Síndrome de FOMO em adolescentes

· 1 de fevereiro de 2019
O que é a síndrome de FOMO? Saiba o que é e como você pode ajudar seu filho adolescente nessa situação.

A síndrome de FOMO recebe o nome da frase em inglês “Fear Of Missing Out”, que significa “medo de perder algo”. É uma condição que pode ocorrer em pessoas de qualquer idade. No entanto, atualmente afeta muitos adolescentes e crianças. Refere-se ao medo de não participar das atividades sociais do seu círculo.

As mudanças físicas e relacionais que as crianças dessas idades experimentam tornam suas inseguranças mais evidentes.

Todo esse processo se torna mais complexo se levarmos em conta que vivemos na sociedade da informação. A popularidade e aceitação de uma pessoa é medida pelo número de seguidores que ele tem na internet.

Como a síndrome do FOMO afeta adolescentes?

A principal consequência dessa síndrome é que os jovens sentem que têm baixo status social. Como resultado, experimentam ansiedade, estresse e um sentimento de inferioridade que pode ser difícil de controlar e até detectar.

Outros efeitos da síndrome do FOMO são:

  • O desejo compulsivo de interagir através de redes sociais e publicar fotografias de cada lugar e atividade. Além disso, há um interesse excessivo em ver como os outros reagem às publicações. Mais horas são gastas online do que interagindo na vida real.
  • Em casos graves da síndrome, pode haver uma insatisfação extrema que causa problemas de saúde física e mental. Mudanças súbitas de humor, sensação de solidão e baixa autoestima começam a ocorrer. A mistura de todos esses fatores facilmente se torna uma depressão difícil de lidar.
adolescentes fazem selfie

  • A percepção da realidade é distorcida por ficar conectado o tempo todo. Visualizar um perfil em uma rede social é como assistir à pré-visualização de um filme no qual apenas as cenas que chamam a atenção são colocadas.
    • Assim, os adolescentes acabam idealizando pessoas e situações que, para eles, são dignas de admiração.
  • Outro aspecto perigoso que pode ser desencadeado por essa síndrome é a perda de privacidadeO desejo de um adolescente de obter seguidores, “curtidas” e respostas de seus contatos pode colocá-lo em risco. É comum que os jovens não usem as opções de segurança para serem mais visíveis em uma rede social.

E mais…

A mudança na percepção da autoimagem, a inveja, o ciúme entre parceiros, o julgamento para com os demais, a diminuição da concentração e a tendência de querer superar os outros também são atitudes que resultam desse distúrbio.

“FOMO (medo de perder algo), é uma fobia que o mundo virtual criou, um medo de não fazer parte de experiências gratificantes para outras pessoas”

-Doutor José Alejandro Medina-

Dicas para enfrentar a síndrome de FOMO

Se o adolescente tiver essa condição, você pode ajudá-lo mostrando outras perspectivas das situações. Essa ação é conhecida como ressignificar e sua função é modificar padrões de pensamentos negativos.  Além disso, é aconselhável:

Acompanhar as ações negativas

Uma boa maneira de conseguir isso é anotar sentimentos negativos em um diário para descobrir com que frequência surgem. 

Dessa forma, situações que desencadeiam ansiedade e despertam comportamentos prejudiciais podem ser identificadas.

Síndrome de FOMO

Controlar o uso da tecnologia

Propor um hobby e estimular um talento é vital para promover a interação real de crianças e adolescentes.

A informação não filtrada que os jovens recebem das redes sociais é uma das principais causas de FOMO. Não é ruim que eles sejam ativos online, desde que tenham outros hobbies focados na realidade.

Praticar técnicas de atenção plena (mindfulness)

Esses exercícios ajudam as pessoas a se concentrarem no que estão fazendo.

Quando o estado de plenitude mental é alcançado, o cérebro se concentra em cada atividade. Não há tempo para acomodar o estresse e a ansiedade.

Ajudar na conscientização da separação entre a vida real e o mundo das redes sociais

Os adolescentes devem saber que fotos de viagens e festas de suas celebridades favoritas não revelam uma vida perfeita. Como qualquer ser humano, elas também passam muitas noites na cama assistindo a uma série ou em festas familiares.

É difícil ser adolescente na sociedade atual, na qual cada experiência é digitalizada e publicada. Portanto, é importante que você acompanhe seus filhos no desenvolvimento de sua personalidade e na tolerância à frustração

Com bases apropriadas, as desvantagens serão menores e você contribuirá para a formação de um adulto saudável e socialmente qualificado.

  • Przybylski, A. K., Murayama, K., Dehaan, C. R., & Gladwell, V. (2013). Motivational, emotional, and behavioral correlates of fear of missing out. Computers in Human Behavior. https://doi.org/10.1016/j.chb.2013.02.014
  • Beyens, I., Frison, E., & Eggermont, S. (2016). “I don’t want to miss a thing”: Adolescents’ fear of missing out and its relationship to adolescents’ social needs, Facebook use, and Facebook related stress. Computers in Human Behavior. https://doi.org/10.1016/j.chb.2016.05.083