Tudo sobre afasia em crianças

· 8 de janeiro de 2018

Tudo o que você precisa saber sobre afasia em crianças

Afasia em crianças é uma condição na qual o desenvolvimento comunicativo da criança é anormalmente baixo para sua idade. Sendo muito comum a confusão com outras doenças, tais como o autismo, a síndrome de Asperger, etc.

No entanto, a verificação dos sintomas a fundo por um profissional pode diferenciar a afasia de outras doenças dentro do espectro de distúrbios que afetam ou modificam os comportamentos envolvidos na comunicação.

Tipos e quadro clínico da afasia em crianças

Afasia expressiva

Crianças com este tipo de afasia entendem a linguagem auditiva, sendo totalmente capazes de receber e executar instruções de acordo com a idade.

No entanto, têm pouca ou nenhuma capacidade de reproduzir sons e, consequentemente, produzir linguagem vocal, o que pode ser estendido também à dificuldade para gerar a linguagem escrita em crianças cuja afasia apareceu quando já tinham adquirido as habilidades de leitura e escrita. Este último caso é o mais comum quando sua origem advém de traumatismos cranianos.

É muito comum que essas crianças se comuniquem com seus pais ou outros adultos por meio de sinais e gestos.  Mesmo assim, podem apresentar inibição para falar, confundida com timidez ou mutismo seletivo, condição que pode derivar de experiências de frustração anteriores ao tentar evocar a linguagem auditiva.

Afasia receptiva

Podem imitar sons, mas isso é limitado porque sua incapacidade (ao contrário da afasia em crianças de tipo expressiva) reside em que, ainda que possam escutar e também entender a linguagem escrita, as crianças com afasia receptiva têm pouca ou nenhuma capacidade de entender o que está lendo ou escutando.

Afasia anômica

Nesta forma de afasia, as crianças conseguem entender as palavras, assim como executar a fala de orações. No entanto, as crianças com afasia deste tipo têm extrema dificuldade para encontrar palavras adequadas para uma comunicação adequada, bem como inconsistências perceptíveis ao formular palavras e frases.

Isso é denotado na afasia anômica em um catálogo bastante limitado de palavras, bem como no uso indevido de palavras e numa construção semântica errônea. Isso leva a um uso da linguagem que vai do nível dedutível no significado até o incoerente para o interlocutor.

Afasia global

Trata-se de um tipo de afasia mais grave. Uma forma aguda desta condição que afeta todas as capacidades de comunicação e compreensão.

Crianças com afasia global não contam com habilidades para entender a linguagem auditiva e escrita. Também não conseguem executar a linguagem vocal, ou seja, produzir sons. Além de não ter a capacidade de imitar a articulação das palavras.

Causas da afasia em crianças

A afasia advém de danos no cérebro na área onde a linguagem é processada. São muitas as causas, desde contusões cerebrais até doenças como parasitoses no cérebro, tumores cerebrais, meningite, epilepsia, etc.

Quando é impossível determinar uma causa clara de afasia, ela é referida como disfasia.

Crianças com afasia, problemas de comunicação e compreensão

Como tratar a afasia em crianças?

Algumas afasias podem ser passageiras e são resolvidas sem a necessidade de tratamento. Para uma afasia persistente e de sintomas mais agudos, o tratamento acontece por meio da reabilitação das habilidades linguísticas, aproveitando a neuroplasticidade natural do cérebro.

A reabilitação cognitiva, mais especificamente na identificação e na execução da linguagem, é realizada por dinâmicas de treinamento baseadas na discriminação de sons. Assim como exercícios de discriminação gestual, treinamento de evocação de sons e treinamento buco-facial.

Nas fases finais da reabilitação, são realizadas atividades mais claramente educativas. Principalmente com o uso de desenhos e textos em dinâmicas que treinam as habilidades em termos de semântica e sintaxe da linguagem.

Importância do tratamento precoce da afasia em crianças

É importante consultar imediatamente o médico diante de suspeitas de afasia. Ainda que possa ser passageira, não é uma vantagem em relação ao tempo da doença. Caso não desapareça, pode gerar problemas de compreensão e comunicação da linguagem difíceis de tratar, tornando-se crônicos.

Quanto antes começar o tratamento da afasia em crianças, mais rápida e eficaz será a recuperação por meio da reabilitação das habilidades linguísticas.

Deve-se salientar que o tratamento da afasia em crianças é puramente de reinstauração de habilidades psicolinguísticas.  Ou seja, não depende de medicações de qualquer espécie, e sua evolução será melhor quanto mais cedo começar o tratamento.