Por que é importante não ir para a escola em jejum?

17 Março, 2020
É muito importante não ir para a escola em jejum, pois assim poderemos evitar problemas de concentração e aprendizagem. Além disso, o café da manhã também é fundamental para obter os nutrientes necessários que permitem que todas as atividades diárias sejam realizadas.

Algumas crianças acordam muito em cima da hora e acabam saindo de casa às pressas. Outras, enquanto isso, não têm o costume de tomar o café da manhã e até mesmo afirmam que passam mal se comerem tão cedo. No entanto, é importante não ir para a escola em jejum.

A importância de não ir para a escola em jejum

Certamente você já leu ou ouviu em algum lugar: o café da manhã é a refeição mais importante do dia. E não apenas para os adultos, mas especialmente para as crianças!

Comer bem pela manhã nos permite ‘quebrar’ todas as horas nas quais o corpo não recebe alimentos enquanto dormimos. Além disso, também fornece o combustível necessário para realizar muitas das nossas atividades diárias, especialmente as das primeiras horas do dia.

Embora ninguém deva pular esta refeição, no caso das crianças em idade escolar, isso é ainda mais importante. A lógica é que a sua falta pode afetar a saúde e o desempenho cognitivo dos pequenos.

Não ir para a escola em jejum permitirá uma maior concentração nas lições, uma melhor predisposição para a aprendizagem e até mesmo um comportamento exemplar. Com o estômago cheio, é mais fácil ficar de bom humor e ter energia para brincar, correr, fazer exercício e tudo o que um dia na escola exige.

Pelo contrário, não tomar o café da manhã tem como resultado irritação, sensibilidade, cansaço, problemas de atenção, apatia, dificuldade para reter informações ou para cumprir ordens simples. Sim, tudo isso pode acontecer por não acostumar a criança a comer antes de sair de casa.

A falta de café da manhã não tem a ver apenas com uma questão financeira – há países nos quais, infelizmente, a falta de recursos é a razão pela qual as crianças não tomam café da manhã – mas também com os hábitos e costumes da família.

Se, como pais, não tomamos café da manhã em casa, ou se, caso tomemos, isso seja sinônimo de tomar um café enquanto nos trocamos e preparamos as coisas para o dia, é ‘compreensível’ que a criança não tenha o hábito de se sentar e comer bem antes de sair.

Leite e cereais para o café da manhã

Como fazer a criança tomar café da manhã

Como primeiro passo, os pais devem dar o exemplo e reservar um tempo para preparar e tomar um café da manhã com todas as letras. Levantar-se 20 minutos antes – ou não usar a função ‘soneca’ do despertador várias vezes – é o suficiente.

A princípio, esse hábito vai gerar ‘rebeldia’ por parte das crianças, não importando sua idade. No entanto, os hábitos podem ser mudados pouco a pouco. 

Não é necessário, nos primeiros dias, estufar o pequeno de comida, porque o corpo dele também não vai tolerar. Ao contrário, se formos adicionando um alimento a mais a cada semana, após um ou dois meses, as crianças vão apreciar um café da manhã completo e nutritivo.

“Não ir para a escola em jejum permitirá uma maior concentração nas lições, uma melhor predisposição para a aprendizagem e até mesmo um comportamento exemplar”.

Quais requisitos devem ser atendidos por essa primeira refeição diária? É necessário que ela tenha todos os nutrientes necessários para enfrentar o dia. Em outras palavras, não podem faltar cereais, frutas e laticínios. Podemos montar menus diferentes para que não seja uma refeição monótona. Além disso, é melhor que as porções sejam pequenas para que possam ser repetidas se desejado.

Um típico café da manhã completo inclui uma xícara de leite – com chá ou chocolate –, suco de frutas – natural, não de caixinha ou garrafa – e duas fatias de pão com geleia, manteiga ou queijo. Não parece ser tão complicado, nem leva muito tempo para ser preparado.

Família tomando café da manhã para não ir para a escola em jejum

Hora de compartilhar

Algo que não podemos ignorar é que não ir para a escola em jejum também implica um momento de união em família. Esses minutos – podem ser apenas 15 e ainda assim serem suficientes – nos quais todos os membros da família se sentam à mesa e compartilham alimentos.

Atualmente, todos têm muitas atividades e quase não ficam juntos. Essa pode ser uma excelente maneira de fortalecer o vínculo familiar. Embora você possa não acreditar, além dos nutrientes que estará oferecendo aos seus filhos, você também estará incentivando hábitos e valores. A família, as conversas e o tempo compartilhado nessa fase da vida das crianças são essenciais.

Em suma, é realmente importante não ir para a escola em jejum. Isso por causa de vários aspectos, desde o estritamente biológico até o cognitivo, passando pelo emocional e o comportamental.

Se a sua família não tem o hábito de tomar o café da manhã juntos, vocês podem começar no fim de semana, quando todos estiverem mais relaxados, e então continuar nos outros dias. Você verá os efeitos positivos em pouco tempo!