Quando você se sentiu mãe pela primeira vez?

17 Setembro, 2020
Quando você se sentiu mãe pela primeira vez? Continue lendo, pois, mesmo que seja algo muito pessoal, pode ser que você se identifique!

Desde que você se tornou mãe, é provável que já tenha se perguntado quando foi que você se sentiu mãe pela primeira vez, não é mesmo? É diferente para cada mulher, mas a verdade é que este é um momento especial.

Talvez tenha sido quando você viu que o teste de gravidez deu positivo, ou quando você segurou o seu bebê nos braços pela primeira vez ou, então, quando sentiu o primeiro chute.

Quando eu me senti mãe pela primeira vez?

A seguir, vou contar, a partir da minha experiência pessoal de quando me senti mãe pela primeira vez. Certamente, você vai se identificar bastante ao ler alguns desses pontos.

Quando o percebia em mim

Toda vez que olhava para a minha barriga ou sentia os chutes dentro de mim. Toda vez que eu estava cara a cara com o meu filho pela primeira vez, segurando-o nos meus braços.

Foi então que me senti como a mãe de alguém, quando senti a sua pele quente na minha, ao ouvir os seus pequenos, porém poderosos, gritos. Ao olhar e admirar aquele corpo que cresceu dentro do meu.

sentir-se mãe pela primeira vez

Durante a amamentação e as longas noites

Quando eu amamentei pela primeira vez. Quando tropecei, errei e duvidei de mim mesma. O momento em que a amamentação foi estranha na primeira vez, mas maravilhosa ao mesmo tempo. As noites em que eu sabia que mal dormiria porque o meu bebê precisaria de mim… A maternidade não é apenas quando, mas também como.

Quando meu coração se parte

Eu também me senti mãe quando senti que meu coração estava se partindo em mil pedaços. Ele se parte e volta a ficar inteiro novamente, muitas vezes, e sempre pelas mesmas pessoas: meus filhos. Meu coração foi partido pelo medo e pelo amor avassalador ao mesmo tempo.

Quando eu choro até adormecer

Que sensação tão selvagem é essa” Quando choro até adormecer algumas noites ou sinto que às vezes fico sem fôlego por causa das preocupações e dos medos e me sinto assustada, com medo de falhar, com medo de que meus filhos um dia saiam mundo afora sem mim.

Quando eles precisam de mim

Quando eles precisam de mim para trocar as fraldas, pentear o cabelo, amarrar os sapatos… Quando eles precisam que eu me deite ao lado do berço ou leve-os ao banheiro no meio da noite. Quando estou limpando vômito ou catarro.

Quando estou servindo refeições, jogando cartas e saindo em busca de aventuras. Quando eles olham para mim para ajudá-los a descobrir como se divertir ou descobrir o que vão comer no almoço. E quando consigo pensar em uma resposta realmente muito boa.

Quando tenho que cancelar planos

Quando eu não podia fazer algo que queria porque estava grávida. Quando tenho que cancelar planos porque alguém está com febre. Ou quando sou aquela amiga que não pode ficar porque deve priorizar a rotina dos filhos para que eles fiquem bem.

sentir-se mãe pela primeira vez

Quando sinto o amor incondicional

Quando sinto o amor. Quando eles me dão os maiores abraços e os beijos mais descuidados. Quando eles precisam de mim. Quando sou a única que pode curar uma lágrima ou acalmar seus gritos. Quando eles me dizem que eu sou a melhor mãe.

Ser e se sentir mãe…

Ser mãe, sem dúvida, fez com que eu me tornasse uma versão melhor de mim mesma. Meus filhos me ensinaram a amar de coração aberto e a escolher ver o bem das pessoas. A ser feliz mesmo em dias caóticos, que são praticamente todos os dias. A perdoar e a trabalhar duro, para mostrar compaixão, educar, ser amável, ter uma mente aberta, ser humilde…

Cuidar das pessoas me ensinou o verdadeiro desinteresse. Criar uma família com meu parceiro e educar esses filhos juntos me mostrou o verdadeiro significado do amor. O amor é o que mais importa.

Portanto, se me perguntarem: “Quando você se sentiu mãe pela primeira vez?”, direi que também existem muitos pequenos momentos entrelaçados com muitos grandes momentos. No entanto, os campeões são quando:

  • Meus filhos nasceram e testemunhei o milagre da vida saindo de dentro de mim.
  • Ouvi “mamãe” pela primeira vez.
  • Sinto o que apenas as mães podem sentir: energia e cansaço ao mesmo tempo, frustração e espanto, alegria e medo.

Essa mistura de sentimentos não acontece todos os dias. Alguns dias são mais comuns que outros, mas, quando tenho um desses dias, sinto com mais força que sou mãe.

Eu tenho um coração de mãe e sempre estarei pronta para dar tudo dele aos meus filhos. Estou pronta para proteger, pronta para servir e, acima de tudo, pronta para amar com tudo o que o meu amor pode oferecer. E você, quando você se sentiu mãe pela primeira vez?