Pronação dolorosa em crianças: o que fazer?

26 de abril de 2019
A pronação dolorosa em crianças geralmente ocorre com as crianças menores de 5 anos de idade e é mais frequente em meninas do que em meninos. Continue lendo para descobrir tudo o que você precisa saber sobre essa condição.

Uma pronação dolorosa ou cotovelo da babá é uma leve subluxação de um osso na articulação do cotovelo e geralmente ocorre devido a um puxão rápido no braço de uma criança. Por isso, neste artigo, vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre a pronação dolorosa em crianças. Tome nota!

Pronação dolorosa em crianças

A pronação dolorosa é um acidente frequente em crianças pequenas que ocorre a partir da idade em que elas começam a andar, em torno dos 15 meses até os 5 anos de idade.

Em geral, a pronação dolorosa em crianças é causada por uma forte tração axial do antebraço, frequentemente feita por um adulto que esteja segurando a mão da criança enquanto ela tenta se afastar. É incomum que crianças com mais de cinco anos sofram com ela, pois suas articulações são muito mais fortes.

Por outro lado, você deve ficar sabendo que uma queda é a segunda causa mais comum desse tipo de lesão. Basicamente, é uma condição causada por puxar o antebraço do seu filho enquanto o braço dele está estendido.

Como resultado, pode ocorrer uma pequena fratura no osso do cotovelo que impede o seu filho de dobrá-lo completamente. Após um trauma no eixo, a cabeça do rádio fica subluxada, o que resulta em uma dolorosa impotência do membro afetado.

Além disso, você precisa saber que o braço esquerdo geralmente é o mais envolvido, provavelmente porque a maioria dos cuidadores é destra. Por consequência, as meninas tendem a ser mais afetadas do que os meninos.

Como resultado da dor, a criança começa a chorar e se recusa a movimentar o braço com o objetivo de manter o cotovelo imóvel, levemente flexionado e segurando o antebraço sobre o abdômen.

Posteriormente, o enfermeiro ou o médico vão colocar o cotovelo de volta no lugar. E isso não causará nenhum dano a longo prazo para a criança.

Como devemos cuidar da criança em casa

Quais são os sinais?

Os ligamentos normalmente mantêm o rádio no lugar, mas após uma queda ou uma súbita tração, o ligamento pode se esticar excessivamente e o osso pode deslizar parcialmente por baixo do ligamento. Na maioria dos casos, as crianças com pronação dolorosa vão chorar imediatamente após o puxão e não vão mais usar o braço lesionado.

Neste sentido, se você achar que o seu filho está sofrendo uma pronação dolorosa, você deve procurar tratamento médico imediatamente, seja com o médico de família ou no serviço de urgência de um hospital.

Não se esqueça de que, quanto maior o tempo que o cotovelo ficar fora do lugar, mais doloroso e mais difícil será encaixá-lo de volta, e mais demorado será para a criança se recuperar completamente.

Infelizmente, o procedimento é doloroso e angustiante, mas dura apenas um breve instante e termina quando o osso radial retorna ao seu lugar.

Por outro lado, se o cotovelo não puder ser colocado de volta no lugar, ou se o seu filho ainda não estiver usando o braço ferido, um raio-X deve ser feito para verificar se há outras lesões possíveis, como uma fratura, por exemplo.

Como deve ser o cuidado em casa?

Uma vez que a pronação no cotovelo tenha sido tratada, a criança deve ser capaz de retomar as atividades normais.

No entanto, se o cotovelo ficar parcialmente deslocado por um longo período, a criança pode precisar tomar analgésicos durante um ou dois dias. Por isso, você deve seguir os conselhos da enfermeira ou do médico para aliviar a dor gradualmente.

Se seu filho não mover o braço completamente no dia seguinte, você deve levá-lo ao médico para que o braço possa ser reavaliado. Lembre-se de que isso não causará nenhum dano à criança a longo prazo se for tratado de maneira oportuna e apropriada.

Sinais de Pronação dolorosa em crianças

Para evitar a pronação dolorosa em crianças, você deve se certificar de não levantar o seu filho pela parte inferior dos braços ou dos pulsos, mas sim erguê-lo pelas axilas. Da mesma forma, recomenda-se ensinar às outras pessoas que cuidam da criança, tais como os avós e os funcionários de creches, a maneira correta de pegar a criança.

Por fim, lembramos que algumas crianças são mais propensas do que outras a ter uma pronação dolorosa. Pode até mesmo acontecer mais de uma vez e pode acontecer várias vezes em crianças que têm articulações particularmente soltas.

Assim, tendo em vista este artigo, você não deve se preocupar excessivamente, já que o ideal é consultar o médico imediatamente quando ocorrer um acidente desse tipo.

  • Krul, M., van der Wouden, J. C., van Suijlekom-Smit, L. W., & Koes, B. W. (2012). Manipulative interventions for reducing pulled elbow in young children. In M. Krul (Ed.), Cochrane Database of Systematic Reviews. Chichester, UK: John Wiley & Sons, Ltd. https://doi.org/10.1002/14651858.CD007759
  • Aylor, M., Anderson, J. M., Vanderford, P., Halsey, M., Lai, S., & Braner, D. A. V. (2014). Reduction of Pulled Elbow. New England Journal of Medicine371(21), e32. https://doi.org/10.1056/NEJMvcm1211809
  • McCormack, M. P. (1959, May 9). Pulled Elbow. British Medical Journal. https://doi.org/10.1136/bmj.1.5131.1240-b