Sol, inimigo ou aliado da pele do bebê?

· 21 de agosto de 2018
Neste artigo, vamos contar se tomar sol é benéfico ou não para o seu bebê. Continue com a gente!

Já foi dito de tudo sobre o astro rei do Sistema Solar. Uma delas é que pode causar graves danos, mas que também traz múltiplos benefícios para o ser humano. Sendo assim, o sol é inimigo ou aliado da pele do bebê?

Nós, mães, sempre queremos cuidar do bem-estar de nosso filho. Tomamos o cuidado de mantê-los o mais saudável possível e, nesse processo, estão envolvidos muitos fatores. Incluindo as dezenas de conselhos e recomendações que recebemos, especialmente se somos mães de primeira viagem.

Neste ponto, existe um dilema acerca do sol e seus efeitos sobre a pele do bebê. É por isso que sempre devemos tomar medidas preventivas e consultar um médico. Especialistas dizem que, na medida certa, o sol é um aliado para uma criança. Mas tomar sol de forma indiscriminada e sem o cuidado adequado pode transformá-lo em um inimigo.

Embora a pele precise de suas vitaminas, o sol pode desencadear graves consequências para a saúde do seu bebê se você não supervisionar o período tempo em que a pele fica exposta. Pediatras, dermatologistas e outros conhecedores sobre o assunto concordam que a pele de um bebê é especialmente delicada. Por isso, é precisa ter especial atenção e cuidado.

Os raios do sol não causarão danos se você souber exatamente como se expor

Por que o sol é um aliado para os bebês?

pele do bebê

É aconselhável não expor a pele do bebê diretamente ao sol, pois pode causar queimaduras. No princípio, embora possam parecer imperceptíveis, causam terrível desconforto e até lesões muito prejudiciais para a criança.

O que os especialistas sugerem é proporcionar ao bebê “banhos de sol”, que são exposições controladas em um momento apropriado, por um tempo calculado e em condições adequadas para o seu devido aproveitamento.

O sol está longe de ser um inimigo da pele do bebê se for a exposição ocorrer de maneira correta e nos momentos oportunos

Os chamados banhos de sol têm sido, desde o início dos tempos, uma ferramenta para curar e prevenir algumas doenças, pois o sol é uma fonte natural de vitamina D que ajuda o organismo a absorver os minerais que favorecem o desenvolvimento de ossos e dentes.

O sol também ajuda a fortalecer o sistema imunológico e contribui para revitalizar o sistema digestivo. Além disso, produz efeitos positivos sobre o sistema nervoso central e os músculos do corpo.

Sabe-se que um pouco de sol diário pode ajudar a aliviar um resfriado comum, além de contribui para a cura de outras doenças, tais como a tuberculose, o raquitismo e a prevenção da icterícia.

Como tomar um banho de sol corretamente com seu bebê

pele do bebê

A seguir você, encontrará algumas indicações para expor seu bebê ao sol de forma adequada:

  • Não exponha a criança diretamente aos raios ultravioletas. A exposição da criança ao sol deve ocorrer em um lugar da casa em que não haja corrente de vento e no qual a luz entre através de uma janela.
  • Sobre as roupas. Quando o bebê receber o banho de luz solar, ele deve estar usando pouca roupa. O ideal é cobrir seus órgãos genitais, assim pode deixar o pequeno de fralda.
  • Prepare uma cadeira, uma mesa ou um lugar seguro para que ele possa receber o banho.
  • Cuide dos olhos. Não deixe que os raios solares cheguem diretamente até a vista do bebê. O ideal é cobrir os olhos com um pano ou uma toalha.
  • O melhor horário. O momento perfeito para o banho de sol do seu pequeno é antes das dez horas da manhã e depois das cinco horas da tarde. Nesses horários, os raios do sol não são prejudiciais à pele.
  • Tempo de exposição. O aconselhável é fazer dos banhos uma rotina que não leve mais de dez minutos por dia. Expor o bebê por mais tempo pode causar irritações e complicações para a pele. Cinco minutos virados para cima e cinco minutos virados para baixo são mais do que suficientes.
  • Temperatura do ambiente. Se houver um calor excessivo ou ventos muito fortes, não exponha seu bebê ao sol para evitar que sufoque ou pegue um resfriado.
  • Na praia ou em locais onde os raios do sol são muito fortes, é essencial proteger o pequeno com um guarda-sol.

Seguindo esses conselhos, o sol será um aliado e não um inimigo para a pele do seu filho.