5 alimentos que destroem a saúde do seu filho sem você perceber

Descubra os principais alimentos que destroem a saúde do seu filho sem você perceber e quais são as melhores opções para oferecer ao seu pequeno.
5 alimentos que destroem a saúde do seu filho sem você perceber

Última atualização: 28 março, 2022

Além da necessidade de oferecer alimentos saudáveis e nutritivos aos pequenos, é essencial encontrar uma apresentação agradável aos olhos deles, caso contrário eles não comerão. Para ajudar você nessa tarefa, no artigo de hoje listamos 5 alimentos que destroem a saúde do seu filho sem você perceber.

Muito se discute a respeito dos desafios da maternidade, mas geralmente essa conversa se limita a tópicos relacionados ao ensino de regras e limites aos pequenos. No entanto, existe um outro assunto bastante complexo que precisa ser decidido e colocado em prática diariamente: a alimentação das crianças.

Muitos pais optam por alimentar os filhos com opções mais simples (e práticas), pois várias delas são certificadas pelos órgãos reguladores em nutrição, o que oferece tranquilidade e confiança.

Infelizmente, as exigências desses órgãos podem ser diferentes da dos pais, além do fato de cada criança ter necessidades específicas, como alergias ou alguma condição.

Alguns alimentos são considerados saudáveis e, no entanto, prejudicam a saúde dos nossos filhos de forma lenta e silenciosa, o que é bastante alarmante, pois ao optar pela praticidade podemos estar escolhendo alimentos que provocam danos a longo prazo, por isso não sentimos.

Mas quais são esses alimentos perigosos? A seguir elaboramos uma lista dos principais:

5 alimentos que destroem a saúde do seu filho

1. Cereais

Não é segredo que a indústria alimentícia produz opções cada vez mais chamativas e saborosas. O problema é que muitos cereais têm açúcares adicionados entre seus ingredientes para torná-los mais atrativos.

Os especialistas recomendam um consumo máximo de 30 gramas por dia, mas muitas crianças excedem essa quantidade.

De acordo com os pesquisadores, crianças e adolescentes entre 2 e 18 anos deveriam consumir no máximo cinco colheres de chá de açúcar por dia, o que nem sempre acontece. O consumo exagerado favorece o desenvolvimento de condições como problemas cardíacos e obesidade.

2. Embutidos

São os clássicos presunto, salame, salsicha, etc. O problema é que esses alimentos são fabricados com restos e cortes de carne animal ricos em gordura, além de conterem diversos produtos químicos em sua composição para aumentar a vida útil.

Nesses alimentos são encontradas gorduras saturadas, calorias, sais, açúcares e conservantes, como o nitrito de sódio. Esses produtos podem provocar o aumento do colesterol sanguíneo, além de hipertensão arterial, obesidade, câncer e também problemas no pâncreas e no fígado. Por esse motivo, o consumo máximo recomendado é de 50 gramas de embutidos por dia.

3. Pão branco

O clássico pãozinho branco na verdade não oferece muitos benefícios, pois têm um baixo conteúdo de fibras, vitaminas e minerais, além de uma quantidade excessiva de carboidratos. Seu consumo excessivo pode favorecer o sobrepeso e doenças relacionadas.

Além disso, o pão branco pode conter até 19 gramas de sal por quilo, o que é quase a quantidade diária recomendada pelos especialistas. Por esse motivo, seu consumo em excesso pode trazer problemas de saúde no futuro.

O ideal é preferir o famoso pão integral ou variações como o pão de centeio ou aveia, que, além de terem menos calorias, são ricos em ferro e vitaminas do complexo B e são bons para a digestão.

4. Refrigerantes

Não é novidade que os refrigerantes têm uma concentração exagerada de açúcar em sua composição. Tanto que uma garrafa de 600ml tem quase o dobro da quantidade diária máxima recomendada.

O consumo habitual dessa bebida favorece o sobrepeso e o diabetes infantis, além de promover problemas cardiovasculares e hipertensão, entre outras doenças.

5. Alimentos congelados

Alimentos como nuggets, hambúrgueres, batatas fritas e fast-food são os favoritos de muitas pessoas, inclusive crianças. Essas opções são encontradas prontas ou pré-preparadas na seção de congelados dos supermercados.

Esses alimentos têm uma grande quantidade de sódio, conservantes, flavorizantes, etc., para preservar o sabor e a textura do produto após o congelamento.

O consumo em excesso de alimentos congelados pode provocar graves danos à saúde, por isso deve-se optar sempre por alimentos frescos em detrimento dos industrializados.

A principal dica para garantir uma alimentação saudável e balanceada para o seu filho é optar por alimentos naturais. Sucos feitos na hora, água, frutas e vegetais frescos. Com tudo isso, além de uma rotina frequente de exercícios, seu filho irá crescer forte e saudável.

Pode interessar a você...
4 alimentos com mais açúcar do que você imagina
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
4 alimentos com mais açúcar do que você imagina

São vários os alimentos presentes na dieta de muitas pessoas com mais açúcar do que se imagina, que prejudicam a saúde a médio prazo.