Qual é a melhor chupeta para meu bebê?

· 6 de abril de 2018
Desde que seu uso não seja excessivo e que seja interrompido quando chegar o momento certo, a chupeta pode produzir efeitos positivos sobre a saúde dos bebês. Repassamos algumas opções para encontrar a chupeta ideal para o seu bebê.

Embora seja geralmente posta em discussão, a chupeta se tornou um objeto amado pelas crianças. Seus benefícios são muitos, mas às vezes nos surge a questão: qual chupeta devo comprar para o meu bebê? neste artigo apresentamos as melhores opções.

Nos últimos anos, surgiram diferentes versões sobre a conveniência ou não do uso da chupeta. Embora tenha sido relacionado a vários problemas de saúde da criança, como o encurtamento da amamentação ou os problemas dentários, são muitos os estudos profissionais que reafirmam seus benefícios para as crianças.

Quais são? Estes são os mais destacados:

  • Acalma a ansiedade e o estresse.
  • Permite conciliar o sono.
  • Diminui o risco de morte súbita, principalmente em lactantes.
  • Estimula a sucção não nutritiva.
  • Ajuda a mitigar a dor.

Além disso, especialistas da Associação Espanhola de Pediatria (AEP) argumentam que não há nenhum problema com o uso da chupeta, desde que seja interrompido antes dos três anos.

Além disso, sobre suas hipotéticas consequências negativas na formação da arcada dentária, afirmam que são reversíveis em um curto período de tempo.

Recomendações para o uso da chupeta

Na mesma publicação, a AEP sugeriu alguns detalhes que devem ser levados em consideração ao oferecer a chupeta ao bebê. Elas são somadas a outras recomendações dos órgãos oficiais que legislaram a comercialização deste produto. As mais importantes são:

  • Que não seja fabricada com PVC macio, uma substância que é proibida na Espanha pelo Instituto Nacional do Consumidor e também em outros países.
  • Não utilizar nos primeiros dias de vida.
  • Seu uso é recomendado para crianças em lactação (seja natural ou artificial) como proteção contra o risco de morte súbita.
  • Manter a higiene do objeto. Deve ser lavada com água e sabão neutro e esterilizada com frequência.
  • Substitui-la a cada dois meses.

Qual é a chupeta ideal para o meu bebê?

Uma vez que sanadas as dúvidas anteriores – que todos os pais têm no dia a dia – podemos entrar na discussão central. Quais características fazem de uma chupeta a ideal para meu bebê?

“Os especialistas da Associação Espanhola de Pediatria afirmam que não há nenhum problema com o uso da chupeta, desde que seja interrompido antes dos três anos”

Na lista a seguir, apresentaremos as opções mais valorizadas no mercado atual. A escolha vai depender dos seus gostos, das preferências do bebê e das suas escolhas econômicas para encontrar a melhor. Todas são recomendadas!

1.- Philips Avent SCF169/28

Esta bonita chupeta é destinada para meninas entre 6 e 18 meses de idade. Possui um bico de silicone anatômico macio e uma tampa higiênica encaixável. Além disso, pode ser esterilizada.

2.- Chicco Physio Air

Este modelo é uma excelente opção para os pequenos da família. A Chicco Physio Air tem um bico de silicone e um formato inovador que cumpre diversas funções.

Evita, por exemplo, o acúmulo de saliva graças a sua forma ergonômica; também possui orifícios de ventilação e bordas arredondadas que proporcionam ao bebê uma melhor experiência de sucção.

Esta chupeta é recomendada para bebês entre 6 e 12 meses.

3.- LOVI Folky

A LOVI Folky é, sem dúvidas, uma chupeta de última geração. Disponível nas cores azul e rosa, tem um bico de silicone macio que se adapta ao palato do bebê de acordo com seu ritmo de sucção.

Além disso, é comprovado por estudos médicos que não afeta o reflexo de sucção natural, conforme detalham seus fabricantes. Também não afeta o desenvolvimento da fala e da dentição.

4.- Nuk Freestyle

Com um design inovador, essas chupetas fisiológicas oferecem grandes vantagens: são completamente herméticas, contam com um bico de silicone e estão disponíveis em muitas cores. Além disso, tem orifícios de ventilação para evitar irritações de silicone e seu formato evita qualquer malformação dos dentes.

São destinadas a bebês de seis meses de idade ou menos. Os diferentes modelos de decoração a tornam adequada para meninas e meninos.

Como você pode ver, os avanços tecnológicos permitem a criação de chupetas inovadoras com toques de distinção que antes eram impensáveis. É apenas uma questão de experimentá-las e avaliar qual delas o seu pequeno vai gostar mais.