É assim que os pais emocionalmente inteligentes são

Pais emocionalmente inteligentes são capazes de educar com mais do que conhecimento. Aqui vamos contar tudo sobre isso.
É assim que os pais emocionalmente inteligentes são

Última atualização: 11 abril, 2022

Muitas vezes nós pais insistimos em fazer com que nossos filhos vejam a razão, com base no raciocínio e na lógica. No entanto, nem todos os conflitos parentais podem ser vencidos com essas estratégias. Portanto, ser pais emocionalmente inteligentes é essencial para criar filhos com empatia e consciência.

A capacidade de gerenciar emoções e registrar o que se está sentindo (consciência emocional) é a base crucial da paternidade emocionalmente inteligente.

Se os pais forem capazes de promover o desenvolvimento ideal das crianças nesse sentido, poderão ajudá-las a alcançar o bem-estar e os objetivos que estabelecerem para si mesmas. O sucesso não se alcança apenas com conhecimento, mas também com inteligência emocional.

A importância da educação emocional

De acordo com um estudo publicado no American Journal of Public Health em 2015, esse tipo de parentalidade é um fator determinante para alcançar o sucesso na vida. Principalmente quando essas habilidades são adquiridas na primeira infância.

Ninguém nasce com um certo quociente de inteligência emocional, e isso pode ser melhorado com a prática. Portanto, pais emocionalmente inteligentes são incentivados a ajudar seus filhos a desenvolver essas habilidades para que possam aplicá-las em suas vidas cotidianas.

Acredite ou não, educar as crianças dessa maneira pode fazer a diferença em seu bem-estar agora e no futuro.

Como são os pais emocionalmente inteligentes?

Pais emocionalmente inteligentes podem ajudar e ensinar aos filhos algumas habilidades socioemocionais, para que possam ser pessoas felizes e bem-sucedidas. O que diferencia os pais emocionalmente inteligentes daqueles que não são assim? Confira a seguir.

Procuram estabelecer bons vínculos com seus filhos

O apego seguro é uma das melhores maneiras de estabelecer um relacionamento saudável, amoroso e empático com nossos filhos.

Uma das prioridades dos pais emocionalmente inteligentes é criar laços fortes com seus filhos desde o início.

Vivemos uma vida acelerada e temos muitas obrigações juntos. Isso muitas vezes gera estresse e nos desconecta do que é realmente importante: nossos filhos.

No entanto, é possível registrar essa situação e fazer uma pausa para compartilhar o tempo com eles e dedicar 100% de nossa atenção a eles. Tanto para os pequenos quanto para nós mesmos, saber o que eles mais precisam e encontrar uma maneira de satisfazer isso é algo que nos enche de gratidão.

Então, aqueles pais que encontram tempo para trabalhar e também para fortalecer o vínculo com seus filhos, são pessoas emocionalmente inteligentes. Isso porque buscam gerar momentos de conexão entre as obrigações do dia a dia.

Eles se cuidam

A paternidade é um trabalho árduo, todos nós sabemos disso. Mas pais emocionalmente inteligentes encontram tempo para cuidar de si mesmos.

Esses pais sabem que precisam trabalhar o próprio equilíbrio emocional para serem pacientes, alegres e gentis com seus filhos, apesar dos contratempos do dia a dia. Eles entendem que também têm necessidades de cobrir e aproveitar os recursos disponíveis para o seu próprio cuidado.

Usam a disciplina para ensinar, não para punir

A disciplina é uma ferramenta importante para educar as crianças, pois com ela mostramos o que esperamos delas.

Pais emocionalmente inteligentes sabem estabelecer os limites e as consequências do descumprimento sem se esquecer do respeito. Eles não utilizam a disciplina como forma de punição, pois sabem que o apoio e a consistência são essenciais para que as crianças aceitem as regras e as incorporem.

Outra coisa que esses pais levam em consideração é que, por meio de gritos, ignorância ou punição, eles podem obter resultados temporários. Mas estão cientes de que, a longo prazo, essa estratégia impossibilita o aprendizado das habilidades necessárias para gerenciar seu próprio comportamento.

“Não é difícil tomar decisões quando você sabe quais são seus valores.”

-Roy Disney-

Transmitem aos seus filhos os valores importantes para a vida

Os valores são muito relevantes quando se trata de educar as crianças. Esses princípios têm um grande impacto em nossas atitudes, nossas decisões e nossos comportamentos. E, por sua vez, a maneira como nossos filhos se relacionam com o mundo ao seu redor dependerá deles.

Os pais com inteligência emocional estão cientes da importância de transmitir bons valores e os trabalham isso com os filhos desde cedo. Eles não se baseiam apenas em dizer “Você tem que ser honesto, compassivo, grato e empático”. Além disso, tomam decisões com base nesses valores e os transmitem pelo exemplo.

Ensinam seus filhos a gerenciar suas emoções

A educação cognitiva dos nossos filhos é muito importante, mas não devemos esquecer a educação emocional. Isso porque as emoções serão os fatores determinantes em muitas circunstâncias de suas vidas.

É essencial ajudar as crianças a identificar seus sentimentos e emoções e dar a elas um nome para começar a se aventurar na autorregulação emocional.

Pais emocionalmente inteligentes não criticam nem minimizam os sentimentos de seus filhos, pois todos são igualmente válidos. Esses sentimentos mais difíceis são vistos por eles como uma oportunidade para ensinar os filhos a se conectarem e terem empatia consigo mesmos e com os outros, além de incorporar estratégias para enfrentar as adversidades.

Ajudam os filhos a aumentar sua motivação intrínseca

Pai e filho ao ar livre
A autoestima é fortalecida pelas pequenas conquistas da vida. É essencial motivar as crianças, mas sem exigir metas inatingíveis.

A motivação intrínseca é aquela que vem com a pessoa e a predispõe a se esforçar em uma tarefa, apesar das dificuldades. E também não depender da aprovação de ninguém.

Pais emocionalmente inteligentes ajudam seus filhos a estabelecer metas alcançáveis e a descobrir quais passos eles precisam dar para alcançá-las. Além disso, reforçam a importância do processo e do esforço, acima dos resultados.

Sobre os pais emocionalmente inteligentes podemos dizer…

Os pais emocionalmente inteligentes são capazes de gerenciar suas emoções e educar seus filhos da mesma maneira. Eles os ajudam a identificar e controlar o que sentem, bem como a reconhecer o que acontece com os outros.

Se você acha que não faz parte desse grupo de pais, não se preocupe! Você pode mudar sua visão, colocar nossas dicas em prática e se tornar um deles.

Não se esqueça de mostrar aos seus filhos que seu objetivo como pai é ajudá-los a se tornar a melhor versão de si mesmos e não quem você é ou quer que eles sejam.

“Educar a mente sem educar o coração não é educar de forma alguma.”

-Aristóteles-


  • Catret, A., & Mascarell, A. C. (2001). ¿Emocionalmente inteligentes?: una nueva dimensión de la personalidad humana. Palabra.
  • Ramírez-Lucas, A., Ferrando, M., & Sainz, A. (2015). ¿Influyen los estilos parentales y la inteligencia emocional de los padres en el desarrollo emocional de sus hijos escolarizados en 2º ciclo de educación infantil? Acción psicológica, 12(1), 65-78. En internet: https://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1578-908X2015000100007
  • Bello-Dávila, Z., Rionda-Sánchez, H. D., & Rodríguez-Pérez, M. E. (2010). La inteligencia emocional y su educación. Varona, (51), 36-43. En internet: https://www.redalyc.org/pdf/3606/360635569006.pdf
  • Elias, M. J. (2014). Educar con inteligencia emocional: Cómo conseguir que nuestros hijos hijos sean sociables, felices y responsables. DEBOLS! LLO.
  • Jones, D.E., Greenberg, M., Crowley, M. (2015) Early Social-Emotional Functioning and Public Health: The Relationship Between Kindergarten Social Competence and Future Wellness. American Journal of Public Health 105, 2283_2290. Disponible en: https://doi.org/10.2105/AJPH.2015.302630.