Um bebê com menos de três anos pode adquirir responsabilidades?

7 de setembro de 2018
Quando uma criança nasce, absolutamente dependente dos pais para tudo, não consegue fazer nada sozinha. Mas conforme vai crescendo, ela pode desenvolver habilidades e adquirir autonomia.

Ao longo do desenvolvimento dos nossos filhos, certamente vamos ter dúvida quanto à idade em que nossos pequenos podem começar a adquirir responsabilidades. Então, neste artigo, vamos responder: um bebê com menos de três anos pode adquirir responsabilidades?

As responsabilidades dos bebês de acordo com estudos

De acordo com o estudioso suíço Jean Piaget, doutor em psicologia, entre outras ciências, e dedicado ao estudo da infância, cujas conclusões e publicações revolucionaram o que se sabia até o momento, sim, os bebês podem assumir responsabilidades.

Uma de suas teorias mais conhecidas estabelece as etapas de desenvolvimento da criança quanto à sua evolução cognitiva. E expõe que a criança entre zero e os dois anos se guia por estímulos através dos quais irá desenvolver sua capacidade sensorial e motora.

Com base nesse desenvolvimento, deveremos observar as capacidades da criança. Cada um tem seu próprio ritmo. Dessa forma, devemos começar a deixá-la fazer as coisas sempre sob nossa supervisão.

De acordo com Maria Montessori, italiana especialista em educação, criadora do famoso método que leva seu sobrenome, devemos deixar que a criança adquira conhecimento em consequência do que extrair através do raciocínio.

Não devemos impor o conhecimento. Pelo contrário, devemos mostrá-lo de tal forma que o adquira raciocinando. Durante os primeiros quatro anos de vida, é quando vai se formar o tipo de inteligência da criança. Portanto, devemos ajudá-la a desenvolver um tipo de raciocínio lógico por si mesma, e não imposto pelos outros.

adquirir responsabilidades

Dessa forma, conseguiremos que a aprendizagem seja agradável, que se incentive a curiosidade e o seu desejo de aprender, de investigar. Além de reforçar sua autonomia e sua autoestima quando consegue resolver os problemas sozinha.

Isso não significa que a criança não deva ser previamente orientada. Mas, uma vez que saiba o básico, você deve deixá-la fazer sozinha. Ao adquirir responsabilidades, as crianças vão se sentir mais autônomas, mais velhas, vão desenvolver suas habilidades psicomotoras, vão ganhar autoestima, autoconfiança, capacidade para resolver problemas, etc.

O que fazer para que a criança adquira responsabilidades?

Para que isso aconteça, os pais têm que deixá-las completar as tarefas sozinhas. Se um dia cometer um erro, não tem problema. Mas é importante mostrar com carinho como se deve fazer e deixar que continue tentando sozinha até conseguir.

Claro, sempre respeitando o ritmo de cada criança. Algumas vão ser mais rápidos e outras mais lentos. Ou em algumas aprendizagens irão se destacar mais ou menos. Isso é absolutamente normal, já que nem todas possuem as mesmas habilidades.

E claro, são necessárias grandes doses de paciência e carinho. Além de abandonar a atitude super protetora que é prejudicial para o correto desenvolvimento dos pequenos. Se a criança se acostuma com que lhe façam tudo, no futuro será igual, uma vez que essa é a base da sua educação. Evite a necessidade de fazer as coisas para a criança porque ela não sabe ou inclusive pode sentir que não tem valor.

adquirir responsabilidades

Responsabilidades que a criança até 3 anos pode adquirir

É claro que nessa idade não serão grandes responsabilidades. O objetivo, nessa fase, é dar espaço e autonomia para realizar pequenas tarefas sob a estrita supervisão dos pais, já que as crianças ainda não estão prontas para manter a atenção na mesma tarefa durante muito tempo. Isso sim, serão pequenas tarefas que para elas serão um grande avanço.

Essas tarefas simples podem consistir em que fique responsável por recolher seus brinquedos e guardar os sapatos no armário. Após uma compra no supermercado, a criança pode ajudar os pais a guardar os produtos. Quando for pôr a mesa, deixe-a colocar os guardanapos, por exemplo. Se você tiver plantas em casa, pode deixá-la regar os vasos.

Além de verificar como a criança é capaz de fazer as coisas por si só, será uma diversão para ela.

Lembre-se de que a criança, embora seja pequena, precisa começar a melhorar a sua independência e fazer pequenas coisas sozinha para que o desenvolvimento físico e psicológico seja ideal. Além disso, ela também tem os melhores professores que poderia ter, seus pais, os melhores orientadores.

Com amor e paciência, você vai ver como seu filho aprende um pouquinho a cada dia e como vai ser capaz de resolver seus pequenos problemas, ao mesmo tempo em que se diverte. Algo que sem dúvida deixa as crianças muito felizes.