As melhores posições para dormir bem durante a gravidez

· 7 de dezembro de 2018
Quase todas as mulheres grávidas sofrem com distúrbios do sono. Isso acontece especialmente a partir do terceiro trimestre de gestação quando, devido ao tamanho da barriga, as mulheres sentem dificuldade para encontrar uma posição confortável para dormir.

Os inconvenientes para dormir durante a gravidez se manifestam de diferentes formas.

Há quem sofra de insônia, outras mulheres têm dificuldade para encontrar uma posição confortável e há aquelas que não conseguem ter um descanso prolongado, conseguindo dormir apenas por curtos intervalos de tempo.

A tudo isso, são somados os constantes movimentos do bebê e o aumento do volume abdominal, que limita as posturas para dormir tranquilamente.

Alguns médicos afirmam que não existem conselhos gerais para as melhores posições, já que cada corpo encontra uma forma natural para dormir.

No entanto, é preciso ressaltar que algumas posições são mais incômodas e arriscadas para a mãe e para o bebê.

Dormir de boca para cima estando com uma gravidez bastante avançada faz com que o útero se apoie na coluna, nos intestinos e na veia cava inferior, veia que transporta todo o sangue da metade inferior do corpo para o coração.

Isso acarreta dores na altura na cintura, digestão mais lenta, maior predisposição de ter hemorroidas e queda da pressão arterial com desconfortos respiratórios, taquicardia ou palpitações. Tudo isso apenas por dormir de barriga para cima!

Se você tem o costume de dormir de barriga para cima ou para baixo, é importante tentar mudar rigorosamente de posição, tentando dormir de um dos lados – seja o direito ou o esquerdo –, o que irá trazer benefícios tanto para você como para o bebê.

Além disso, colocar um travesseiro no meio dos joelhos ajuda a ficar mais confortável.

Posições recomendadas

posições para

Uma das posições mais recomendadas pelos especialistas é descansar sobre o lado esquerdo. O motivo é porque o fígado está localizado no lado direito do abdômen. Portanto, se você dorme sobre o lado esquerdo, vai evitar que o útero se apoio nesse órgão.

Além disso, outra coisa que é benéfica dessa posição é que as grandes veias estão do lado direito da coluna e, portanto, ficam menos comprimidas, evitando os edemas, por exemplo.

Também favorece o transporte de sangue para a placenta, fornecendo maiores quantidades de oxigênio e nutrientes para o bebê e ajudando a reduzir o inchaço nos pés.

De lado com um travesseiro entre as pernas

Dessa forma, você vai manter sua coluna reta e vai evitar jogar o peso de uma perna sobre a outra.

Por outro lado, você também pode utilizar travesseiros mais longos que permitam apoiar a barriga, o que vai dar mais segurança.

Com os pés para cima

Se você sofre com má circulação, fica com os tornozelos ou as penas inchadas e a sensação de estar inchada como um balão, você pode tentar dormir com as pernas para o alto, apoiadas sobre algumas almofadas.

Isso vai ajudar a circulação a fluir e vai prevenir o aparecimento de varizes e também a sensação de picadas ou cãibras.

Posição semi-sentada

posições para

Caso você tenha alguma doença estomacal, refluxos ou se algum alimento não tiver caído bem, uma das posturas mais recomendadas nesses casos é ficar semi-sentada com a ajuda de travesseiros ou almofadas como apoio.

A finalidade sempre é estar confortável, promovendo principalmente uma boa circulação do sangue.

Apesar de ser difícil manter uma mesma posição a noite toda, é muito importante evitar dormir de barriga para cima, já que nessa posição o peso do útero prejudica a coluna vertebral, os intestinos (grosso e delgado), as principais veias e os músculos das costas.

Assim, essa postura pode provocar dores musculares, hemorroidas e problemas de circulação para você e para o bebê.

Outra contraindicação dessa posição ao dormir é que ela pode diminuir a pressão arterial, o que pode provocar tonturas. Existem casos de mães cuja pressão diminuiu notoriamente por dormir de barriga para cima.

E não menos importante, essa posição também pode fazer com que você ronque e sofra de apneia do sono. Por isso, mesmo que seja muito difícil mudar de posição na hora de dormir, é recomendável que você não durma de barriga para cima.

Ao longo da gravidez, procure o seu jeito mais confortável para dormir bem.