentis do bebê, pode-se determinar se há algum tipo de problema em seu crescimento.

Os percentis ao longo da vida

O médico especialista será responsável por indicar aos pais se a criança se encontra dentro dos percentis de crescimento normais. Porém, em geral é importante saber que estes valores costumam se encontrar entre 3 e 97.

Segundo estes parâmetros, uma criança que tenha muito sobrepeso ou que seja muito alta para a sua idade se encontrará localizada acima do percentil 97.

Por outro lado, uma criança excessivamente magra se localizaria abaixo do percentil 3. O ideal é que o crescimento da criança, além de se encontrar dentro dos limites estabelecidos, seja contínuo e estável.

Uma criança que está no percentil 50, está na média. Mas, como entender mais facilmente o tema dos percentis?

Se o bebê apresenta um percentil 80 de medida, isso significa que, comparado com outros 100 bebês, ele será mais alto do que outros 79 e menor do que os 20 que se encontram acima da sua faixa.

Quando se preocupar com os percentis do bebê?

É importante que os pais saibam que algumas variações mínimas, sejam acima ou abaixo dos percentis limites, não têm muita importância.

Neste sentido, é bom lembrar que, apesar de existirem certas medidas estabelecidas, cada criança é diferente e aspectos como a altura dos pais, o ambiente e a alimentação, influenciam neste sentido.

O sinal de alerta ocorre quando acontecem alterações bruscas de peso e tamanho de uma medição para a outra. Se estas mudanças forem constantes, provavelmente o especialista vai indicar uma série de exames para descobrir o que está condicionando o desenvolvimento da criança.

Outro aspecto que também é importante é observar se acontece um estancamento do crescimento. Neste caso, também será preciso descobrir o que está freando tal desenvolvimento.

É importante que os pais se familiarizem com o tema dos percentis do bebê. Desta forma poderão estar mais envolvidos e atentos a possíveis mudanças que refletem algum problema no crescimento e desenvolvimento de seu filho.