O que fazer quando o bebê recusa a mamadeira?

· 24 de janeiro de 2017

Como sabemos, os especialistas recomendam a amamentação exclusiva pelo menos nos seis primeiros meses de vida do bebê. Entretanto, em alguns casos é necessário que os bebês utilizem a mamadeira. Não só aqueles bebês que por diferentes motivos se alimentam com leite de fórmula, mas também nos casos em que é preciso alimentar os pequenos com leite materno na mamadeira. Seja qual for o motivo, às vezes os bebês devem ser alimentados por meios alternativos ao peito materno. Talvez a mãe precise voltar a trabalhar ou sair e deixar o bebê com outra pessoa por algumas horas. Nesse tempo o pequeno precisa se alimentar, por isso se torna indispensável o uso da mamadeira. Saiba o que fazer quando o bebê recusa a mamadeira.

No entanto, algumas vezes o bebê não reconhece esse objeto e o recusa completamente. Nesses casos se faz necessária uma solução imediata. É conveniente que o bebê tenha sido preparado anteriormente para quando chegar o momento de usar a mamadeira. Quando se trata de suspender a amamentação de maneira definitiva é aconselhável que esse processo seja feito pouco a pouco.

Bebê recusa a mamadeira. Veja como ajudar

Nem todo o bebê recusa a mamadeira. Mas a maioria demora um pouco a se adaptar e, de fato, para alguns esse processo é muito difícil. Quanto mais tempo o bebê tiver sido amamentado, mais pode ser difícil se desprender do peito. Mas a ideia é que não seja uma mudança brusca.

Existe um momento adequado para que o bebê deixe por completo o peito. Mas às vezes é uma questão de urgência. Precisamos deixar o bebê enquanto vamos trabalhar, mas ele não quer usar a mamadeira para se alimentar. Para evitar essa situação, é aconselhável tentar utilizar a mamadeira em ocasiões anteriores. Assim, o bebê vai reconhecendo a textura da mamadeira e a mudança não vai surpreendê-lo.

bebê recusa a mamadeira

Com algumas simples experiências podemos fazer com que o processo de adaptação não seja tão violento. Os especialistas recomendam buscar a ajuda de outra pessoa para que a criança não relacione a ausência do peito com a da mãe. Isto é, devemos deixar que outra pessoa dê a mamadeira para que o pequeno não fique esperando o peito.

Conselhos úteis para passar do peito à mamadeira

Essa não é uma tarefa fácil quando o bebê recusa a mamadeira. Às vezes o problema não é que o bebê queira parar mamar, mas que recusa a mamadeira. Algumas mães aconselham deixar o bebê passar fome por algum tempo. Mas dessa forma somente conseguiremos causar gases no pequeno porque se ele não quer tomar leite na mamadeira, teremos que dar o peito de qualquer forma.

Os especialistas recomendam que a presença da mãe seja limitada enquanto tentamos preparar o bebê a aceitar tomar leite na mamadeira. Portanto, se já sabemos que em algum momento teremos que deixar o bebê com outras pessoas, convém prepará-lo com antecedência.

Outros conselhos úteis são:

  • O principal é buscar um método que equilibre a nutrição do bebê. Ou seja, a alimentação do pequeno precisa ser balanceada para que ele não apresente carências nutricionais. Para isso é preciso deixar de dar o peito lentamente, com espaços de tempo prudentes.
  • Alternar a alimentação entre a amamentação tradicional e o novo método. Algumas vezes damos o leite materno na mamadeira e outras o peito. Lembramos que o importante é evitar causar traumas emocionais no bebê. Por isso, tudo deve ser feito com calma. Também queremos evitar problemas com a retenção de leite nos peitos.
  • O bebê sentir sua presença, poder ver ou ouvir você, pode ser a principal razão pela qual recusa a mamadeira. Por isso, os pediatras sugerem que ela seja dada por outra pessoa e que você não esteja presente.
o que fazer quando bebê recusa a mamadeira

  • Bebê recusa à mamadeira pelo alimento que damos. Talvez tenha a ver com o sabor do leite, a conservação ou outras características dele. Por exemplo, o leite de vaca em pó é difícil de digerir.
  • Em outras ocasiões talvez seja o bico que causa a recusa. Devemos tentar trocá-lo ou também podemos alimentar nosso filho com pequenas colheradas ou pequenos goles no copo.
  • Um método efetivo para acostumar o bebê é esperar até que ele esteja demonstrando menos interesse pelo peito para substituir repentinamente a amamentação no peito pela mamadeira. Isso vai indicar o quanto ele está disposto a realizar essa mudança.