Por que o meu filho tira notas baixas e como posso ajudar?

02 Janeiro, 2021
Uma das preocupações dos pais são as notas baixas dos filhos. Eles não entendem quais podem ser os motivos que estão levando a criança a se encontrar nessa situação.

Por que o meu filho tira notas baixas? Essa é uma das perguntas que os pais se fazem diante do fracasso escolar dos filhos que, muitas vezes, não sabemos como enfrentar.

Em primeiro lugar, devemos saber o verdadeiro motivo para essas notas baixas. Muitas vezes, elas não se devem à preguiça das crianças, que querem tirar notas boas, mas simplesmente não conseguem.

Às vezes, os pequenos se sentem desvalorizados por causa das suas notas. Eles acham que os pais vão amá-los de acordo com o seu sucesso ou fracasso na escola. Por isso, é importante que as crianças saibam que o nosso amor por elas é incondicional, independentemente das suas notas. Isso deve ser repetido com frequência para que seja bem assimilado por elas.

Por que o meu filho tira notas baixas?

Primeiramente, devemos descartar que as notas baixas dos nossos filhos sejam causadas por problemas de dislexia ou disortografia, porque nesse caso seria necessária uma atenção mais especializada.

meu filho tira notas baixas

Outro motivo é a criança ser inteligente, porém preguiçosa. Sim, às vezes a preguiça pode ser um fator que devemos levar em consideração, mas muitas vezes não é a causa das notas ruins. Alguns dos “inimigos” mais comuns do sucesso escolar podem ser:

  • Crianças que são intelectualmente precoces.
  • Sofrer de ansiedade de separação.
  • Não saber como administrar bem as emoções, principalmente se as crianças pensarem que são obrigadas a sempre ter sucesso.

Crianças intelectualmente precoces: educar quanto ao esforço

As crianças que têm uma grande inteligência ou que são precoces na aquisição de conhecimentos têm uma grande facilidade para compreender o que leem, sem o menor esforço. Contudo, existe um problema: aprender não é compreender.

Aprender requer esforço. Compreender é algo mais fácil. Essas crianças precoces geralmente não se esforçam: elas seguem a lei do mínimo esforço. Nesse caso, o mais importante é corrigir essa falta de esforço aos poucos, não só nos deveres da escola, mas também nos esportes ou nas tarefas de casa.

Como posso ajudar?

Uma criança que não seja educada quanto ao esforço pode ser muito dotada intelectualmente, mas obterá resultados que não estão de acordo com a sua inteligência e, no final, acabará deprimida e fechada para os estudos.

O que temos que fazer é pedir, a princípio, um esforço limitado e motivar a criança, oferecendo alguma recompensa após alguns esforços e resultados. Essas recompensas não precisam ser materiais, podendo ser, por exemplo, uma ida ao cinema, uma tarde no campo, etc.

Meu filho tira notas baixas por causa da ansiedade de separação

Isso geralmente ocorre em idades precoces como resultado de separações da mãe que os filhos vivenciam como algo traumático: o nascimento de um irmão, o desmame abrupto, a ausência da mãe entre os 18 meses e os 2 anos…

As crianças que sofrem com a ansiedade de separação, quando estão na escola sem a presença da mãe, ficam permanentemente angustiadas. Essa angústia paralisa o funcionamento cognitivo da criança e ela não consegue acompanhar a aula e entender aquilo que, pela sua capacidade intelectual, ela já está preparada para entender.

O que posso fazer?

Se o seu filho estiver nessa situação, o que se deve fazer é pedir a ajuda de um terapeuta especializado nesse tipo de problema. Dessa forma, ele poderá sair desse bloqueio intelectual e recuperar a normalidade.

meu filho tira notas baixas

Não se trata apenas de sucesso, mas de fazer o seu melhor

Todos nós temos a necessidade de nos sentirmos bem-sucedidos no que fazemos, mas, às vezes, para as crianças e para alguns pais, esse desejo se torna algo totalitário.

É então que o sucesso passa a ser uma obrigação e o pequeno sofre de angústia e tensão excessiva para conseguir ter sucesso nas notas. Entretanto, quando isso não acontece e a criança não obtém a nota que esperava, ela perde a autoconfiança e se sente insatisfeita e, por isso, acaba deprimida.

E o que acontece quando ela fica deprimida? Pois bem, ocorre o oposto do que queremos: suas notas vão piorar em vez de melhorar.

Como solucionar esse problema?

Pedindo aos nossos filhos para sempre fazerem o seu melhor nas provas e tarefas. Contudo, nosso foco não deve ser os resultados, e sim o esforço para que façam o melhor que puderem.

Esperamos que essas informações sejam úteis para responder à pergunta que muitos pais se fazem e que você encontre aqui algumas soluções para ajudar seus pequenos em casa.