O que fazer se o meu filho acorda durante a noite?

· 8 de dezembro de 2018
O novo integrante do lar traz consigo não apenas grandes mudanças, mas também um verdadeiro desafio para seus progenitores.

“Meu filho acorda durante a noite”, começa o lamento cotidiano das novas mães. Acontece que, olheiras a mais ou a menos, o sono do bebê acaba por afetar toda a família.

Por isso, todos os recém-nascidos e crianças pequenas acordam com certa frequência para saciar suas necessidades durante a noite. No entanto, devemos esclarecer para todas as mães que isso é absolutamente normal.

O problema principal é que, depois de acordar, dá muito trabalho voltar a pegar no sono.

Acontece que as crianças se levantam toda vez que mudam o ciclo do sono. Isso acontece, nada mais nada menos, entre cinco e sete vezes por noite. O que complica o panorama é certamente a dificuldade ou impossibilidade que os bebês possuem na hora de voltar a dormir.

Pois bem, o que você pode fazer se o seu bebê acorda durante a noite? Preste atenção porque, nesse artigo revelador do Sou Mamãe, você encontrará a solução para o seu problema. Você verá que é mais fácil do que você pensava.

Aqueles que dizem que dormem como um bebê é porque provavelmente não têm um em casa… 

-Anônimo-

Truque para quando o seu bebê acordar durante a noite

acorda durante a noite

Seu filho acorda durante a noite. Você checa a fralda, a temperatura corporal, dá de mamar, canta, balança e faz tudo o que pode para que ele volte a dormir. No entanto, isso nunca acontece. Você se frustra, não entende onde errou e até chega a se considerar uma mãe ruim.

Você erra profundamente. Porque, geralmente, o fato de ele se recusar a descansar tem a ver com que, ao acordar, ele não encontrou o mesmo panorama de quando foi dormir. As circunstâncias mudaram num abrir e fechar de olhos.

Por exemplo, se o bebê dormiu mamando, ele precisará mamar assim que acordar. No caso de a luz ter sido acesa e ele a encontre apagada ao acordar, vai ficar assustado. Trata-se de detalhes mínimos que, sem dúvida, fazem a diferença.

Pois bem, existem outros truques para aquelas ocasiões em que o bebê acorda durante a noite e parece impossível fazê-lo voltar a dormir. Tenha em mente que a condição que mais favorece o adequado sono do bebê é a sensação de segurança.

Então, atender o seu choro, oferecer todo o seu carinho, mimá-lo, abraçá-lo, acariciá-lo e beijá-lo sem parar durante o dia é muito importante.

Ao mesmo tempo, cantar, contar histórias e até estabelecer um contato visual é de vital importância no momento de desenvolver os hábitos do sono.

Como introduzir uma rotina de sono?

acorda durante a noite

Por acaso o seu filho acorda durante a noite e você ainda não estabeleceu uma útil e salvadora rotina de sono? Se não a colocou em prática ainda, este é o momento ideal para implementá-la.

Como primeira medida, aconselhamos que você pode se valer de algum objeto de transição ou consolo para resultados melhores. Um urso ou uma manta que o ajude e transmita segurança ao perceber que a mãe não está por perto.

Uma segunda dica é entender e associar, tanto pais como filhos, o sono com o prazer, não com o castigo. Faz parte da nossa rotina diária, dos nossos hábitos e costumes.

Então, no intuito de ter sucesso nessa empreitada, é importante se valer de elementos externos que a criança possa associar na hora do descanso.

Coloque em prática um verdadeiro ritual antes de ir para a cama. O mais comum e efetivo é: banho, história e berço. Por mais besta que possa parecer, transmite segurança para a criança.

Isso é o mais importante na hora de conciliar o sono. Além disso, fortalece ainda mais o vínculo entre adultos e crianças.

No caso hipotético de a criança demorar a dormir, permaneça por perto e fale em tom suave e relaxado para que ela consiga se tranquilizar.

É primordial conseguir acalmá-la sem necessidade de tirá-la do berço. Então, a mensagem que a criança recebe é “posso contar com a minha mãe, mas devo dormir sozinho”.

Não esqueça nunca que o choro nem sempre tem a ver com necessidades emocionais e afetivas. Às vezes, as crianças choram porque estão mal.

Pode ser que doa algo, na verdade, as cólicas são um incômodo muito comum que as fazem passar por maus momentos. Por isso, siga o seu coração e confie plenamente no seu instinto de mãe.

“Nunca existiu um criança tão adorável que a mãe não queira colocar para dormir”

– Anônimo –