13 formas de demonstrar ao seu filho o quanto o ama

29 Maio, 2017

Neste post vamos listar 13 maneiras de mostrar para seu filho o quanto você o ama e por que o amor entre “mãe e filho” será sempre recíproco e incondicional. O amor por um filho é imensurável e talvez seja difícil demonstrar, mas não se preocupe: vamos mostrar aqui algumas maneiras de dizer ao seu filho o quanto você o ama de forma muito simples.

Desde o momento em que carregamos o nosso bebê no ventre temos a capacidade maravilhosa e o dom para dar-lhe o nosso amor mais sublime e terno. Algumas das amostras deste carinho e o desejo de estar sempre com ele podem ser evidenciados no planejamento de uma nova vida com ele, quando por exemplo:

  • Realizamos nosso cuidado pré-natal pontualmente
  • Decoramos o seu quarto
  • Compramos as coisas que serão necessárias quando ele nascer (carrinho, berço, portador de bebê, banheira, roupinhas e acessórios)
  • Olhamos por horas um ultrassom confuso e o mostramos a todos que estão a nossa volta
  • Fazemos a estimulação intrauterina (ler, cantar e falar com o nosso filho durante a gestação, acariciar nosso ventre, etc…)

Uma vez que o bebê está em nossos braços é possível expressar o quanto o amamos de diferentes maneiras. Por exemplo: quando os alimentamos, limpamos, protegemos e continuamos fazendo diferentes exercícios de estimulação.

Para você querida mãe,
que foi o primeiro alguém que nomeei
com um amor sem dimensões,
Me ensinou a falar e a andar também
-Daniela Aragunde-

13 maneiras de mostrar ao seu filho o quanto você o ama

mae-e-filha-banho

O amor por um filho não tem limites. Cada passo que as mães dão são sempre pensando nele, incluindo as broncas e correções em determinados momentos. No entanto, as crianças às vezes têm dificuldade para perceber e compreender todo o amor que sentimos por eles.

Por esse motivo listamos a seguir 13 maneiras de mostrar o seu filho o quanto você o valoriza e o quer bem.

1. Desejando-lhe bom dia assim que ele abrir os olhinhos ao amanhecer. Dizendo-lhe frequentemente frases de amor como “eu te amo”, falando sempre de maneira respeitosa, fazendo com que ele saiba o quanto é importante para você e para a família.

2. Manter frequentemente o contato físico com carícias, beijos e abraços. Sempre que puder, diga que confia nele.

3. Aprender os nomes do seu desenho animado e dos personagens favoritos. Identificar uma música especial colocar em momentos difíceis para ele.

4. Ser humilde e pedir desculpas quando você estiver errada.

5. Contar histórias, ler contos, ou ainda contar histórias de quando era pequena.

6. Educar com o exemplo. Seja um exemplo na sua vida, mantendo uma imagem de pessoa honesta, trabalhadora, paciente e respeitosa.

7. Dedicar frequentemente um tempo de qualidade ao seu filho. Mesmo que seus interesses mudem, o que é natural, nunca deixe de dedicar um tempo a ele.

8. Estabelecer regras que estimulem a sua disciplina e que facilitem a sua integração na sociedade.

9. Motive-o constantemente para que ele concretize suas metas, não importa se são pequenas ou mais significativas. O importante é que ele entenda que com esforço e perseverança os objetivos podem ser alcançados.

10. Compartilhe com ele experiências diferentes, como viajar, brincar e cantar. Estes são excelentes momentos para mostrar o quanto você o ama e se importa com ele.

11. Se envolver em sua formação escolar. Comunique-se com frequência com o seu professor para que juntos vocês possam resolver os pontos fracos, ou ainda, ficar atentos a qualquer mudança de atitude com os colegas de sala.

12. Seja recíproca com seus sentimentos. Largar o que está fazendo quando ele compartilhar qualquer gesto de amor, não se esquecendo de agradecer carinhosamente. Mostre o seu amor incondicional apoiando-o em momentos de dificuldades ou quando ele estiver doente.

13. Sempre deseje-lhe boa noite antes de dormir. Dê um beijo carinhoso em sua bochecha ou em sua testa.

O amor recíproco e cúmplice

cumplicidade-mae-e-filho

As crianças têm a capacidade de formar laços fortes com qualquer um que seja capaz de responder às suas necessidades físicas e emocionais. Esses vínculos costumam ser completos e profundos com as pessoas que lhe proporcionam apoio, segurança e amor.

Demonstrar ao seu filho o quanto você o ama e o valoriza pode facilitar a compreensão sobre as diferentes maneiras que você pode dar e receber amor. Lembre-se: não há amor mais intenso, recíproco e cúmplice do que aquele entre mãe e filho.

A ligação entre mãe e filho se estabelece e se solidifica baseado nessa interação constante de amor mútuo. Este amor consolida um dos relacionamentos mais fortes e mais intensos que existem na natureza que é o amor de mãe e filho: um amor insubstituível, necessário e duradouro.

Obrigada mamãe, quando era pequeno pensei que você fosse uma super-heroína. Mas agora que eu cresci, eu me dei conta que na verdade, você é.
-Anônimo-

  • Bowlby, J. (1969). Attachment, Vol. 1 of Attachment and loss. New York: Basic Books.
  • Delgado, A. O., & Oliva Delgado, A. (2004). Estado actual de la teoría del apego. Revista de Psiquiatría y Psicología del Niño y del Adolescente4(1), 65-81.
  • López, C. y Ramírez, M. (2005). Apego. Revista Chilena de Medicina Familiar6(1).
  • Barudy, J., & Dantagnan, M. (2005). Los buenos tratos a la infancia: Parentalidad, apego y resiliencia. Editorial Gedisa.
  • Garrido-Rojas, L. (2006). Apego, emoción y regulación emocional. Implicaciones para la salud. Revista latinoamericana de psicología, 38(3), 493-507. https://www.redalyc.org/pdf/805/80538304.pdf
  • Marrone, M., Diamond, N., Juri, L., & Bleichmar, H. (2001). La teoría del apego: un enfoque actual. Madrid: Psimática.
  • Mosquera D, Gonzalez, A (2009) Escala de Apego y Patrones Relacionales.
  • Mosquera, D., & González, A. (2013). Del apego temprano a los síntomas del trastorno límite de personalidad. Revista Digital de Medicina Psicosomática y Psicoterapia, 3(3), 1-33. http://www.psicociencias.com/pdf_noticias/Apego_y_TLP.pdf
  • Shaffer, D. R., & del Barrio Martínez, C. (2002). Desarrollo social y de la personalidad. Madrid: Thomson.