Os principais sintomas de gravidez

22 de junho de 2018
A gravidez na mulher se produz em um momento que quase ninguém pode determinar com precisão. Mas quando o dia chega, o corpo da mulher começa a mudar imediatamente.

Quando a concepção ocorre, tem início um preciso método de alerta que se revela por meio dos diferentes sintomas de gravidez. Neste artigo, vamos ver quais são os principais.

Muitos são os casais que tentam conceber sem colher os frutos tão rapidamente quanto desejam. Em algumas situações pode acontecer de demorar muito mais do que o previsto.

Contudo, exatamente no momento em que, por fim, a semente começa a germinar e se prepara tão magicamente para florescer dentro de nove meses na forma de um broto, a mulher começa a experimentar algumas mudanças internas e externas que servem de indicativo de uma possível gravidez.

Principais sintomas da gravidez

Os atrasos no ciclo menstrual

Talvez esse seja o principal indicativo que a maioria das mulheres costumam prestar atenção. Portanto, geralmente esse é o primeiro sinal de alerta de gravidez. Em outras palavras, se a mulher tem um ciclo menstrual constante e logo nota percebe que tal processo não inicia no momento certo, é muito provável que tenha engravidado.

As náuseas

Esse sintoma não é uma constante em todas as gestações, nem tem uma data fixa de início. Inclusive, a mulher pode sentir náuseas ou não.

Além disso, é um sintoma pode começar a aparecer em qualquer momento do processo. Contudo, geralmente, sua data limite é até o início dos seis meses.

Urinar com frequência

Esse sintoma aparece porque durante a gravidez a produção de sangue e dos demais fluidos aumenta, fazendo com que os rins trabalhem em excesso. Nesse sentido, esse líquido que sobra, é eliminado por meio da urina.

A complicação vem do fato que à medida que o bebê vai aumentando de tamanho, passa a exercer maior pressão sobre a bexiga. Essa dinâmica faz com que a mulher sinta mais vontade de urinar.

sintomas de gravidez

Fadiga

No geral, a mulher experimenta um cansaço extremo ou esgotamento crônico durante a gravidez. Uma das razões para isso é que nesse período a quantidade de um hormônio chamado “progesterona” aumenta. Contudo, também se podem acrescentar as necessidades frequentes de ir ao banheiro, processo que também influencia o descanso noturno.

Seios mais proeminentes e sensíveis

Esse sintoma é basicamente o que a mulher costuma sentir logo quando o ciclo menstrual vai começar. Mas nessa ocasião se produz de uma forma muito mais forte e intensa.

O aumento dos seios e sua sensibilidade ocorrem geralmente devido à secreção dos hormônios necessários nesse processo. Atinge seu auge no final do primeiro trimestre, quando o corpo se acostuma à mudança.

Temperatura elevada ao acordar

Embora muitas pessoas não acreditem nisso, a temperatura basal é um dos principais sintomas da gravidez. Isso significa que se uma mulher apresenta uma temperatura elevada ao acordar por, pelo menos, 18 dias contínuos, é muito provável que um bebê já esteja a caminho.

Rejeição em relação a alguns alimentos

Alguns estudos indicam que isso se deve à secreção do hormônio estrogênio. Por isso, é muito provável que nos primeiros dias da gestação a mulher sinta certa rejeição a alguns alimentos. Inclusive por aqueles que antes eram considerados os favoritos.

Desejos

Ao mesmo tempo em que a mulher grávida pode chegar a sentir rejeição a certos alimentos, também é provável que ela sinta um desejo muito forte de comer outros. Inclusive, pode se tratar de alguns alimentos que ela nunca tenha considerado como opção. Há mulheres que têm desejos bem estranhos, como comidas que não sejam degustadas com frequência ou coisas que nem sequer sejam comestíveis.

sintomas de gravidez

Mudanças psicológicas

Esse sintoma é produto da secreção de diferentes hormônios que o corpo necessita para iniciar o processo de concepção. Assim como cada cabeça é mundo, cada mulher o sente de forma diferente.

As mudanças psicológicas podem acontecer de diferentes maneiras: algumas mulheres grávidas ficam deprimidas, outras se tornam ansiosas, outras se sentem incomodadas muito rapidamente ou acontecem todas as alterações mencionadas anteriormente.

Apesar de esses sintomas estarem diretamente relacionados com a gravidez, existe a possibilidade que separadamente sejam indicações de patologias e doenças. No entanto, primeiro sempre se costuma descartar essa possibilidade.

Ainda que o corpo soe um alarme para indicar o que está ocorrendo dentro dele, sempre é recomendável consultar um especialista.