O uso do ar-condicionado quando você tem um bebê

· 3 de dezembro de 2018
As mudanças bruscas de temperatura podem afetar a saúde de bebês prematuros ou de recém-nascidos, pois eles ainda estão se adaptando à vida fora da barriga da mamãe.

O ar-condicionado não é inimigo dos bebês. É claro que você pode usá-lo, basta tomar algumas precauções.

Quando há um bebê na casa, o mais recomendável é regular a temperatura ambiente para cerca de 22 graus. Essa é a temperatura ideal para um bebê recém-nascido, seja prematuro ou não.

É importante que o quarto ou o ambiente em que o bebê se encontre não esteja muito frio nem muito quente. Este tipo de ambiente causa desconforto, a pele pode ficar irritada ou, se estiver dormindo, pode acordar incomodado por conta da temperatura.

Embora a temperatura ideal para bebês seja de 22 graus, um ambiente regulado entre 21 e 24 graus durante o dia e 19 a 21 graus durante a noite é um bom ambiente.

Além dessa recomendação em relação à temperatura, o pediatra Florencio de Santiago aconselha as mães a medir a umidade do meio ambiente, que idealmente deve ser entre 30% a 50%.

O especialista adverte que, para poder controlar esses parâmetros, é necessário ter em casa um termômetro e um higrômetro. Ele também ressalta a importância de uma boa ventilação em casa.

do ar-condicionado

Alguns conselhos ao usar o ar-condicionado na presença de um bebê

  • Além da temperatura ambiente de 22 graus, é importante não sujeitar a criança a mudanças bruscas de temperatura, pois isso pode enfraquecer seu sistema imunológico.
  • É necessário que a diferença de temperatura entre o interior da casa, o carro e a rua não seja tão grande, o que significa que não devem ter mais de 10 graus de diferença.
  • Também é muito importante que a corrente de ar que sai do ar-condicionado não esteja direcionada diretamente para o bebê. Ele deve receber o ar suavemente.
  • Outro conselho é esfriar um pouco o quarto antes de colocar o bebê na cama e desligar o ar-condicionado durante a noite. Não se esqueça de se certificar de que a casa esteja bem ventilada.
  • Quando faz muito calor, é comum que apareçam alergias na pele e que o bebê se sinta muito desconfortável e irritado. Se você quiser evitar isso, pode ligar o ar-condicionado sem problemas. Ele se sentirá melhor em temperaturas agradáveis do que no calor extremo do verão. Cubra-o com uma manta fina.
  • É recomendável que você sempre tenha um cobertor para cobrir o bebê. Isso é especialmente útil quando a criança se encontra em um lugar onde a temperatura do ar-condicionado é muito fria para ela.

Cuidados e limpeza

do ar-condicionado

Embora você tenha um ar-condicionado, é essencial que todos os ambientes da casa recebam ventilação natural suficiente todos os dias.

Também é essencial que você esteja atenta ao estado dos filtros do ar-condicionado. Os filtros geralmente acumulam microrganismos, poeiras e ácaros que podem ser prejudiciais à saúde da criança.

Para evitar qualquer problema, procure manter os filtros de ar e o aparelho em geral sempre limpos.

O mais recomendável é regular a temperatura da casa como um todo. Por isso, o mais aconselhável é usar ares-condicionados integrados ou individuais que são instalados em tetos ou paredes.

Esta é sempre uma melhor opção comparado aos ventiladores ou equipamentos de ar-condicionado portáteis.

A instalação de vários condicionadores de ar na casa permite que a temperatura ambiente se mantenha muito mais homogênea evitando mudanças bruscas de temperatura que podem ser muito prejudicial para a saúde da criança, como observado acima.

Lembre-se de que o uso do ar-condicionado pode diminuir a umidade do ar, o que pode causar o ressecamento das mucosas do bebê. Por isso, os pediatras recomendam o uso de um umidificador de ar para regular a umidade e evitar esse tipo de problema.