Cozinhar com os adolescentes durante o confinamento

20 Maio, 2020
Cozinhar com os adolescentes durante o confinamento é muito positivo. Você quer experimentar com seus filhos? Veja nossas dicas!

Você acha que a convivência com o seu filho adolescente é complicada? Você gostaria de se divertir um pouco com ele? Uma boa maneira de fazer isso é cozinhar com os adolescentes durante o confinamento.

Benefícios de cozinhar com os adolescentes durante o confinamento

Mudança de hábitos e uma saúde melhor

A maioria dos programas de intervenção realizados em diferentes países obteve resultados muito bons. Em primeiro lugar, é possível melhorar os hábitos alimentares. Geralmente, os adolescentes tendem a consumir com muita frequência fast-foods, refrigerantes e doces.

Em contrapartida, dificilmente eles experimentam frutas, verduras, legumes ou peixes. Por esse motivo, o principal objetivo é incentivar que eles aprendam a incorporar esses alimentos em suas vidas diárias e que passem a gostar deles.

Ao mesmo tempo, essa mudança é acompanhada por melhoras na saúde. Ao permitir que os adolescentes participem ativamente, observa-se um aumento no consumo de frutas e vegetais, pois eles descobrem receitas que valorizam o sabor desses alimentos e, ao mesmo tempo, os tornam agradáveis ao paladar.

Além disso, é a oportunidade perfeita para você apresentar alimentos que eles não conhecem e incentivá-los a experimentar novas opções. Você também pode explicar as propriedades desses alimentos para que eles tenham consciência do impacto da alimentação na maneira como se sentem.

Aquisição de habilidades culinárias

A aprendizagem é um processo por meio do qual se adquire conhecimento. Embora existam diferentes maneiras de alcançá-lo, 70% vem da prática.

O ato de realizar experimentos consolida as informações, pois, dessa maneira, elas são retidas por um período de tempo maior e é mais fácil assimilá-las. Portanto, cozinhar é fundamental, pois permite que os adolescentes aprendam quais utensílios usar e como usá-los, além de descobrir a grande diversidade de técnicas culinárias existentes.

Mãe e filha na cozinha: cozinhar com os adolescentes durante a quarentena

É essencial mostrar a eles que o sabor está intimamente relacionado ao corte, à maneira de cozinhar os ingredientes e ao uso de especiarias. A questão é dar asas à imaginação.

Promover os valores do dia a dia ao cozinhar com os adolescentes durante o confinamento

Os valores mais importantes são o trabalho em equipe e o fortalecimento da relação, pois vocês podem dividir as tarefas, aproveitando para, assim, economizar tempo e conversar um pouco. Pergunte, por exemplo, como seu filho está ou o que ele gostaria de cozinhar. Vocês também podem comentar sobre um filme ou alguma série que estão assistindo na Netflix.

Essa é uma maneira de derrubar as barreiras que podem estar separando vocês, talvez pelo pouco tempo que passavam juntos antes ou porque seu filho ficava muito incomodado quando você questionava sobre os amigos dele. Não há problema nenhum em se interessar por essas questões, desde que você respeite a privacidade do seu filho.

Além dessas ideias, você também pode inventar uma competição entre os irmãos e fazer avaliações no final. Obviamente, você deve deixar claro que ganhar ou perder não importa, pois sempre há algum desenvolvimento positivo para todos.

Cozinhar também aumenta a concentração, visto que tentamos nos esforçar ao máximo para seguir os passos e preparar uma comida saborosa.

Humor e bem-estar

Alguns estudos mostram que adolescentes que têm conhecimentos culinários têm menos risco de apresentar sintomas depressivos. Por um lado, é uma atividade divertida, gratificante e relaxante, pois envolve o preparo de uma receita com seus ingredientes favoritos ou que foi compartilhada por um amigo ou alguém que eles seguem nas redes sociais.

Por outro lado, comer é prazeroso, pois fornece nutrientes básicos e energia, além de estimular a secreção de serotonina, um hormônio diretamente relacionado ao bem-estar emocional.

Então, a seguir, vamos apresentar a receita de uma pizza para cozinhar com seus filhos adolescentes durante essa quarentena. Vocês vão adorar!

Benefícios de cozinhar com os adolescentes durante o confinamento

Pizza para cozinhar com os adolescentes durante o confinamento

Ingredientes

  • 400 g de farinha de trigo integral
  • 200 ml de água morna
  • 2 colheres de sopa de azeite virgem.
  • 15 g de fermento biológico fresco.
  • Sal.
  • Champignons.
  • Atum em conserva.
  • Queijo ralado.
  • Molho de tomate.
  • Orégano.

Preparo

Primeiro, em uma tigela misture a farinha com a água, o azeite e o fermento junto com uma pitada de sal até que tudo fique bem integrado. Em seguida, sove a massa com as mãos limpas até que não esteja mais grudando. Deixe descansar por alguns minutos. Depois, polvilhe o balcão com farinha e estique a massa com um rolo. Por fim, coloque-a em uma bandeja forrada com papel manteiga.

Quando a massa que a estiver pronta na bandeja, espalhe o molho de tomate com a ajuda de uma colher. Em seguida, acrescente os champignons cortados em fatias, o atum, o queijo e o orégano, nessa ordem. Por fim, asse por cerca de 15 minutos a 180ºC no forno preaquecido.

Como você pôde perceber, cozinhar é uma atividade muito estimulante para os adolescentes e que permite se divertir ganhando confiança em si mesmo e em relação a toda a família.

  • Santarossa S, Ciccone J, Woodruff SJ (2015) An evaluation of the Kinect-Ed presentation, a motivating nutrition and cooking intervention for young adolescents in grades 6-8. Appl Physiol Nutr Metab. 40(9):945-50.
  • Oakley AR, Nelson SA, Nickols-Richardson SM (2017) Peer-Led Culinary Skills Intervention for Adolescents: Pilot Study of the Impact on Knowledge, Attitude, and Self-efficacy. J Nutr Educ Behav, 49(10):852-57.
  • Pareja Sierra SL, Roura Carvajal E, Milà-Villarroel R, Adot Caballero A. (2018) Study and promotion of healthy eating habits and physical activity among Spanish adolescents: TAS program (you and Alicia for health. Nutr Hosp, 35:121-29.
  • Utter J, Fay A, Denny S. (2015) Exposing young people to cooking and new foods: findings from a feasibility study in an alternative education setting. Int J Adolesc Med Health, 27(4):377-81.
  • Black K, Thomson C, Chryssidis T, Finigan R, Hann C, Jackson R et al (2018) Pilot Testing of an Intensive Cooking Course for New Zealand Adolescents: The Create-Our-Own Kai Study. Nutrients, 10(5).
  • Utter J, Denny S, Lucassen M, Dyson B (2016) Adolescent Cooking Abilities and Behaviors: Associations With Nutrition and Emotional Well-Being. J Nutr Educ Behav,48(1):35-41.
  • Cocina abierta de Karlos Arguiñano. Receta de masa de pizza casera. [Consultado el 16 de abril de 2020]Disponible en: https://www.hogarmania.com/cocina/recetas/pastas-pizzas/201401/masa-pizza-casera-karlos-arguinano-23249.html