Quando é tarde demais para engravidar?

· 15 de setembro de 2018
Poucas mulheres com idade avançada podem conceber um bebê de forma natural sem a ajuda de uma FIV (Fertilização In Vitro). Veja, neste artigo, qual é a influência da idade na hora de engravidar.

As mulheres que chegam à menopausa mais tarde têm menor risco de doenças cardíacas, osteoporose e demência.

Ter uma menopausa tardia significa que é uma boa ideia engravidar em uma idade mais avançada? Há outros riscos e complicações associados com a gravidez e o parto a partir dos 40 anos? Veja mais sobre esse assunto a seguir.

A influência da idade

A capacidade reprodutiva de uma mulher tem uma vida finita. Os óvulos de uma mulher crescem inicialmente quando ela está no ventre de sua mãe e se armazenam dentro de seus ovários até que começa a menstruar.

Todo mês, mais de 400 óvulos são perdidos por desgaste. Isso ocorre até que se acabam os 4 milhões que a mulher tinha originalmente ao nascer. Quando isso ocorre, começa a menopausa.

As pressões financeiras e sociais fazem com que muitas mulheres que desejam ter filhos adiem esse momento em suas vidas.

Crescer profissionalmente ou ter uma melhor situação econômica é o que, geralmente, faz com que as mulheres queiram esperar para aumentar a família. Cerca de 1 em cada 1000 nascidos tem mães com 45 anos ou mais.

Os riscos de ter um bebê em uma idade avançada

para engravidar

As mulheres que têm mais de 30 anos têm duas vezes mais probabilidades de desenvolver pré-eclâmpsia durante a gravidez do que as grávidas com menos de 30.

Além disso, uma mulher grávida com mais de 30 anos terá mais probabilidades de sofrer diabetes gestacional do que aquelas mulheres que ficam grávidas mais cedo.

Mais da metade das mulheres que tem mais de 40 anos podem precisar de uma cesárea para o bebê nascer. O aumento da idade materna aumenta o risco de sofrer problemas durante o parto.

As mães de 40 e 50 anos também têm entre 3 a 6 vezes mais probabilidades de ter problemas de saúde (como sangramentos abundantes) nas seis semanas seguintes ao nascimento do bebê.

Além disso, as mulheres grávidas que têm mais de 40 anos podem ter mais probabilidades de que seus bebês desenvolvam problemas dentro do útero ou, inclusive, que ocorra morte fetal. O risco de aborto espontâneo em mulheres com mais de 40 anos também é maior.

Mas, ainda que existam essas probabilidades, também há mães de 40 anos que dão à luz bebês maravilhosos e totalmente saudáveis.

Também cabe destacar que os bebês de mães com mais de 40 anos têm duas vezes mais probabilidades de nascer de forma prematura (antes das 36 semanas de gestação) e também de nascer com baixo peso.

Dessa forma, tanto o nascer de forma prematura quanto o baixo peso no nascimento, representam riscos imediatos para os bebês e também problemas posteriores de desenvolvimento pulmonar, diabetes ou obesidade na vida adulta.

Até quando é seguro engravidar?

para engravidar

Embora não exista um limite de idade específico para o tratamento de fertilização in vitro, muitas clínicas decidem não realizar o tratamento em mulheres com mais 50 anos. Aos 30, a possibilidade de conceber de forma natural (sem FIV) é de aproximadamente 20%.

Aos 40 anos é de, aproximadamente, 5% e isso diminui ao longo de cada década. Não há uma idade específica, mas alguns fatores devem ser considerados.

Existem estudos que mostram como os riscos para o bebê e a mãe são mais baixos aos 20 anos. Nessa idade, há menos probabilidades de sofrer de obesidade e diabetes, que influenciam negativamente na gestação para a saúde.

À medida que uma mulher envelhece, sua qualidade de óvulos também se reduz. A má qualidade está diretamente associada a erros genéticos, como abortos espontâneos e defeitos congênitos.

É uma decisão pessoal

Ser mãe mais cedo ou mais tarde é uma decisão pessoal que as pessoas deverão tomar pelo próprio bem e da família que querem criar.

Graças aos avanços na indústria da FIV, é possível que uma mulher com menopausa possa ficar grávida. Mesmo que isso represente grandes riscos. Na gravidez em mulheres depois da menopausa, podem aumentar as possibilidades de sofrer um problema cerebrovascular no futuro.

Por todas essas razões, não há uma idade limite para ser mãe. Mas é necessário levar em conta as possíveis complicações que podem existir. Pois, o objetivo principal, certamente, é não colocar em risco a saúde da mãe e/ou do bebê.

Portanto, pense bem qual é sua situação atual e se realmente você quer ser mãe agora ou mais para frente. Se você precisa de orientação, não hesite em consultar seu médico. Sem dúvida, ele é o profissional adequado para responder todas as suas questões.