Conselhos na hora de visitar um recém-nascido

· 31 de agosto de 2017

Na hora de visitar um recém-nascido a primeira coisa que você precisa ter em mente é que você não é a mãe,  pai ou um familiar próximo, e assim como você se comporta com um desconhecido: cortês, mas distante, deve ser com ele. Se essa afirmação parece um pouco exagerada, explicaremos a seguir os motivos desse comportamento.

Você é um portador de micróbios

Quando você visitar um recém-nascido deve se ver como alguém que vem do exterior, da rua e que, normalmente, traz consigo uma série de patogêneos.

Já é do seu conhecimento que o exterior se encontra invadido por todo tipo de micro-organismos que podem atacar o sistema imunológico da criança, um sistema que carece de defesas necessárias para se proteger. 

O leite materno, além dos nutrientes, abastece o organismo da criança de anticorpos, porque dessa maneira o recém-nascido consegue se defender de algumas agressões. No entanto, o leite materno sozinho nem sempre é suficiente.

Conselhos na hora de visitar um recém-nascido

“O leite materno é muito mais que comida. É uma forma de relação física e afetiva, é o contato diante da solidão, consolo diante da tristeza, segurança para descobrir o mundo, anestesia para a dor.” —Julio Basulto—

Durante os primeiros dias de vida, a criança necessita do ambiente mais higienizado possível e livre de patogêneos, para não adoecer. 

Quando você visitar um recém-nascido sorria, fale, cante…mas evite carregá-lo, beijá-lo ou pegar muito nele.

Não toque suas mãozinhas, nem suas roupinhas. Se você quer o seu bem, cuide dele.

Por isso, caso você decida negligenciar  essa recomendação, ao menos tome as seguintes providências:
  • Lave suas mãos, os braços até o cotovelo, o rosto e o pescoço.
  • Não use perfume, nem desodorantes com cheiros fortes.
  • Se você fumar, evite aproximar-se imediatamente. Espere cerca de 15 minutos.

Outros conselhos na hora de visitar um recém-nascido

Além de evitar carregar o bebê, existem outros pormenores que você deve ter em mente quando decidir visitar um recém-nascido, entre eles, não podemos deixar de sugerir:

Não seja inconveniente

Existem certos horários cruciais para os pais e para a família do recém-nascido que devem ser respeitados, como momentos íntimos destinados apenas para as pessoas que vivem dentro da casa. Os horários de sono tanto da criança como dos adultos, os banhos, a alimentação…

Por isso, se você decidir ir pela manhã evite chegar muito cedo, e durante o período noturno evite prolongar sua visita até mais tarde.

Durante o meio dia também é um período complicado porque a família está almoçando, a mamãe está dando de mamar para o seu filho, o bebê e todos estão dormindo a sesta… muitos pais esperam por esse horário em que a criança está dormindo um pouco mais (se for uma criança com esses hábitos) para descansar depois de uma noite em claro.

O mesmo acontece com o momento de amamentar, ou quando a família está fazendo as tarefas do lar. Resumindo: com a intenção de não ser inconveniente anuncia sua visita e pergunte qual é o melhor horário para conhecer o recém-nascido. 

Mostre suas melhores maneiras

Conselhos na hora de visitar um recém-nascido

Quando você for visitar um recém-nascido e os seus pais, pratique as suas melhores maneiras:

  • Lave as mãos e vá com roupa limpa.
  • Não prolongue a sua visita por mais de 20 minutos.
  • Evite falar em voz alta.
  • Não insista em assuntos como conhecer o bebê se ele estiver dormindo. Lembre-se que seu descanso é fundamental. Também existem pais que não gostam de introduzir todo mundo no quarto do bebê.
  • Jamais vá conhecer um bebê quando estiver resfriada ou tenha alguma doença contagiosa. Se você precisa visitar a família porque é algum tipo de hábito ou tradição familiar, desculpe-se por telefone e marque a visita para outro dia.
  • Não queira ser útil e ajudar com algo que tenha a ver com o recém-nascido, como dobrar suas roupinhas e guardá-las no armário. Espere que os pais peçam ajuda. Em todo caso, se o que você deseja é ser cortês, o melhor é você ajudar nas outras tarefas domésticas como limpar o chão, lavar os pratos…
  • Evite dar opiniões, faça isso apenas se lhe pedirem. E muito menos faça críticas de qualquer coisa relacionada ao recém-nascido.
  • Faça a visita sozinha ou acompanhada por outra pessoa. Não vá com muita gente para a casa do recém-nascido. Ponha-se em acordo com as outras pessoas do seu círculo de amigos e familiares e divida o horário de visitas.