3 benefícios da maçã para crianças

Você sabe por que é aconselhável incorporar a maçã na alimentação das crianças? Descubra tudo neste artigo.
3 benefícios da maçã para crianças

Última atualização: 27 Outubro, 2021

Você sabia que 2021 é o ano internacional das frutas e dos vegetais? Esses alimentos são saudáveis e essenciais para a saúde, mas o consumo pelas crianças não atinge as 5 porções diárias recomendadas. Embora todos sejam igualmente benéficos, vamos nos concentrar na ingestão da maçã pelas crianças.

Por que a maçã é tão importante na dieta das crianças?

A maçã é extremamente popular. Não apenas porque é encontrada em qualquer lugar do mundo, mas também porque está disponível durante todo o ano. Por isso, é a segunda fruta mais consumida do planeta.

No caso das crianças, a maçã é sempre uma boa opção e não por acaso é uma das primeiras opções para iniciar a alimentação complementar.

Seus benefícios são inúmeros, mas vamos compartilhar os mais importantes:

  • Não requer preparo: basta lavar a fruta e oferecê-la nas diferentes apresentações, dependendo da idade da criança.
  • É um alimento de fácil digestão, pois a água compõe 85% de sua estrutura e possui uma quantidade abundante de fibras.
  • Graças às suas fibras e ao seu elevado teor de frutose (açúcar), é um alimento satisfatório.
  • Contém uma grande quantidade de vitaminas e minerais, como potássio, magnésio, cálcio e vitaminas C e A.
  • É constituída por diversos polifenóis (substâncias antioxidantes), que lhe conferem cores, sabores e texturas características.

Todas essas propriedades ajudam a proteger a saúde das crianças e a prevenir alguns problemas de saúde, como os que você verá a seguir.

Menina comendo uma maçã como um lanche.

1. Diminui a frequência das doenças intestinais

Como mencionamos, a maçã é uma fonte de fibra. Especificamente, a pectina, que é um composto muito solúvel que é benéfico para a microbiota intestinal. É encontrada principalmente na casca da fruta, entrelaçada com a celulose.

A ingestão de fibras é a chave para evitar a prisão de ventre e reduzir o risco de câncer de cólon. Além disso, previne o aparecimento de doenças inflamatórias intestinais e o desenvolvimento de divertículos.

Para poder oferecê-la às crianças, é aconselhável assar as maçãs com a pele no forno. Isso facilita a liberação da pectina da celulose, favorece sua absorção e facilita a digestão dos alimentos. Por esse motivo, é muito útil no alívio dos sintomas da gastroenterite.

No caso de crianças mais velhas, também podem ser oferecidas cruas e devidamente lavadas. Segundo estudo japonês publicado na Anaerobe, os benefícios para a microbiota são semelhantes aos de frutas cozidas.

Duas semanas após o início do consumo dessa fruta, mudanças positivas já podem ser observadas na flora intestinal.

2. Reduz o risco de diabetes e obesidade

Os cientistas dizem que consumir maçã ou pera diariamente reduz o risco de diabetes tipo 2. Quanto mais frutas ingeridas por semana, maior o benefício.

O consumo de maçã ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue, graças ao efeito antioxidante e anti-inflamatório dos polifenóis. Além disso, a pectina acelera o trânsito intestinal e retarda a absorção dos açúcares da maçã.

No caso de crianças com excesso de peso, esse alimento ajuda a perder peso e a reduzir o acúmulo de gordura, graças ao seu alto teor de fibras. Por sua vez, os polifenóis promovem o metabolismo dos lipídios (gorduras) e reduzem o estado de distensão abdominal, característico da obesidade.

3. Previne doenças cardiovasculares

Outro benefício da maçã para crianças é que ela ajuda a reduzir o risco cardiovascular no futuro, como indica um estudo publicado na revista Nutrients.

O consumo de maçã reduz os níveis sanguíneos de colesterol LDL e triglicerídeos, graças à ação dos componentes da casca da fruta.

tigela de folhas verdes-maçã puras

Ingestão de frutas na dieta infantil

Em suma, manter o hábito de comer uma maçã todos os dias é uma boa estratégia para melhorar a saúde das crianças.

Lembre-se de que a melhor forma de oferecê-la é crua e com pele, mas no caso das crianças menores pode-se optar por assá-la com canela e limão, ou amassá-la e oferecê-la como purê. Você também pode adicioná-la a um pão de ló ou cortá-la em lâminas e dourar no forno, como se fossem chips.

Por fim, lembre-se de comer maçã você também, pois as crianças aprendem por imitação. Ofereça sem forçar e experimente várias vezes! Deixe seu filho experimentar todas as variedades até encontrar aquela que mais gosta.

Você está pronta para a mudança? Nunca é tarde demais para ensinar bons hábitos saudáveis aos seus filhos.

Pode interessar a você...
Receitas com frutas para crianças
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Receitas com frutas para crianças

A seguir, vamos apresentar uma grande variedade de receitas com frutas para crianças. Certamente, elas vão gostar de prepará-las com você e comê-la...



  • FAO. Año internacional de las frutas y las verduras. [Internet] Disponible en: http://www.fao.org/fruits-vegetables-2021/es/ 
  • O’Neil, C E; Nicklas, T A; Fulgoni, V L (2015) Consumption of apples is associated with a better diet quality and reduced risk of obesity in children: National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES) 2003-2010. Nutr J, 4:48. 
  • Sinohara, K; Kawasumi, K; Terada, A; Fijisawa (2010) Effect of apple intake on fecal microbiota and metabolites in humans. Anaerobe, 16(5): 510-15.  
  • Masumoto, S; Terao, A; Yamamoto, Y; Mukai, T; Miura, T; Shoji, T (2016) Non-absorbable apple procyanidins prevent obesity associated with gut microbial and metabolomic changes. Sci Rep, 6: 31208. 
  • Dreher, M L (2018) Whole Fruits and Fruit Fiber Emerging Health Effects. Nutrients, 10 (12): 1833. 
  • Guo, X; Yang, B; Tang, J; Jiang, J; Li, D (2017) Apple and pear consumption and type 2 diabetes mellitus risk: a meta-analysis of prospective cohort studies. Food Funct, 8(3): 927-34. 
  • Zhao, C; Meng, X; Li, Y; Li, S; Liu, Q; Tang, G; Li, H (2017) Fruits for Prevention and Treatment of Cardiovascular Diseases. Nutrients, 9(6): 598.