Sintomas para saber se seu filho é celíaco

19 de março de 2017

Quando os bebês iniciam a alimentação complementar alguns começam a se sentir mal e a não tolerar certos alimentos. Por isso, é muito importante que possamos distinguir quais são os sintomas para saber o mais rápido possível se nosso filho é celíaco ou não.

A doença celíaca é uma intolerância permanente ao glúten, que é uma proteína que se encontra na maioria dos cereais como o trigo, centeio ou aveia. Quando se diagnostica uma criança com intolerância ao glúten qualquer produto que contenha estes cereais deve ser evitado.

Você deve saber também que existem cereais isentos de glúten, como o milho, o arroz e o sorgo. Estes cereais podem ser consumidos pelas crianças com intolerância ao glúten e geralmente são os primeiros a serem incluídos em sua alimentação.

celíaco

Detectar que uma criança é celíaca

Costuma-se detectar uma criança celíaca quando se inicia a alimentação complementar e começam a ser introduzidos na dieta alimentos além do leite. Um destes alimentos são as papinhas de cereais, que geralmente são usadas como o primeiro alimento sólido. Primeiro se inicia com as papinhas sem glúten e depois são apresentadas as com glúten.

A intolerância ao glúten pode ser detectada em qualquer idade, mas se costuma notar entre os 6 meses e os dois anos,  normalmente aos dois ou três meses depois do consumo do glúten. Às vezes muitos adultos percebem que são intolerantes ao glúten quando seus filhos são diagnosticados.

Deve-se ter em conta que não costuma ser uma reação imediata, como ocorre com as alergias como as do ovo, ou dos frutos secos, mas sim lentamente. Uma vez detectado que uma pessoa é celíaca, ela tem que deixar de consumir glúten pelo resto da vida.

Se você acha que seu filho pode ser celíaco o melhor é procurar um pediatra para que diagnostique a doença. A intolerância ao glúten não é uma alergia ao glúten. O médico dirá também o que fazer caso seu filho seja celíaco. É importante que se façam os exames e lhe deem um diagnóstico seguro porque os sintomas podem ser parecidos com o de outras doenças.

celíaco

Os sintomas

As crianças podem apresentar diferentes sintomas, mas os mais comuns são as náuseas, vômitos, diarreias, baixo peso ou problemas de crescimento, entre outros. Seu pediatra com certeza fará os exames para detectar a doença se você falar sobre alguns desses sintomas, que são os mais comuns.

Também quando se produz a intolerância ao glúten acontece uma má absorção intestinal dos nutrientes e podem ocorrer outros sintomas diferentes como o cansaço, coceiras na pele, sangramento nasal, cãibras ou intolerância à lactose.

As crianças celíacas tem que evitar os alimentos que contenham glúten. Por este motivo você terá que observar sempre os rótulos dos produtos quando fizer suas compras no supermercado.

Há alguns anos era muito complicado encontrar produtos sem glúten, mas atualmente vários alimentos incluem o aviso de produtos sem glúten. Também existem algumas marcas especializadas em produtos sem glúten. Usando a Internet você também poderá contatar com pais de crianças com intolerância ao glúten para trocar opiniões e esclarecer dúvidas.

Se algum dos pais dessas crianças também tem intolerância ao glúten, para os especialistas pode existir uma predisposição genética a que seus filhos sejam celíacos e seria bom fazer os exames também nos irmãos, para saber se são intolerantes.

O que fazer se meu filho é celíaco

O mais importante é que se o pediatra confirmou que seu filho é celíaco, não comece uma tragédia com essa condição. Pense que o melhor é que tenha sido detectado cedo para que possa evitar os alimentos com glúten e nunca mais ter problemas com isso.

Hoje em dia existe muita oferta no mercado de produtos isentos de glúten, inclusive pizzas, tortas ou biscoitos e inclusive você poderá fazer comidas em casa. Agora, você tem que se lembrar de avisar à cantina do colégio e familiares e amigos quando estejam com ele em lanches ou aniversários.

O melhor é que a própria criança vá se conscientizando dos produtos que pode ou não comer  e se acostume a olhar os rótulos quando se trate de um novo alimento. Na atualidade existem muitas crianças que tem na infância detectada a intolerância ao glúten e que vivem uma vida totalmente normal.