Ser mãe e ter um cargo de chefia: uma missão possível

· 24 de abril de 2018
Se você é uma dessas mulheres que cuidam da vida profissional e do trabalho de mãe ao mesmo tempo, essas orientações podem ser úteis para você. As melhores alternativas são planejar e dividir tarefas.

Na sociedade moderna, a mulher conquistou um papel que há alguns anos era inimaginável. À custa de muito esforço, o sexo feminino conquistou o mercado de trabalho. Assim, hoje em dia, ver mulheres que são mães e têm cargos de chefia ao mesmo tempo não é algo fora do comum. Como lidar com tantas responsabilidades ao mesmo tempo?

A injustiça do paradigma que deixava as oportunidades de trabalho para os homens relegava as mulheres às tarefas domésticas e ao cuidado com os filhos aos poucos vai ficando para trás.

Algumas mulheres decidem ser donas de casa e dedicar seu tempo à família. E o lado bom disso é exatamente esse: o poder de decisão.

No entanto, ainda existem muitas desigualdades que precisamos erradicar. Por um lado, ainda há um longo caminho a percorrer em relação aos direitos no trabalho e à remuneração. Por outro, ainda persiste a ideia de que é a mãe quem tem mais responsabilidade em relação à criação dos filhos. Isso provoca, frequentemente, um excesso difícil de lidar.

Conselhos para as mulheres que são mães e têm cargos de chefia ao mesmo tempo

Se você quer ter sucesso no seu trabalho sem se descuidar do crescimento dos seus filhos, há alguns aspectos que você deve considerar. Primeiro de tudo, você deve ter consciência de que se você não cuidar de si mesma, a pesada carga que carrega nas costas vai fazer muito mal à sua saúde.

1.- Delegue tarefas

Tanto em casa quanto no escritório é impossível fazer tudo sozinha. Apesar do ditado que diz “se quer algo bem feito, faça você mesmo” ser verdadeiro, ele nem sempre é aplicável. Portanto, você deve coordenar seus funcionários para que cada um se encarregue e cumpra sua função de maneira responsável.

A mesma coisa acontece em casa. Tanto você quanto seu companheiro devem se envolver nas obrigações da paternidade igualitariamente. As mães que têm cargos de chefia devem buscar nos organogramas e no calendário seus melhores aliados.

2.- Saber compensar

Tomando como base a experiência de várias mulheres que são mães e têm cargos de chefia, é provável que em algum momento você vai precisar se concentrar quase exclusivamente no trabalho, na família ou no seu relacionamento.

Nesses casos, você pode adiar tarefas secundárias dos outros âmbitos e se concentrar em fazer aquilo que é indispensável no momento. Em seguida, com o tempo, você vai equilibrando a balança e poderá dedicar tempo ao que deixou de lado. Embora pareça insignificante, essa é uma técnica muito útil.

3.- Planeje com antecedência

Em vez de se deixar levar pelas exigências de cada dia, pare por um momento no final de semana e prepare uma agenda semanal.

Assim, você saberá com antecedência se vai precisar fazer compras, se há algum evento ou reunião escolar ou se alguma data especial, como algum aniversário, a Páscoa ou o Natal se aproxima.

Aplique essa estratégia na sua vida profissional também. Se “um homem precavido vale por dois”, então “uma mulher precavida vale por dez”.

“Ainda persiste a ideia de que é a mãe quem tem mais responsabilidade em relação à criação dos filhos. Isso provoca, frequentemente, um excesso difícil de lidar.”

4.- Aposte em babás ou empregadas domésticas

Às vezes, gastar dinheiro para pagar uma empregada doméstica, uma au pair ou uma babá tem seus benefícios. Assim, os pais podem ficar livres de alguns compromissos pontuais que interrompem a rotina e consomem muito tempo.

Por exemplo, você pode contratar alguém para limpar sua casa uma vez por semana. Assim, ganhará tempo para seus filhos aos sábados e domingos. Paralelamente, uma babá pode ficar responsável por levar seus filhos à escola ou às atividades extracurriculares e também às práticas esportivas.

mulheres que são mães e têm cargos de chefia

5.- Boa predisposição e paciência

Qualquer pessoa pode ter um dia ruim, tanto em casa quanto no trabalho. No entanto, e por mais difícil que pareça, você deve tentar não deixar que isso afete seu dia.

Se você está mal por alguma coisa que aconteceu no trabalho, tente não demonstrar na presença dos seus filhos. Eles podem se sentir culpados com o que aconteceu ou podem interpretar que “atrapalham” sua vida.

As mulheres que são mães e têm cargos de chefia ao mesmo tempo também devem prestar atenção para que não ocorra o oposto. Ou seja, o rendimento no trabalho não pode ser influenciado por uma discussão com o parceiro ou um problema pontual com o filho. Por razões óbvias, no entanto, isso é muito difícil de ser feito.

“Se ‘um homem precavido vale por dois’, então ‘uma mulher precavida vale por dez’”

Como conclusão, podemos afirmar que ser mãe e ter um cargo de chefia ao mesmo tempo é algo possível e que muitas mulheres são bem-sucedidas nesse desafio. Dessa maneira, é necessário defender esse direito de escolha.

Não desista perante um problema e encare cada dia como um desafio, uma chance de ser feliz e de realizar seus sonhos. Ocasionalmente, é claro, aperte o botão “pausar” e dedique-se completamente a aquilo que te faz feliz: passatempos, férias, filhos ou família. Há tempo para tudo! Só é preciso saber aproveitar!