Dieta hidratante para crianças no verão

18 Novembro, 2020
Descubra os segredos de uma dieta hidratante para crianças no verão para, assim, evitar que o calor coloque a saúde delas em risco.

Você sabia que as necessidades de líquidos aumentam com o calor ou com a prática do exercício físico? Embora seja recomendado beber 1,5 a 2 litros por dia, os líquidos também são encontrados nos alimentos, assim você pode consumi-los enquanto come. É por isso que recomendamos uma dieta hidratante para crianças no verão, pois elas são mais vulneráveis à desidratação.

Além disso, o corpo é composto por 60-75 % de água, portanto, consumi-la como sua bebida principal é essencial. Aliás, ela não contém calorias e fornece sais minerais. Inclusive, a água é responsável por regular a temperatura corporal e facilitar a digestão. Também reduz o apetite e a ingestão calórica, o que é fundamental para controlar o excesso de peso e a obesidade.

Você quer saber como manter seus filhos bem hidratados através da alimentação? Continue lendo para descobrir.

Dieta hidratante para crianças no verão

Dieta hidratante para crianças no verão

Teor de água dos alimentos

Você sabia que as frutas e os legumes contêm 80-95% de água? E ainda assim, são os alimentos cujo consumo é inferior às 5 porções diárias recomendadas. Além disso, exatamente o verão é a estação do ano das frutas e dos legumes com maior teor de água, como por exemplo, a melancia, o melão, os aspargos e os vegetais de folhas verdes. É por isso que é o momento ideal para oferecê-los aos pequenos.

Também há os laticínios, especialmente o leite, seguidos por carne, peixe e ovos. Entretanto, deve-se observar que o teor de água diminui ou aumenta com o cozimento, dependendo do tipo de alimento. Por exemplo, as leguminosas precisam de uma imersão prévia e, portanto, vão de 7-10% a 70-80 %. Por outro lado, o teor é mais baixo no peixe assado ou grelhado do que no peixe cru.

Bebidas hidratantes para crianças

Como já mencionamos anteriormente, a água é a bebida fundamental para as crianças e seu consumo depende da sede. Às vezes, é rejeitada por falta de sabor, mas existe uma solução. Você quer saber como? Algumas gotas do suco de determinadas frutas cítricas, ervas aromáticas e infusões podem ser adicionadas. Além disso, você também pode adicionar fatias de frutas e hortaliças frescas e deixá-las descansar por algumas horas na geladeira. Agora você pode saborear uma bebida caseira!

Com relação aos refrigerantes, recomenda-se reduzir seu consumo, pois eles fornecem apenas açúcar ou edulcorante e, embora seja difícil de entender, desidratam. Eles são geralmente acompanhados por outros produtos, como salgadinhos e doces, de modo que se tornam uma bomba calórica.

Outras bebidas úteis são o leite e as bebidas vegetais, que geralmente são a segunda escolha das crianças da casa, de acordo com o estudo DONALD. Eles têm a vantagem de serem ricos em cálcio e vitamina D. Em relação às bebidas vegetais, que são as substitutas do leite, é importante saber que até a idade de um ano não são recomendadas (com exceção da bebida de arroz, pois é uma fonte de arsênico).

Outra vantagem do leite é que você pode criar muitos smoothies adicionando fruta e triturando-a. Você pode até complementar com algumas oleaginosas e sementes, ou aromatizar com canela e cacau em pó. São ótimas opções, pois fornecem energia às crianças depois das brincadeiras no parque.

Dieta hidratante para crianças no verão

Por fim, há um dilema com os sucos: qual é melhor, o natural ou de caixa? O que é claro é que eles não são equivalentes a uma fruta, pois a fibra foi removida tornando a absorção do açúcar mais rápida. É por isso que dietistas e nutricionistas recomendam beber sucos de vez em quando e dar prioridade à fruta fresca e inteira, independentemente de os sucos serem preparados em casa ou comprados. Mesmo que sejam vendidos como “sem adição de açúcar”, têm o mesmo efeito.

Exemplo de uma dieta hidratante para crianças no verão

  • Café da manhã. Um copo de leite ou bebida de aveia com cacau em pó sem adição de açúcar + um iogurte natural com frutas vermelhas (mirtilos frescos e morangos picados) e canela.
  • Lanche da manhã (se houver com fome). Sanduíche de creme de amendoim e fatias de banana.
  • Almoço. Salada de quinoa, lentilhas, tomate, abacate e cenoura + 3 damascos. Acompanhado de um refresco de água caseiro com pêssego, limão e tomilho.
  • Lanche. 2 torradas integrais com homus.
  • Jantar. 1 tigela de gaspacho (sopa fria de tomate) com pedaços de vegetais e torradas + omelete de queijo + melancia com lima e hortelã.

Dicas para prevenir a desidratação das crianças no verão

Em resumo, as crianças são mais vulneráveis à desidratação no verão devido às altas temperaturas. Portanto, é importante que frutas, verduras e hortaliças, assim como a água, estejam presentes no dia a dia das crianças, desde pequenas, e como parte de uma dieta hidratante no verão.

Como prevenção, é recomendado que os pequenos bebam água durante todo o dia e tentem ficar em um lugar fresco durante as horas de sol mais forte. Também devem se proteger com um boné ou chapéu.

  • Agencia de Salud Pública de Cataluña. (2017) El agua. [Consultado el 21 de julio de 2020] Disponible en: https://canalsalut.gencat.cat/ca/vida-saludable/alimentacio/els_aliments/laigua/ 
  • Departamento de Salud de Cataluña. Hidratación en la infancia.
  • Julio Basulto y Carlos Casabona (2020) Beber sin sed: Guía para elegir bien lo que bebes. Editorial Paidós: España.
  • Ministerio de Sanidad, Servicios Sociales e Igualdad. BEDCA (Base de Datos Española de Composición de Alimentos).
  • StahlA; Kroke, A; Bolzenius, K; Manz, F (2007) Relation between hydration status in children and their dietary profile – results from the DONALD study. Eur J Clin Nutr, 61(12): 1386-92.
  • Bougatsas, D; Arnaoutis, G; Panagiotakos, D B; Seal, A D; Johnson, E C; Bottin, J H et al (2018) Fluid consumption pattern and hydration among 8-14 years-old children. Eur J Clin Nutr, 72(3): 420-27.