Como desenvolver a gratidão na sala de aula

07 Agosto, 2020
Quando promovemos o hábito da gratidão nos nossos filhos, criamos uma atitude positiva. Dessa forma, eles aprenderão alguns valores muito importantes para suas vidas.

Quando ensinamos as crianças a dizer “obrigado”, não devemos nos limitar a uma fórmula de cortesia. Elas devem entender o significado dessa ação. Ao desenvolver a gratidão na sala de aula, além de fortalecer esse valor, também contribuímos para eliminar outras ações com conotações negativas.

Na sala de aula, sempre há coisas a serem agradecidas. As crianças aprendem e colaboram.O professor valoriza o apoio e as ensina.

Uma criança que é grata sempre será inspirada pelo carinho e vai demonstrá-lo sempre que tiver oportunidade. Ela não vai guardar ressentimentos ou ódio. Pelo contrário, estará disposta a reconhecer ou oferecer sinais de afeto.

O significado da palavra “obrigado”

Na própria escola, e também em casa, podemos ensinar as crianças a entender o significado da palavra “obrigado”. O ato de reconhecer a educação formal que recebem, de serem gratas por ela e de a aproveitarem ao máximo é um aprendizado que vai durar pelo resto de suas vidas.

Uma maneira de desenvolver a gratidão na sala de aula é promover a cooperação entre os colegas de classe. Também devemos buscar que eles reconheçam aqueles que se esforçam para que o espaço esteja bem cuidado, como a faxineira ou a cuidadora.

Além disso, o professor pode reconhecer o bom comportamento. Ele pode, por exemplo, permitir que os pequenos tenham um tempo para conversar, brincar ou fazer outra atividade recreativa. Nesse sentido, o reforço permanente das palavras “obrigado” e “por favor” na sala de aula será uma excelente estratégia.

Os benefícios de ensinar sobre a gratidão na sala de aula

A gratidão traz benefícios físicos e emocionais. Com isso, as capacidades de socialização dos alunos aumentam. A longo prazo, isso vai torná-los pessoas melhores.

Se reforçarmos essas vantagens por meio de planos bem estruturados, baseados na psicologia positiva, o sucesso será garantidoÉ conveniente que eles entendam que essas vantagens são para a vida toda, dentro e fora da sala de aula.

desenvolver a gratidão na sala de aula

Cartas de agradecimento

Na sala de aula, geralmente ensinamos as crianças a escreverem cartas. Por que não aproveitar esse momento para que elas aprendam a fazer uma carta de agradecimento? 

Quando convidamos um aluno a pensar pelo que ele é grato e por quem, não estamos apenas convidando-o a refletir. Também estamos promovendo pensamentos e sentimentos positivos que vão proporcionar bem-estar.

Pedir que as crianças escrevam uma carta de agradecimento uma vez por semana ou a cada mês é uma excelente ferramenta para desenvolver a gratidão em sala de aula. São atividades divertidas que vão chamar a atenção das crianças. Basta ter lápis, papel e muita vontade de reconhecer o esforço e o apoio que recebemos de alguém especial.

No lugar do outro

Quando convidamos um aluno a se colocar no lugar de outra pessoa, mostramos uma visão diferente da sua realidade. Com isso, ele terá mais facilidade para entender o esforço que os outros fazem por ele e terá mais capacidade de ser grato por isso.

Na sala de aula, também podemos promover a valorização do que temos. Se a criança aprender que muitas pessoas precisaram se esforçar para que isso fosse obtido, ela entenderá melhor o valor da gratidão.

Além disso, é importante buscar o equilíbrio para evitar que a criança consiga tudo o que pedir e desejar. Se dermos tudo o que quiser, poucas coisas terão um verdadeiro valor para ela.

“Ao desenvolver a gratidão na sala de aula, além de fortalecer esse valor, também contribuímos para eliminar outras ações com conotações negativas.”

Participação dos pais

Pais e professores que ensinam através dos bons exemplos obtêm os melhores resultados. Se eles demonstrarem que estão permanentemente gratos e pregarem esse valor diante dos seus filhos, a resposta será a esperada.

Essa é uma excelente maneira de ensinar o significado da palavra “obrigado”. Não se trata de uma formalidade ou um ato de cortesia, e sim de um sentimento que nasce da compreensão.

O professor também pode ajudar os alunos a refletir sobre as mudanças que já experimentaram durante a vida. Como eles cresceram, o quanto mudaram ou o quanto aprenderam são reflexões que podem ser feitas durante o horário de aula. 

Na prática, para uma maior eficácia, escrever essas reflexões em um diário ou caderno dará a eles um sentido positivo da vida e aumentará o bem-estar.

desenvolver a gratidão na sala de aula

Histórias de crescimento em sala de aula

As histórias de crescimento compartilhadas em sala de aula são boas opções. Geralmente, elas terminam em conversas entre os estudantes que trazem experiências positivas.

Os atos gentis também podem ser incentivados por meio de jogos que sejam interessantes para os alunosAlguns exemplos são convidá-los a arrumar cadeiras e mesas para ajudar aqueles que cuidam da organização das salas de aula ou limpar o auditório para ajudar o zelador.

Em suma, desenvolver a gratidão em sala de aula é uma tarefa simples, reconfortante e com resultados satisfatórios. Ao realizar esse processo, é possível fazer com que o aluno entenda o verdadeiro significado da palavra “obrigado”.