Como ajudar meu filho a superar a ausência de seu pai

· 28 de fevereiro de 2017

Durante anos, temos sido ensinados que a família ideal é composta por pai, mãe e filhos, mas o que acontece quando a família não está completa? O que acontece quando a figura do pai desaparece? Se você está nessa situação, com certeza perguntará para si mesma como posso ajudar meu filho a superar a ausência do pai? Aqui vamos te compartilhar algumas dicas.

O mito da família ideal deve ser superado para ajudar seu filho a superar a ausência do pai

O conceito da composição da família perfeita é algo que tem sido enraizado na sociedade por muito tempo.

Na verdade, ainda hoje há muitos que acreditam que, se o pai está ausente em casa, as crianças vão crescer sem inspiração e terão problemas emocionais durante seu desenvolvimento. Mas, nada que fuja à realidade.

Uma família pode viver sem problemas, mesmo que o pai esteja ausente. Geralmente os filhos são os mais afetados nestes casos, se sentem julgados, incompletos, diferentes ou sozinhos.

Ajudar seu filho a superar a tristeza e a dor pela ausência do pai deve ser uma prioridade para você.

Há várias razões pelas quais o pai pode estar ausente da família, todas elas com consequências e impactos para seu filho. Uma separação hostil ou uma morte trágica poderiam ser alguns exemplos comuns de separações.

Em qualquer caso, é importante que a criança conheça a verdade, a razão da ausência dele, e só então ela poderá superá-la melhor.

Por que seu pai não está aqui com você?

superar a ausência do pai

Explicar para seu filho com as palavras mais adequadas o porquê seu pai não irá buscá-lo na escola, ou  por que ele não vai brincar nunca mais com ele, pode ser realmente muito difícil, especialmente se essa falta também estiver afetando você.

Sabemos que tudo aquilo que, de uma forma ou outra afete nosso filho, também irá afetar diretamente a nós como mulheres e mães que somos.

Se o pai está ausente, porque morreu, os sentimentos que uma criança pode experimentar são muito confusos, o que prevalece dentro dele é raiva, frustração e desconsolo.

Se ele desapareceu após o divórcio ou vê pouco a criança, isso pode gerar muito desconforto no seu filho.

Outro cenário possível é que a figura do pai esteja ausente desde antes do nascimento do seu filho.

Um homem que não assumiu sua responsabilidade como pai pode deixar marcas negativas em uma criança se não se tomam as medidas certas a tempo.

Orientar, guiar, e acima de tudo se comunicar é muito importante para que seu filho entenda  o porquê de seu pai não está presente.

Não é uma tarefa fácil, principalmente se seu filho já está na idade de fazer muitas perguntas, mas à medida que ele cresce vai entender o que acontece, apesar de aceitar ou não essa situação.

Dicas para ajudar seu filho a superar a ausência do pai

ajudar seu filho a superar a ausência do pai

  • Seu filho precisa de apoio, alguém em quem confiar e com quem possa conversar. Você tem que ser essa pessoa que o ajudará a compreender a situação.
  • Não deixe que as circunstâncias que ele está vivendo ou a ausência do seu pai, o façam sentir inibido ou envergonhado.
  • Explique para ele que o fato de não viver com seu pai não o faz diferente dos demais.
  • Esclareça a ele que, qualquer que seja a situação que tenha acontecido ou está acontecendo, não é culpa dele. Na maioria dos casos de divórcio, muitas vezes as crianças se sentem culpadas por essa circunstância. Explique a ele que a causa são as diferenças entre os adultos e que ele nada tem a ver com isso.
  • A raiva e os comportamentos inapropriados podem ser reações derivadas do fato de não compreender a ausência de seu pai, mas deixe claro a ele que, apesar de sentir essa frustração, não é correto comportar-se mal.
  • Ajude-o a soltar, a liberar tudo aquilo que lhe gera dor e angústia emocional. Não hesite em procurar ajuda externa, como um terapeuta, caso necessário.
  • Perdoar é a palavra mágica. Por exemplo, se seu filho não conhece seu pai porque ele simplesmente desapareceu. Ensine-o a não estagnar e continuar em frente.O perdão lhe permitirá curar suas feridas.
  • Lembre-o de o quanto você o ama e se preocupa com ele, sem esperar nada em troca. Deixe-o saber que você será sempre uma mãe orgulhosa dele.
  • A figura paterna é importante, sem dúvida, mas a sua ausência não deve marcar o destino de seu filho de forma negativa. Se você ajudar seu filho a superar esta etapa, a ausência do pai não será um fator determinante na vida dele.
  • Os avós, tios e até mesmo um novo parceiro podem servir de exemplo a ser seguido, e ajudar na sua criação, mas são os ensinamentos e valores que você vai passar para ele é que vão moldar o seu caráter.