Como estar preparada para o dia do parto?

· 5 de dezembro de 2016
Ainda que você não acredite, depois de tanta espera o ansiado dia se aproxima. Logo você terá seu bebê em seus braços! Mas antes você precisa se preparar para ficar pronta no dia do parto. Fique atenta a esses 12 conselhos que daremos a seguir.

Parece mentira, mas você já deve começar pouco a pouco a dar os retoques finais nos detalhes para estar pronta para o dia do parto. É que, depois de tanta espera sua gravidez está chegando ao fim e em questão de semanas já terá seu bebê com você.

Nesse preciso instante, seu tempo livre vai se acabar, por isso você deve aproveitar a reta final da gravidez a fim de adiantar vários aspectos fundamentais antes da chegada de seu filho e, principalmente, para evitar que qualquer imprevisto arruíne o dia mais importante da sua vida.

O quarto, o enxoval, a bolsa, o parto, são alguns detalhes que você não pode esquecer antes de dar as boas vindas ao bebê. Tome nota dos conselhos que deve aplicar antes de completar as 36 semanas de gravidez para que esteja pronta no dia do parto.

12 conselhos para estar pronta no dia do parto

shutterstock_140702542-500x333

  • A bolsa. Superado o sétimo mês de gravidez sua fiel companheira, que irá aonde for, será a bolsa com os objetos imprescindíveis para você, o bebê e, porque não, o papai.

Para o bebê, guarde fraldas tamanho recém nascido, algodão e óleo calcário. Coloque dois macacões de algodão com mangas cumpridas e abertos na frente, toucas e meias. Não seria demais levar também uma manta e botinhas de lã. Você também pode incluir cremes para algum arranhãozinho e elementos para a limpeza do cordão umbilical.

A mãe não deve esquecer camisolas com uma abertura na frente para facilitar a amamentação, uma bata, pantufas, calcinhas de cintura alta e cintas pós-parto, sutiãs para lactantes e protetores mamários; além disso, cremes de calêndula e objetos de higiene pessoal.

O pai pode contar com uma muda de roupa, roupa íntima, meias, pijama, pantufas e diversos elementos de higiene pessoal masculina.

  • Os estudos pré-parto. Sem dúvidas, nesta etapa seu ginecologista já solicitou uma série de exames para saber se está em condições físicas para dar a luz, tal como exames de sangue e um eletrocardiograma. Não se esqueça também de tê-los sempre à mão caso surja alguma eventualidade, inclusive você pode organizar em uma pasta todos os exames que fez durante a gravidez.
  • Documentação importante e telefones úteis. Se você quer estar pronta no dia do parto leve sempre consigo tanto sua documentação, quanto números de telefone importantes, como o do seu ginecologista, o da clínica, e quaisquer outros que sejam importantes.
  • O quarto. É hora de acertar os últimos detalhes do quarto do bebê: o berço, o móvel para trocar as roupinhas e até os brinquedos. É que seu filho precisa de um espaço confortável para dormir e brincar, por isso este é o momento de adaptar tudo com o que for necessário. Com respeito à decoração é recomendável usar cores quentes, aproveitar a luz natural direta e manter uma temperatura agradável. Lembre-se que colocar uma cadeira para lactante, isso pode ser de grande ajuda e comodidade.O berço, moisés ou cesta. Durante os primeiros meses é aconselhável escolher uma das duas primeiras opções porque são mais confortáveis para o pequeno. Inclusive, você pode usar mantas para aninhar ainda mais o espaço e conformar assim seu delicioso “ninho”. Além disso, para evitar o mal estar de seu bebê por causa do típico refluxo gástrico, pode inclinar levemente a cesta (ou moisés).
  • Comida pronta no congelador. Considere deixar algum ou outro tupperware no freezer com comida pronta para ficar pronta no dia do parto. Pois, quando o bebê chegar, ele será o centro das atenções e atração. Deste modo, você economiza tempo (que vai passar a ser escasso) e trabalho na volta para casa, para poder desfrutar plenamente do presentinho que a vida lhe deu.
shutterstock_105909311-500x334

  • Que não faltem fraldas. Em prol de ficar preparada para o dia do parto não é ruim se armar de uma boa quantidade de fraldas porque, como vai ver, elas vão ser usadas como água. Não permita que fiquem em falta sob nenhuma circunstância, pois fraldas, algodão, óleo calcário e toalhas umedecidas sempre têm que estar no estoque de casa e na bolsa de passeio.
  • As horas de sono. Sem dúvidas os nervos e a ansiedade colocam pedras no caminho para cumprir com este desejo, mas a realidade é que você deve relaxar e descansar o quanto puder antes da chegada de seu filho. Pois, uma vez que conheça a sua criança, compreenderá o quão difícil é dormir durante os primeiros meses de vida da pequena. Por isso, lembre-se de dormir tudo o que puder, já que se você cegar cansada será ainda mais custoso levar adiante as preliminares e os dias esgotantes de adaptação, que são um desafio para qualquer mãe.
  • Pratique os exercícios de Kegel. Treine e tonifique o músculo perineal para aumentar a elasticidade necessária para estar pronta no dia do parto. Os famosos exercícios de Kegel consistem em contrair e relaxar sucessivamente os músculos pubiococcígeo, como se quisesse conter e soltar a urina.
  • Repasse as respirações para o parto. Você vai enfrentar um momento para o qual precisa estar preparada. Se fizer aulas de educação maternal ou pré-parto, esse é o momento de repassar tudo o que aprendeu. Caso contrário, é hora de se informar e aprender os tipo de respiração apropriados para cada fase do parto, capazes de reduzir a dor e de te relaxar nesse momento tão importante.
  • A higiene pessoal. Quer estar pronta no dia do parto? Bem, lembre-se que as unhas das mãos e dos pés devem estar curtas e sem esmalte, para evitar arranhar o bebê. Tire brincos, pulseiras e alças, não só porque são objetos perigosos para seu filho como também porque na sala de parto é proibida a entrada de objetos não esterilizados que podem causar risco de infecção. A depilação não é um requisito, é a mulher quem opta por fazer ou não.
  • Avisar a família. O momento ideal para avisar aos familiares e amigos fica a critério de cada um. Talvez seja conveniente, para apaziguar a ansiedade do parceiro, que faça um anúncio às pessoas mais próximas posteriormente ao nascimento. Assim evitaremos uma longa espera em salas, já que às vezes as pessoas vão imediatamente ao hospital mas a criança leva mais tempo para nascer.