Primeira menstruação após o parto

· 21 de novembro de 2017

A sua primeira menstruação depois de ter dado à luz já veio? A primeira menstruação após o parto nem sempre vem quando se espera. Neste artigo contamos tudo o que você precisa saber sobre a primeira menstruação após o parto.

Voltar à normalidade depois do parto é uma tarefa difícil. Seu corpo passou por momentos de pressão, mudanças, esforços e dores, então precisa de tempo para voltar a ser o que era. A mesma coisa acontece com os ciclos menstruais.

O seu corpo produziu uma série de respostas hormonais para fazer o seu organismo saber que você estava grávida. Depois de ter dado à luz, é preciso que o seu organismo entenda que não existe mais um bebê na sua barriga. Seu corpo vai se recuperar normalmente, disso não há dúvidas. Mas você precisa ser paciente. Nem tudo o que você ouvir ou ler vai ser o que vai acontecer com você. E isso não significa que alguma coisa está errada. Você deve respeitar o seu corpo e o seu processo de recuperação.

O que acontece com os ciclos menstruais depois de dar à luz?

Até o corpo voltar ao seu estado normal demora um tempo. Os hormônios que regulam o ciclo menstrual se mantêm em níveis baixos, pois após o parto continuam sendo priorizados os hormônios que ajudam a amamentar o bebê.

A prolactina é o hormônio que anda lado a lado com a amamentação, pois é responsável por organizar a produção de leite. Esse mesmo hormônio inibe o funcionamento do ovário, evitando os ciclos menstruais.

menstruação após o parto

A nível físico, após dar à luz ocorre o período denominado quarentena. Esse período se caracteriza pela reacomodação dos seus órgãos internos, voltando ao estado anterior à gravidez. Durante a quarentena, o ciclo menstrual ainda não volta ao normal, por isso a menstruação não aparece.

Quando a primeira menstruação aparece após o parto

A primeira coisa que você precisa saber é que não existe uma data exata para a volta da menstruação. Cada mulher é um mundo. Não existe uma regra fixa para todas. O que se sabe é que a amamentação pode atrasar a primeira menstruação após o parto. Isso não quer dizer que você não vai menstruar enquanto estiver amamentando. Nem sempre isso vai acontecer, mas a tendência é que a menstruação apareça mais tarde.

Assim, estima-se que aproximadamente entre as semanas 7 e 8 após o parto, as mulheres que não amamentam costumam ter de volta o ciclo menstrual com relativa normalidade. No entanto, para as mães partidárias da amamentação, esse momento costuma demorar até três meses após ter dado à luz.

Como é a primeira menstruação após o parto

Quando você acaba de dar à luz, pode ocorrer alguma perda de sangue pela vagina. Esse sangue não é menstruação. Trata-se de um sangramento normal durante a quarentena ou o puerpério, conhecido com o nome de lóquios e cujo objetivo é eliminar os restos da placenta, do muco cervical e das secreções.

Provavelmente, o aparecimento da primeira menstruação não vai ser igual às menstruações anteriores. O corpo passou por mudanças muito grandes. Por isso, é provável que dessa vez possa doer mais ou o fluxo pode ser mais irregular. Fique tranquila, isso é normal.

menstruação após o parto

Um dado curioso da primeira menstruação após dar à luz é que é comum ocorrer sem que haja a liberação do óvulo. Esse fenômeno faz muitas mulheres acreditarem que não podem engravidar nesse período. No entanto, como podemos saber se não houve a liberação do óvulo? A questão é que não temos como saber! Os especialistas recomendam ter precaução nas relações sexuais após o parto.

A menstruação influencia na amamentação?

Não, a menstruação não influencia na amamentação. É possível dar de mamar e menstruar sem que isso implique nenhum tipo de mudança na qualidade do leite. Em relação à quantidade de leite, a produção pode diminuir durante a menstruação, embora esse fato não deva ser muito significativo.

Portanto, caso a quantidade de leite produzida for tão pequena que não sacie a fome do seu bebê, não hesite em procurar seu médico. Ele vai poder indicar o que fazer nesse caso e poderá dar conselhos sobre o que é melhor para você e para o seu filho.