Dicas para manter a pele do bebê hidratada

A pele do bebê é mais delicada e sensível do que a pele do adulto. Através de uma hidratação adequada, colaboramos com a função de barreira da pele.
Dicas para manter a pele do bebê hidratada

Última atualização: 12 maio, 2022

Manter a pele do bebê hidratada é uma das muitas preocupações dos pais. A barreira cutânea da pele dos pequenos ainda não está totalmente desenvolvida e não desempenha as funções que deveria como pele adulta.

Da mesma forma, o cuidado e a hidratação da pele do bebê ajudam a evitar dermatites, irritações e desconfortos posteriores. Embora um bom creme ou loção hidratante seja eficaz nesse aspecto, existem recomendações a considerar para manter a pele do bebê hidratada e saudável.

Como manter a pele do bebê hidratada?

O crescimento do bebê, agentes agressivos externos ou mudanças de temperatura são alguns dos fatores que podem determinar que a pele do bebê fique ressecada.

Mãe fazendo cuidados com a pele do bebê.

Hidratação adequada

De acordo com estudos de Pediatric Dermatology, os bebês nascem com a pele mais seca do que o normal. Por isso, o uso de emolientes ajuda a manter a pele do bebê hidratada e protege a integridade da superfície da pele.

Os hidratantes corretos e usados adequadamente podem melhorar, proteger e preservar a barreira cutânea da pele do bebê, adicionando lipídios e água à superfície da pele. Portanto, colaboram e inibem a perda de água.

Um dos momentos ideais para a aplicação de produtos hidratantes é após o banho, pois a pele está muito receptiva a qualquer produto aplicado nela.

Protetor solar

A exposição à luz solar não é recomendada para bebês com menos de 6 meses de idade porque sua pele é mais sensível que a dos adultos. Eles podem até se queimar mais facilmente e sofrer desidratação.

Além disso, não só a exposição ao sol é proibida, mas o fator de proteção solar não deve ser aplicado a eles se tiverem menos de 6 meses de idade.

Ao escolher o fator de proteção solar, deve-se optar por um de amplo espectro que ofereça cobertura contra os raios UVA e UVB com fator de proteção maior ou igual a 50. Além disso, o produto deve ser reaplicado a cada 2 horas, pois perde sua eficácia com o tempo.

Roupa correta

Assim como certos produtos podem causar irritação ou dermatite alérgica na pele do bebê, certos tipos de tecidos de roupas também podem.

Recomenda-se usar roupas feitas com 100% algodão ou outros tecidos naturais. Você deve ainda optar por roupas que não contenham produtos químicos em sua preparação.

Algumas peças de roupa têm etiquetas ou certas costuras que podem incomodar o bebê. Portanto, recomenda-se removê-las ou cortá-las para evitar possíveis dermatites.

Banhos para manter a pele do bebê hidratada

Os banhos em bebês não precisam ser dados todos os dias. Ao contrário, naqueles dias em que o banho não for realizado, apenas a limpeza com um pano úmido será suficiente.

Não é obrigatório o uso de sabão para esse tipo de higiene. No entanto, no caso de se recorrer a ele, deve ser enxaguado corretamente para evitar mais irritações.

A temperatura da água deve ser morna e temperaturas extremas devem ser evitadas para não gerar desequilíbrios térmicos na pele.

Você pode gostar de ler: A pele do bebê durante o primeiro banho

Mãe passando creme no filho para manter a pele do bebê hidratada.

Sabonetes e óleos para higiene

A pele do bebê é muito sensível e não está totalmente desenvolvida logo após o nascimento. Portanto, a função de barreira que ela deve cumprir ainda não está em vigor. Assim, o uso de qualquer tipo de sabonete ou óleo pode causar alterações nos níveis de pH da pele e desencadear processos irritantes, eczema ou coceira no bebê.

Na hora de escolher um sabonete ou óleo para o banho e a higiene do bebê, alguns cuidados e precauções devem ser tomados. Da mesma forma, uma revisão no Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology recomenda o uso de sabonetes suaves, neutros, syndet, que não sejam perfumados e que não gerem muita espuma.

O que deve ser lembrado para manter a pele do bebê hidratada?

A pele dos bebês é mais sensível e delicada porque ainda não está totalmente desenvolvida. Consequentemente, requer certos cuidados e processos de higiene para promover uma pele saudável.

Na medida do possível, a integridade e a hidratação da pele devem ser mantidas para evitar possíveis dermatites. Por isso, é conveniente levar em conta aspectos como a hidratação, a frequência dos banhos e o uso de determinados produtos.

This might interest you...
10 remédios naturais para a pele seca do bebê
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
10 remédios naturais para a pele seca do bebê

Existem vários remédios naturais para a pele seca do bebê. No entanto, nem todos são adequados para uso em recém-nascidos. Saiba mais!



  • Blume-Peytavi U, Cork MJ, Faergemann J, Szczapa J, Vanaclocha F, Gelmetti C. Bathing and cleansing in newborns from day 1 to first year of life: recommendations from a European round table meeting. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2009 Jul;23(7):751-9. doi: 10.1111/j.1468-3083.2009.03140.x. PMID: 19646134.
  • Saijo S, Tagami H. Dry skin of newborn infants: functional analysis of the stratum corneum. Pediatr Dermatol. 1991 Jun;8(2):155-9. doi: 10.1111/j.1525-1470.1991.tb00308.x. PMID: 1923986.
  • Julian E, Palestro AM, Thomas JA. Pediatric Sunscreen and Sun Safety Guidelines. Clin Pediatr (Phila). 2015 Oct;54(12):1133-40. doi: 10.1177/0009922815591889. Epub 2015 Jun 29. PMID: 26130395.
  • Mendes BR, Shimabukuro DM, Uber M, Abagge KT. Critical assessment of the pH of children’s soap. J Pediatr (Rio J). 2016 May-Jun;92(3):290-5. doi: 10.1016/j.jped.2015.08.009. Epub 2016 Feb 1. PMID: 26844391.
  • Goad N, Gawkrodger DJ. Ambient humidity and the skin: the impact of air humidity in healthy and diseased states. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2016 Aug;30(8):1285-94. doi: 10.1111/jdv.13707. Epub 2016 Jun 15. PMID: 27306376.