12 sinais de leucemia em crianças

· 13 de setembro de 2017

Infelizmente a leucemia está presente na vida de muitas crianças hoje em dia. É um tipo de câncer que atinge mais frequentemente as crianças e, por isso, é conhecido como leucemia infantil. Embora seja muito difícil para as crianças que sofrem dessa doença, há um tratamento de sucesso disponível e, portanto, a doença não leva necessariamente à morte. Aproximadamente, 2.000 a 3.000 crianças, de 3 a 5 anos na sua maioria, são diagnosticadas com leucemia infantil em apenas um país. A leucemia em crianças afeta a formação dos glóbulos brancos na medula óssea. Essas células anormais se movimentam através da corrente sanguínea que também passa por células saudáveis.

Como resultado, a capacidade do corpo de combater os vírus diminui, o que aumenta as chances de a criança contrair várias infecções e outras doenças.

Sinais de leucemia em crianças

É difícil diagnosticar a leucemia em crianças porque seus sintomas costumam aparecer lentamente (exceto na leucemia aguda cujos sintomas aparecem repentinamente) e porque quando aparecem são confundidos com sintomas de outras doenças normais da infância. 

Os sinais de leucemia nas crianças diferem dependendo da criança, o que pode tornar mais complicada ainda a identificação da doença.

a leucemia

“Você pode ser uma vítima ou um sobrevivente de câncer. É uma forma de pensar”

-Dave Pelzer-

As células de leucemia se agrupam ao redor das células saudáveis que produzem plaquetas, glóbulos brancos e glóbulos vermelhos, as quais começam a diminuir em quantidade no corpo. Por outro lado, as células de leucemia se espalham para outras regiões do corpo afetando a saúde do pequeno. No entanto, esses mesmos sintomas podem ser causados por outras doenças, portanto, é importante informar rapidamente ao médico esses sinais para tratar a doença o mais cedo possível.

sintomas de leucemia em crianças

  1. Cansaço. A criança começa a ficar cansada rapidamente, devido à anemia que é causada pela escassez de glóbulos vermelhos. Essa escassez também leva à sensação de fraqueza e palidez da pele.
  2. Febre e infecção. A criança apresenta febres que não respondem aos medicamentos comuns.
  3. Hematomas e sangramento excessivos. Como a leucemia reduz as plaquetas do sangue no corpo, a criança pode apresentar uma grande quantidade de pequenas manchas vermelhas ou hematomas por toda a pele, devido à hemorragia dos vasos sanguíneos danificados. A criança pode apresentar hemorragias nasais e sangramentos frequentes na gengiva.
  4. Dor nos ossos e nas articulações pode ser leucemia em crianças. As células da leucemia, em geral, se agrupam em volta de uma articulação e ao redor da superfície dos ossos. Portanto, uma criança com leucemia normalmente pode se queixar de dores nas articulações e nos ossos.
  5. Inchaço na barriga.  A criança com leucemia também pode apresentar abdômen ou barriga aumentada ou inchada. Isso se deve, na realidade, ao fígado e ao baço inchados, por causa das células da leucemia alojadas no fígado.
  6. Perda de peso e apetite. Uma criança com leucemia pode perder a fome e, assim, gradualmente perder muito peso devido à expansão do fígado e do baço. A região aumentada pressiona outros órgãos que estão ao redor, incluindo o estômago, limitando assim a capacidade de receber alimentos.
  7. Inflamação dos gânglios linfáticos. Os gânglios linfáticos das crianças frequentemente incham quando lutam contra uma infecção, portanto esse inchaço muitas vezes é um sinal de infecção. Na leucemia, os gânglios linfáticos também aumentam de tamanho e o inchaço se apresenta como caroços sob a pele.
  8. Problemas respiratórios e tosse. Uma criança com leucemia pode sofrer de problemas respiratórios e tosse.
  9. Inchaço nos braços e no rosto. O inchaço nos braços e no rosto da criança é um sinal muito perigoso, pois pode ser fatal. Assim, ela precisa de tratamento imediato.
  10. Convulsões, dores de cabeça e vômitos. Esses são sinais de leucemia avançada, como dores de cabeça, visão embaçada, vômitos e convulsões. Esses sinais revelam que a leucemia atingiu o sistema nervoso central.
  11. Hemorragia das gengivas e erupções cutâneas. Quando a leucemia se espalha pela pele, provoca o aparecimento de um grande número de pequenas manchas, similares à erupções que aparecem por toda a pele.
  12. Fraqueza extrema. Quando a quantidade de células de leucemia no corpo atinge um número elevado, o fluxo sanguíneo fica mais lento nos pequenos vasos sanguíneos do cérebro, porque as células da leucemia deixam o sangue mais grosso e isso leva à fadiga extrema e à sensação de fraqueza.