Crianças que colocam a língua para fora quando estão concentradas. Por quê?

· 21 de junho de 2017

Crianças que colocam a língua para fora quando estão concentradas. Esse gesto é tão comum que acaba passando despercebido. Todos nós já vimos essa imagem. Mas por que isso acontece? Segundo os especialistas, nas crianças entre cinco e nove anos de idade essa ação é mais frequente.

Não se trata de um problema mental ou de saúde em geral. Aparentemente, é um reflexo produzido pela mobilização da linguagem e da motricidade. Assim como fazemos gestos com as mãos ou com o rosto quando falamos, colocar a língua para fora quando pensamos segue o mesmo princípio.

Uma forma de identificar que uma criança está realmente concentrada é quando a vemos realizar esse gesto. É gratificante observar como a criança se foca em uma atividade, de forma que nada ao seu redor afeta sua concentração. Pode haver barulho em volta, crianças brincando, pessoas conversando. Nada tira a concentração dela.

Por que as crianças colocam a língua para fora quando estão concentradas?

língua para fora

Nós últimos anos, os pesquisadores também se interessaram por esse comportamento. Segundo um estudo, existe uma estreita relação entre a linguagem e a atividade motora. De acordo com os resultados, não se trata somente de colocar a língua para fora, também há outros padrões que podem ser observados.

Para realizar o estudo, os pesquisadores gravaram 14 crianças enquanto elas realizam atividades diferentes. Foram estudadas crianças de 4 anos, cuja característica em comum era serem destras. Elas foram observadas enquanto completavam exercícios projetados especialmente para esse propósito. As atividades mediam diferentes níveis de motricidade, em que supostamente ocorria a ação de colocar a língua para fora.

Os pesquisadores perceberam que, nas atividades que envolvem motricidade fina, o resultado foi o esperado. No entanto, se surpreenderam ao observar que a ação observada também ocorreu em exercícios que exigiam mais movimento. Ou seja, as crianças se concentravam e expressavam essa concentração ao colocar a língua um pouco para fora, em diferentes níveis de concentração.

Da mesma forma, observou-se que colocam a língua para fora independente do lado, seja o direito ou o esquerdo. Destacaram também com que frequência elas realizavam esse gesto, e por quanto tempo o mantinham. Aparentemente, não são os exercícios de motricidade fina que provocam a ação de colocar a língua para fora com maior frequência. Aquelas atividades que exigem menos precisão são as que mais ativam esse reflexo.

Portanto, conseguiram explicar que esse comportamento se relaciona com a comunicação, nos termos mais básicos. Para explicar isso, afirmam que na maioria dos casos, os pequenos colocam a língua para fora pelo lado esquerdo. Lado do hemisfério cerebral relacionado à linguagem.

Agora que você já sabe…

Podemos apostar que você sabe do que estamos falando. Todos nós já vimos nosso filho fazer isso. Mas agora talvez vamos prestar mais atenção. É um gesto tão bonito e agora, também tão interessante. Observe seu filho e perceba o quanto ele se concentra. Quais são as atividades que fazem ele colocar a língua para fora?

língua para fora

De acordo com os pesquisadores, essa ação está relacionada com a linguagem. Talvez estejamos vendo como o cérebro dos pequenos trabalha. Além disso, é um indicativo daquilo que ele pode conquistar. Demonstra que as capacidades dele estão sendo aplicadas ao máximo. É um comportamento bem simples. Mas a ciência explica uma série de comportamentos neurológicos aos quais vale a pena estudar e compreender.

Você pode se perguntar por que não observamos frequentemente esse comportamento em adultos. Os pesquisadores explicam que em algumas situações reagimos colocando a língua para fora, mas logo em seguida percebemos. Quando isso começa a acontecer, decidimos reprimir essa ação devido a razões culturais.

Não queremos que outros adultos nos vejam fazer isso. No entanto, á algo que pode acontecer a qualquer momento porque é um reflexo primitivo difícil de eliminar por completo.