Sharenting: a exposição excessiva dos filhos nas redes sociais

· 24 de janeiro de 2018

A exposição em excesso que os pais de hoje em dia fazem dos seus filhos nas redes sociais recebe o nome de sharenting. Embora nem sempre aconteça, não devemos ignorar os perigos associados ao uso da Internet e das redes sociais.

Você gosta de postar fotos dos seus filhos nas redes sociais? Você sabe quem pode ver essas fotos ou para que elas podem ser usadas? Se você não está a par do que é o sharenting, continue lendo esse artigo.

A exposição em excesso que os pais de hoje em dia fazem dos seus filhos nas redes sociais é chamada de sharenting. Ao compartilhar toda a nossa vida através desses novos meios de comunicação, é quase obrigatório mostrar os filhos aos outros nessas plataformas.

Onde está o problema? As crianças dessa idade são protegidas por lei. Mas expor nossos pequenos em excesso nas redes sociais pode trazer problemas. Não sabemos quem vê essas imagens, para que elas podem ser usadas ou até qual ponto colocamos em perigo a vida de crianças que não pediram para serem expostas dessa maneira.

O que é o sharenting?

No começo dos anos 2000, com o auge das redes sociais para nos conectar com o mundo todo praticamente em tempo real, esse vocábulo começou a se popularizar.

Esse termo reúne duas palavras:

  • Share, que significa “compartilhar” em inglês.
  • E parenting, que é um termo ligado à função de ser mãe ou pai.

Contar o dia a dia das crianças nas redes sociais se tornou algo considerado normal. Sempre vimos fotos das crianças, das famílias e dos amigos. Mas a realidade das redes sociais modificou esse hábito. Agora, publicar no facebook, no instagram o no twitter permite que amigos, conhecidos e amigos de conhecidos ou todo mundo possa ver nossos filhos. Essa é a realidade que encaramos hoje.

exposição em excesso

Consequências do sharenting

Frente a isso, não podemos ficar paralisados de medo. Nem todas as crianças estão em perigo nem ninguém pode proibir você de postar fotos dos seus pequenos.

Contudo, é verdade que os perigos nas redes sociais existem e os menores de idade não estão suficientemente formados para enfrentar as consequências da exposição a um mundo completo de espectadores de todos os tipos. Os casos de assédio escolar ou sexual envolvendo menores crescem dia após dia e isso deveria ser motivo de preocupação para os pais.

“Não podemos querer ensinar nossos filhos a terem cuidado ao usar as redes sociais enquanto nós mesmos somos os primeiros a mostrar o dia a dia deles quando ainda nem eram conscientes disso”

Veja a seguir algumas das consequências que, em curto e longo prazo, o sharenting pode acarretar.

  • Exposição dos filhos a pessoas com más intenções. Infelizmente essas pessoas existem e é melhor evitar que nossos filhos sejam alvo da atenção delas.
  • Seus filhos vão crescer e, provavelmente, podem sentir vergonha de algumas fotos ou vídeos publicados sem o consentimento deles. Ninguém gosta que o mundo todo saiba de certas situações que podem ser vergonhosas para a pessoa.
  • O ensinamento que você passa aos seus filhos sobre o uso das redes sociais pode não ser a mais adequada. Pergunte-se o que eles vão aprender se você mostrar desde a infância esse modelo de exposição em excesso.
exposição em excesso

Conselhos para evitar o sharenting

Aqui vão alguns conselhos para evitar disseminar informação pessoal em excesso nas redes sociais.

  • Tente não dar informações sobre a rotina dos seus filhos. Não publique dados sobre onde vocês vivem ou onde realizam atividades extracurriculares.
  • Não publique fotografias dos seus filhos sem ou com pouca roupa. Apesar desse conselho parecer lógico, fotos na praia ou na piscina mostram nossos filhos em trajes de banho e não temos como saber qual uso outras pessoas podem dar a essas imagens.
  • Publique somente fotos com roupas sem identificação. Com “sem identificação”, queremos dizer para você não publicar fotos dos seus filhos usando uniforme da escola, por exemplo. Pois, dessa forma, é muito fácil identificar qual escola eles frequentam.
  • Não facilite números de registro, informações do endereço da sua casa ou qualquer outro dado que possa ser pessoal sobre a sua família.

É difícil pensar que alguma coisa ruim possa acontecer. Mas nunca é demais tomar algumas precauções para poder continuar desfrutando das redes sociais com responsabilidade. Lembre-se de que, se você tiver alguma dúvida, é melhor escolher a prevenção do que a exposição em excesso.