Secreções vaginais: o que são e como detectar anormalidades

26 de fevereiro de 2019
As secreções vaginais desempenham um papel importante na saúde da mulher, porque têm uma função natural de autolimpeza dentro da vagina. Além disso, também são importantes na saúde sexual e na função reprodutiva das mulheres.

As secreções vaginais são absolutamente normais nas mulheres e servem para o corpo limpar a vagina e remover as impurezas, bem como as células mortas. De cor clara ou leitosa, geralmente são inodoras e não doem. Você deve saber que a quantidade e a cor variam de acordo com a causa das secreções.

Certamente, as secreções vaginais vêm de diferentes partes da vagina, principalmente das glândulas localizadas no colo do útero. Essas glândulas secretam diariamente um líquido levemente viscoso que flui ao longo da parede da vagina. O líquido carrega consigo qualquer germe presente, mas especialmente as células mortas da vagina.

As secreções vaginais são comuns?

As secreções vaginais são muito comuns em mulheres. Na maioria dos casos, indicam que a vagina é perfeitamente saudável, pois tem um pH ácido que permite que ela se proteja de infecções.

Uma vagina em boa saúde libera regularmente secreções que expelem células mortas e bactérias. Em outras palavras, a maior parte do corrimento vaginal é saudável. Em essência, é um caminho natural para o corpo se proteger.

No entanto, é importante saber que às vezes esses fluidos são um sinal de infecção ou doença. Por essa razão, você deve ser capaz de distinguir entre secreções normais e anormais para garantir o seu bem-estar.

Qual é a quantidade normal de secreções?

A quantidade de secreções vaginais depende principalmente do nível de hormônios. Se você produz muitas secreções vaginais ou se elas têm uma aparência diferente do habitual, vários fatores podem ser a causa:

  • As alterações hormonais podem influenciar a quantidade e o cheiro das secreções.
  • As secreções podem mudar temporariamente sob o efeito do estresse e das emoções, como a excitação sexual.
  • Alguns medicamentos, como antibióticos, corticosteroides e a pílula, também podem alterar a flora vaginal.
  • Infecções vaginais geralmente causam mais secreções do que o normal e, às vezes, provocam uma cor ou um cheiro diferente do habitual.
casal na cama

Causas das secreções vaginais

Existem várias causas que induzem uma mudança nas secreções da sua vagina. As causas mais comuns de alteração do corrimento vaginal são as seguintes:

1. Ovulação

Nessa fase, é normal que as secreções aumentem de volume. Durante a ovulação, elas são mais leves, fibrosas e viscosas. A razão para essa mudança é a necessidade de facilitar a passagem do espermatozoide porque é o momento em que o óvulo deve estar pronto para ser fertilizado.

As secreções vaginais vêm de diferentes partes da vagina, principalmente das glândulas localizadas no colo do útero.

2. Estágio da gravidez e pós-parto

As mulheres grávidas geralmente apresentam um aumento no corrimento vaginal, que também é diferente na aparência. Isso acontece especialmente nas últimas semanas antes do parto, quando as secreções começam a se tornar mais espessas e abundantes.

Após o nascimento da criança, as secreções adquirem um aspecto muito específico. Elas se tornam uma mistura de sangue, pequenos coágulos e do tecido que se destacou do revestimento uterino desenvolvido durante a gravidez.

Com o passar do tempo, as perdas gradualmente se tornam mais aguadas, de cor rosada e, finalmente, são reduzidas completamente.

3. Menopausa

As alterações hormonais que ocorrem no corpo são responsáveis ​​pelas secreções vaginais durante e após a menopausa. No entanto, nessa fase da vida, as perdas começam a diminuir à medida que o nível de estrogênio diminui, na fase final da menopausa.

4. Excitação sexual

A descarga aquosa, clara ou ligeiramente branca é um sinal de excitação sexual. Esse tipo de fluido vaginal é projetado para lubrificar e proteger a vagina durante a relação sexual.

Corrimento vaginal anormal: quando se preocupar?

Se você notar secreções irregulares, com mau cheiro, tonalidade verde ou amarela e acompanhadas de febre, ardor, coceira e formigamento, podem ser alguns dos sintomas que devem causar preocupação.

Nesses casos, pode ser uma infecção ginecológica, como um fungo, um parasita ou uma infecção mais grave que se espalha para o baixo ventre.

Naturalmente, a opinião de um médico ou ginecologista é altamente recomendada. Tenha em mente que algumas infecções podem se espalhar para os cornos uterinos e causar infertilidade.

secreções vaginais

Quais são os sintomas de um corrimento vaginal anormal?

Alguns sinais que podem indicar um corrimento vaginal anormal e uma infecção são:

  • Mudança de cor, consistência e quantidade.
  • Constante aumento nas perdas.
  • Coceira ou desconforto.
  • Queimaduras vaginais durante a micção.
  • Presença de sangue fora do período menstrual.
  • Perda vaginal de consistência semelhante à ricota.
  • Cheiro desagradável acompanhado de corrimento vaginal amarelado, esverdeado ou esbranquiçado.

Por fim, recomendamos que você tente manter uma boa higiene vaginal, optando por um produto suave e sem sabão ou lavando a vagina somente com água. Além disso, durante a menstruação é essencial trocar o absorvente regularmente para evitar qualquer tipo de irritação.