A síndrome do bebê sacudido

20 de junho de 2020
A síndrome do bebê sacudido é uma forma muito comum de abuso infantil. É importante conhecer os seus riscos e estar atenta a quaisquer sinais.

A síndrome do bebê sacudido é uma das formas mais frequentes de abuso infantil. Consiste em lesões cerebrais que ocorrem nos bebês quando eles são sacudidos enquanto são segurados pelo tórax. É um indicador de violência física contra a criança e pode produzir sequelas graves ou até mesmo a morte.

Neste artigo, vamos apresentar os dados básicos sobre essa síndrome.

O que é a síndrome do bebê sacudido?

A síndrome do bebê sacudido consiste em uma série de lesões cerebrais que ocorrem nos bebês quando eles são sacudidos de forma violenta. É um indicador de que a criança sofreu abuso físico. Isso ocorre porque os músculos do pescoço dos bebês ainda não estão completamente desenvolvidos, e eles geralmente têm dificuldade para sustentar a cabeça adequadamente.

Devemos ter em mente que, às vezes, mesmo que essa não seja a intenção do cuidador, a simples força de um adulto e a diferença de tamanho são suficientes para causar lesões em um bebê pequeno.

O que acontece é que, ao sacudir a criança violentamente, a cabeça dela se move de forma descontrolada em todas as direções. Isso faz com que o cérebro do bebê dentro do crânio se choque contra os ossos duros ao seu redor.

A síndrome do bebê sacudido

Assim, ocorrem lesões nos neurônios, ou seja, nas células do cérebro, que podem ser reversíveis ou irreversíveis. Isso também pode levar a hemorragias cerebrais e a lesões ocularesSacudir uma criança pode até mesmo causar a sua morte.

Sintomas

Alguns dos sintomas que podem ocorrer quando um bebê é sacudido de forma brusca são:

  • Nervosismo ou agitação.
  • Sonolência.
  • Irritabilidade.
  • Recusa de alimentos, vômitos, náusea…
  • Dificuldade para respirar.
  • Convulsões.
  • Cegueira.
  • Paralisia.
  • Coma, nos casos mais graves.

Os sintomas podem não ser percebidos imediatamente após a lesão. No entanto, se houver gravidade suficiente, com o passar das horas os sintomas acima mencionados começarão a aparecer.

Quais são as sequelas?

Uma em cada dez crianças que sofrem esse tipo de lesão acaba falecendo. Das que sobrevivem, até 50% ficam com sequelas graves e irreversíveisAlgumas dessas sequelas podem incluir cegueira, paralisia cerebral, atraso mental, epilepsia, dificuldades de linguagem

A síndrome do bebê sacudido

Como prevenir a síndrome do bebê sacudido?

Se há outras pessoas que ajudam no cuidado do seu bebê, certifique-se de que elas conheçam os perigos desse tipo de lesão. Se, por outro lado, você suspeita que um bebê possa estar sofrendo algum tipo de abuso, é muito importante procurar ajuda e agir de acordo.

Às vezes, quando um bebê chora durante um longo tempo, sem nenhuma causa aparente, é comum que os cuidadores fiquem à beira de um ataque de nervos.

No entanto, é necessário sempre ter em mente como isso pode ser perigoso, bem como as consequências que podem surgir a partir de um comportamento descontrolado de um cuidador adulto.

Existem cursos de capacitação para os pais que podem ajudar a entender porque um bebê chora e como lidar com essas situações. Se você é pai ou cuidador e às vezes tem problemas para controlar as suas emoções, não deixe de procurar um especialista para obter ajuda.

Em resumo…

Nunca se esqueça de como os bebês são frágeis! É necessário ter um cuidado especial com eles e sempre prestar atenção a possíveis sinais de qualquer tipo de abuso. Portanto, em caso de suspeita de abuso infantil ou de dificuldade para controlar as suas emoções em relação a uma criança, sempre procure ajuda profissional.