Por que os bebês não devem usar travesseiro?

Uma das principais coisas que devemos saber como mãe é que o bebê não deve usar travesseiro para dormir. Mas… por quê? Muitas pessoas acham que não tem problema os bebês ou os recém-nascidos usarem travesseiros. No entanto, é recomendável que eles não usem.

Os especialistas recomendam evitar o uso de almofadas, bichinhos de pelúcia e cobertores na hora de dormir durante os dois primeiros anos de vida do bebê.

Isso porque as proporções do corpo de um bebê são diferentes das de um adulto. Ao nascer, proporcionalmente o pescoço do bebê ainda é muito pequeno e a sua cabeça é muito maior em comparação com o resto do corpo.

O mais importante é evitar o uso de travesseiros até que o bebê tenha se desenvolvido o suficiente para usar. Se ele dormir com travesseiro antes do tempo adequado pode apresentar algumas dificuldades na formação do corpo, ou até mesmo correr o risco de se se afogar.

A seguir apresentamos alguns dos motivos pelos quais o bebê não deve usar travesseiro na hora de dormir.

bebê dormindo no berço sem travesseiro

Por que o bebê não deve usar travesseiro

  • O travesseiro pode provocar o síndrome de morte súbita infantil. Se você colocar um travesseiro para o bebê e ele virar de barriga para baixo enquanto dorme, ele não vai conseguir se virar de volta provocando asfixia. Da mesma forma, isso também pode acontecer com bichinhos de pelúcia ou almofadas. Por isso, é preciso evitar esses objetos no lugar em que o bebê dorme seja a cama ou o berço.
  • O travesseiro pode prejudicar o alinhamento natural das costas do bebê. A curvatura natural do pescoço é forçada pois o bebê tem um pescoço menor e a cabeça é proporcionalmente maior que o resto do corpo.
  • Não é confortável para o bebê dormir com travesseiro. Embora pareça que o bebê esteja muito bem dormindo com travesseiros ou almofadas, na verdade ele não se sente confortável. Se ele tiver um sono ruim vai acordar irritado no dia seguinte. Além disso, dormir com travesseiro pode dificultar o momento de descanso e causar problemas para conseguir dormir.
  • O bebê pode desenvolver alergias. Este também é um fator importante a ser considerado. Quando lavamos o travesseiro ou as almofadas, geralmente usamos sabão e amaciante com diferentes cheiros. Isso não é recomendado para os bebês pois neste momento eles ainda estão desenvolvendo o sentido do olfato.

Quando os bebês podem usar travesseiro

A Associação Espanhola de Pediatria e a Academia Americana de Pediatria recomendam que as crianças comecem a usar travesseiros somente a partir dos dois anos de idade. Quando essa hora chegar, será preciso escolher um travesseiro adequado ao tamanho da criança, de preferência fino, pequeno e firme.

As crianças com mais de dois anos de idade devem usar travesseiro pois os ombros já estão mais largos do que a cabeça, forçando o pescoço quando elas dormem de lado.

O travesseiro deve ser feito de um material que deixa o corpo respirar adequadamente, como o algodão. É melhor evitar materiais como o poliéster porque pode dificultar a oxigenação e esquentar muito a área da cabeça e do pescoço.

Os especialistas recomendam evitar o uso de almofadas, bichos de pelúcia e cobertores na hora de dormir durante os primeiros dois anos da vida do bebê

Conselhos para evitar a síndrome da morte súbita infantil

Além de evitar colocar um travesseiro para o bebê dormir, existem também outras formas de prevenir a síndrome da morte súbita infantil na hora do sono:

  • Colocar o bebê para dormir com a barriga virada para cima. O bebê deve dormir sempre de costas. É muito importante evitar que o bebê durma de barriga para baixo.
  • O colchão deve ter exatamente as mesmas dimensões do berço para que não deixe vãos onde o bebê possa cair ou prender um braço ou uma perna. O colchão também não pode ser macio demais.
  • O bebê deve dormir com os pés tocando na parte inferior do berço e os lençóis devem ficar bem presos debaixo do colchão.
Bebê na cama sem travesseiro

  • Não é recomendável usar cobertores feitos de tecidos elásticos ou plastificados.
  • Idealmente, a temperatura do ambiente deve ser mantida entre 18 e 20 graus.
  • É aconselhável não colocar roupas ou cobertores muito quentes na hora de dormir.
  • Não é recomendado que o bebê durma com os pais antes das 13 semanas de vida.
  • Nos primeiros meses, recomenda-se que o berço fique perto da cama dos pais.

O mais importante é que o bebê não use um travesseiro até que tenha idade suficiente. Essa prática pode ser prejudicial para a saúde e o desenvolvimento da criança. Na hora de descansar, quanto mais simples for o berço do bebê, melhor.

Recomendados para você