Quais são os sintomas da gravidez?

Há muitos sinais que indicam que a gravidez começou. O mais conhecido é a interrupção do ciclo menstrual. Mas quais são os outros sintomas da gravidez?

Após a fertilização do óvulo, o corpo da mulher começa a se preparar para o período de gestação. Embora os sintomas da gravidez não sejam imediatos, logo começam as mudanças internas que carregam sinais característicos de cada fase.

Se a menstruação parar um mês depois da relação sexual é muito possível que a mulher tenha engravidado. E tecnicamente este seria o primeiro sinal de gravidez. Seria preciso fazer o teste de gravidez e confirmar a suspeita.

Existem também mulheres que apresentam sintomas antes do atraso. São sintomas como sensibilidade nos seios, um leve sangramento no sétimo dia após a penetração e olfato aguçado.

Outros sintomas são: cansaço, aumento da frequência cardíaca, diminuição da pressão arterial e aumento da temperatura basal. Alguns podem ser confundidos com os sintomas da tensão pré-menstrual, por isso é preciso ficar alerta.

Primeiros desconfortos da concepção

O caminho para a maternidade é cheio de sinais, desconfortos e muito mais. Os sintomas da gravidez não param até o dia do nascimento. Todos os corpos são diferentes e, portanto, as mulheres não vão sentir as mudanças da mesma forma.

No começo as auréolas vão começar a se expandir e a escurecer. Algumas erupções, semelhante a espinhas vão começar a aparecer. Os seios vão ficar doloridos, tensos e muito sensíveis ao contato.

Sintomas da gravidez

Algumas mulheres podem apresentar sangramento, mas é completamente diferente do da menstruação. Trata-se de pequenas gotas rosadas ou marrom claro, que é o produto da implantação do embrião. Se ficar abundante, é preciso recorrer ao médico, já que isso poderia significar o início de um aborto.

Confirmação da gravidez

Dores de cabeça, nos quadris e de barriga, alterações de humor, tonturas, gases, cansaço, mal-estar… Tudo isso pode aparecer uma ou duas semanas após a relação sexual. Depois de 30 dias, começam os enjoos e a menstruação desaparece. Nesse momento, o diagnóstico é quase certo: um bebê está chegando.

Existem várias maneiras de saber se uma mulher está realmente grávida. Pode ser por meio de um exame de sangue, que pode ser feito em laboratórios a qualquer hora do dia. Recomenda-se fazer esse exame quando houver mais de 10 dias de atraso da menstruação. Os resultados não demoram mais de um dia e são confiáveis.

Um teste de gravidez caseiro também ajuda. Pode ser comprado na farmácia e vem com instruções claras de uso. Alguns prometem resultados precisos quase instantaneamente. Independente da opção escolhida, é necessário consultar o médico. Se ainda houver dúvidas, o especialista vai realizar um ultrassom.

Mais sintomas de gravidez

Os sintomas da gravidez variam muito: podem ser recorrentes, aparecer ou desaparecer, aliviar ou piorar. Dependendo do estágio da gestação, podem ser evidenciados alguns desconfortos específicos que listamos abaixo:

  • Sintomas do primeiro trimestre da gravidez: tonturas, fraqueza, náuseas, aversão aos odores fortes, vômitos, hipersensibilidade, mau humor, sonolência, indigestão, salivação excessiva, náuseas, congestão nasal, dor de cabeça e cansaço.
  • Sintomas do segundo trimestre da gravidez: vômitos, dores de cabeça, dor nas costas e nos tornozelos, azia, cólicas, prisão de ventre, hemorroidas, infecções urinárias e taquicardia.
  • Sintomas do terceiro trimestre da gravidez: dor nas costas, desconforto durante o sono, retenção de líquidos, aumento da frequência urinária, dificuldades respiratória, ronco, pernas inquietas, falta de apetite sexual, inchaço nas extremidades, corrimento vaginal, contrações, varizes e hemorroidas.
Sintomas da gravidez

Dicas para lidar com os sintomas da gravidez

Existem muitas técnicas para lidar com os sintomas da gravidez, embora todas sejam passageiras. Com o controle clínico em dia, dificilmente vai haver complicações. Além disso, ter bons hábitos alimentares e praticar exercícios supervisionados ajudam a aliviar muitos desses sintomas. Veja algumas dicas:

  • Pressão e estrias nos seios. Durante a preparação para a amamentação, os seios podem sofrer transformações que deixam sua aparência menos agradável. Portanto, é recomendável usar sutiãs de algodão, passar hidratante e aplicar compressas frias para preservar a firmeza.
  • Náuseas. Se as náuseas aparecerem de manhã, é recomendável comer pouco a pouco e em pequenas quantidades. Se aparecem ao longo do dia, tente evitar o consumo de gorduras. Em vez disso, aumente a ingestão de alimentos que contenham vitamina B6.
  • Problemas estomacais. Nada de frituras, refrigerantes, cigarro, comida apimentada, ou álcool. Aumente o consumo de frutas e fibras. As frutas cítricas não são recomendadas, e as fibras são ótimas pois ajudam a combater a constipação.
  • Desconforto nas pernas. Não use sapatos de salto altos, não use roupas apertadas, pratique ioga ou natação e mantenha as pernas esticadas. Essas pequenas mudanças na rotina ajudam a aliviar os sintomas da gravidez.

Não é preciso esquentar a cabeça pensando sobre os sintomas da gravidez. Nenhuma mulher pode adivinhar com qual deles vai ter que lidar. O melhor a ser feito é tentar viver plenamente a doce espera.

Recomendados para você