A que se devem os desejos durante a amamentação?

· 11 de julho de 2017

Os desejos parecem ser um assunto exclusivo das grávidas. Existem desejos reais, complexos, estranhos e, inclusive, falsos. Mas acontecem com quase todas. Apesar de ser verdade que qualquer pessoa possa sentir um desejo, não é considerado urgente. Do mesmo modo, observou-se que durante a amamentação eles também ocorrem. A necessidade de comer determinados alimentos enquanto amamentamos é uma ideia que não foi muito difundida. Sobre esse tema, pode-se dizer que se estamos com desejo de algo, mas não estamos grávidas então não é considerado um desejo. É possível que a mãe sinta desejo durante a amamentação e não o identifique.

O certo é que sempre que sentirmos fome ou desejo, essas sensações tem a ver com o desequilíbrio de nutrientes. Muitas mulheres pensam que e, talvez depois de ler essa observação, mais mulheres vão dizer: “Aconteceu isso comigo!”  Vamos explicar por que isso acontece.

Desejo durante a amamentação

A fase da amamentação está profundamente relacionada com a nossa alimentação. Portanto, precisamos de todos os nutrientes dobrados, para o nosso corpo e para o leite que produzimos. É por isso que às vezes algumas mulheres engordam nessa fase, pois amamentar dá muita fome.

Desejo durante a amamentação

Por vezes não se trata somente de fome, mas de uma necessidade particular de comer alguma coisa. Em geral os desejos estão relacionados com os doces. Os especialistas explicam isso da mesma forma, um desequilíbrio nos níveis de açúcar implica em uma necessidade imediata. Da mesma forma, quando  se quer algo doce, costumamos dizer simplesmente que estamos com fome.

Por outro lado, outra questão a se levar em consideração é o fato de que durante a gravidez às vezes as dietas são estritas.  Ou seja, o consumo de determinados alimentos é limitada ou totalmente proibida. Os regimes alimentares provocam o desequilíbrio de alguns níveis de nutrientes, ao mesmo tempo em que nos fazem sentir um desejo prolongado.

Tanto o açúcar quanto as gorduras são os principais alimentos que têm seu consumo controlado durante a gestação. Portanto, os desejos tendem a estar relacionados principalmente a esses grupos alimentares. Certamente, quem já passou (ou está passando) por isso vai entender, outras mulheres vão começar a perceber.

De acordo com o que foi explicado pelos especialistas, os desejos surgem para todas as mulheres em algum momento. Talvez não conseguimos reconhecer no momento e esquecemos, mas é completamente normal. É por isso que muitas mulheres garantem que nunca passaram por essa situação.

Como identificar um desejo durante a amamentação?

O corpo humano tem seus métodos para manifestar qualquer carência nutricional. Nesse sentido, podemos perceber a maneira que o corpo tem de nos avisar que precisamos repor tais deficiências. Certamente vamos buscar suprir o que nos faz falta e talvez o façamos sem perceber. Possivelmente, quando decidimos o que preparar para o almoço, inconscientemente estejamos respondendo a um desejo.

entenda melhor o desejo durante a amamentação

A vontade de consumir determinados alimentos se explica por sua composição. Decidimos fritar ao invés de ferver, ou consumimos uma fruta mais doce como lanche. Talvez hoje vamos querer comer fora, pois aquele restaurante serve uma pizza muito gostosa. Se a carência é de algum nutriente como o ferro, podemos buscar repor essa falta com diferentes alimentos. Ou seja, a vontade não tem por que ser desmedida ou excepcional.

Não podemos nos esquecer de que a sede também pode apresentar características de desejo. Durante a amamentação, podemos ter muita sede, pois perdemos uma quantidade de líquido muito grande. Todos aqueles nutrientes usados para suprir as necessidades do bebê, devem ser incorporados ao leite materno. Dessa maneira, é nossa obrigação consumi-los.

Estudos recentes demonstraram que o leite materno é diferente, dependendo do sexo do bebê. As meninas podem precisar mais de cálcio e os meninos de gordura. O corpo da mãe está comprometido com a função de produzir o leite especialmente para seu filho.