5 razões para planejar uma segunda gravidez

· 18 de maio de 2017

Muitas vezes, a segunda gravidez não requer planejamento, apenas chega de surpresa. Porém aqueles casais que estão determinados a ter mais de um filho podem começar a planejá-lo imediatamente após o primeiro com centenas de razões; embora existam certos fatores que devem levar em conta para fazer esses planos.

Uma vez que se tenha avaliado clinicamente os intervalos e as qualidades físicas dos genitores para serem pais novamente, o demais é uma questão de tempo. Em geral, um casal tem muitas razões para querer voltar a serem pais, embora nem sempre as condições para isso estejam presentes.

Neste caso, o mais valioso é o amor e o desejo de ampliar a família. Em algumas ocasiões, a razão mais comum para planejar uma segunda gravidez é a necessidade de dar um irmãozinho para o filho mais velho, algo que em minha opinião é um pouco egoísta com o filho que irá nascer.

No entanto, muitas mães têm dito ser amantes de gravidez, apreciam a sensação de carregar um filho no ventre e todas as mudanças que ocorrem nela, seja emocionalmente, fisicamente ou mentalmente. As mulheres com essas características, sempre terão as respostas certas para justificar a maternidade.

Por que planejar uma segunda gravidez?

Uma mãe que é feliz pode ter centenas de razões para voltar a ser mãe, mas há algumas que merecem total reconhecimento. Desta vez, detalhamos pelo menos cinco razões para nos sentirmos mais seguras de que é a decisão certa.

  • O casal se fortalece porque eles têm um objetivo comum, que está cheio de amor e olha para o futuro, pensando em família e momentos felizes.
  • É um momento ideal para criar hábitos saudáveis. Para garantir uma gravidez sem complicações devemos melhorar nossa alimentação e eliminar hábitos de risco, como fumar ou beber álcool em excesso.
  • Reviver a alegria e a boa disposição dos avós, e do restante da família. Durante a gravidez recebemos mais bênçãos, são mais consensuais e nos veem com mais ternura.
  • Nos conectamos com a energia que dá a vida e nos faz sentir em harmonia com a natureza. Crescemos como pessoa, reconhecemos o valor de nossas mães e nos orgulhamos de ser uma mulher.
  • Será uma experiência diferente que vale a pena viver, nossas expectativas para o futuro crescem porque estamos gerando uma vida e queremos viver muito mais para desfrutar da família que nós criamos.

Como saber se estamos prontos para planejar uma segunda gravidez?

Uma das vantagens de planejar uma gravidez é que, de alguma forma, é garantido que o bebê vai começar a sua formação de maneira saudável e controlada. Para começar, a primeira coisa a fazer é procurar uma avaliação de um especialista, o qual irá determinar se existem as condições favoráveis para a finalidade que nos propusemos.

Os médicos avaliam fatores como idade dos pais e do irmão mais velho, o intervalo entre o nascimento de um e de outro. Além disso, eles indicarão se é necessária a administração de vacinas ou algum medicamento se houver a necessidade de controlar alguma doença.

Saberemos que estamos prontos, não só porque queremos, mas também porque um médico nos deu aprovação para começar a buscar um segundo filho. Neste caso, o planejamento requer identificar os nossos dias férteis e adequar nossos hábitos para melhorar as possibilidades.

Outros aspectos a considerar são os níveis de estresse, o estilo de vida, e a estabilidade econômica. Nesse sentido é recomendável que sejam solucionados adequadamente, os inconvenientes que ameaçam uma gravidez saudável; para isso devemos nos preencher de energia positiva e procurar razões coerentes para melhorar a nossa situação.

Dependendo do intervalo de tempo em que nascem ambos os filhos, há vantagens e desvantagens. Se forem nascimentos seguidos, eles serão criados como iguais, ambos os bebês e sem muitos benefícios adicionais; mas quando se passou algum tempo, os filhos serão criados quase como únicos, porque eles viverão sua infância separadamente.

Seja qual for o caso, uma família deveria estar sempre pronta para receber seus filhos com amor. Embora saibamos que o planejamento pode nos encher de ilusão e renovará nossa esperança, todas os filhos são bem-vindos, motivos de alegria, de reconciliação e desejo de continuar lutando.