Toxoplasmose e gravidez: o que é verdade e o que é mentira?

23 Agosto, 2018
Futura mamãe, se você é uma pessoa que adora gatos, é possível que tenha ouvido da toxoplasmose e de seus supostos perigos na gravidez. Mas é importante que você saiba que é praticamente impossível que seu felino te transmita a doença. A seguir contaremos o porquê.

Se você está esperando um bebê e tem um gato, é possível que fique angustiada porque a toxoplasmose e a gravidez formam uma péssima combinação. Essa doença pode causar malformações e também comprometer a vida do futuro bebê.

Entretanto, os gatos não são os culpados disso, já que a infecção é causada por um parasita chamado Toxoplasma gondii, que permanece no organismo das pessoas ou dos animais sem manifestar nenhum sintoma.

Muitos estudos demonstram que a principal fonte de infecção das pessoas é a ingestão dos cistos do parasita na carne crua ou mal cozida, nos embutidos, nos ovos crus, nas verduras ou nas frutas mal lavadas ou, ainda, estar em contato direto com as fezes dos gatos.

É comum que pessoas não tão bem informadas sobre este tema apontem os gatos como os principais causadores dessa doença. Essa informação equivocada deve ser esclarecida para a sociedade em geral, a fim de evitar o abandono desses lindos animais, que não têm culpa.

O que é verdade e o que é mito?

a toxoplasmose

Não há com o que se preocupar, querida mamãe. Sabemos que você adora seu gatinho e o abandono não é uma opção. Para isso, vamos esclarecer suas dúvidas, dizendo o que é verdadeiro e o que é falso para que o convívio com seu animal de estimação seja normal e sem preocupações.

As grávidas não podem ter gatos: falso

A única forma que seu felino pode transmitir a toxoplasmose para você é por meio da manipulação de suas fezes, seguida da ausência da devida higienização das mãos.

Os animais de estimação são as únicas fontes de contágio: falso

Como já dissemos anteriormente, as principais fontes de transmissão desta doença é o consumo de alimentos crus e mal lavados.

É uma doença que ataca exclusivamente as mulheres: falso

Tanto mulheres de meia-idade, quanto crianças, homens e idosos podem contrair a toxoplasmose.

Se a infecção é gerada na mãe muito antes de ficar grávida, o bebê não corre risco: verdadeiro

Muitos médicos garantem que logo após contrair a doença e realizar o tratamento, recomenda-se deixar passar seis meses para ficar grávida, a fim de que a toxoplasmose não afete o bebê.

Se estou grávida devo evitar cuidar do jardim e plantar flores: verdadeiro

No chão, e sob a terra, costumam existir muitos parasitas. Assim, não é recomendável realizar jardinagem ou outra atividade similar. E se você não puder deixar essa atividade de lado, pelo menos deve lavar bem as mãos logo após manipular as plantas.

Os gatos que não contraíram toxoplasmose não transmitem a doença: verdadeiro

Muitas mulheres acreditam, equivocadamente, que ao estar em contato com um gato, estando grávida, podem se contrair a doença imediatamente. A verdade é que não funciona dessa maneira. O problema é a manipulação incorreta da caixinha da areia do gato.

O gato se contamina em um período de 3 a 20 dias. Em seguida, libera o parasita através das fezes durante um mês. Se depois o animal se contaminar novamente, não vai mais liberar parasitas

Como evitar o contágio de toxoplasmose em uma mulher grávida?

a toxoplasmose

Não é conveniente ficar obcecada, traumatizada e não querer ficar perto de seu gatinho ou dar atenção para ele. O importante é se informar sobre as coisas que você precisa evitar para não contrair a toxoplasmose e prejudicar seu bebê. É por esse motivo que a seguir vamos te oferecer algumas dicas:

  • Não alimente seu gatinho com alimentos crus durante sua gestação
  • Lave todas as frutas e verduras antes de consumir
  • Lave as mãos com muito sabão depois de limpar a caixa de areia de seu animal de estimação. Se outra pessoa puder fazer esse trabalho, é ainda melhor. Assim, a possibilidade de contágio é nula
  • Mantenha o gato dentro de casa para impedir que ele saia caçar pássaros ou roedores
  • Utilize luvas ao trabalhar no jardim
  • Evite comer carnes cruas ou pouco cozidas.

Se você tem um gato em casa e está lendo este artigo é porque provavelmente você ama e valoriza a presença do bichinho. Sendo assim, é importante saber que os gatos são animais que dão muito amor. Portanto, devemos eliminar a falsa crença que esses lindos bichinhos são só fonte de doenças.