Enxaguante bucal para crianças: tudo o que você precisa saber

O enxaguante bucal para crianças é um complemento para o cuidado da saúde bucal dos pequenos. A seguir, vamos falar sobre os seus benefícios, além de mostrar como e quando usá-lo.
Enxaguante bucal para crianças: tudo o que você precisa saber

Última atualização: 09 Março, 2021

O enxaguante bucal para crianças costuma ser uma preocupação comum dos pais em consultórios odontológicos. Esse produto pode ser encontrado entre os itens de higiene bucal com sabores agradáveis ​​e imagens infantis. Então, surge a dúvida: será que esses enxaguantes são necessários para a boca dos pequenos?

A seguir, vamos esclarecer para que servem e a partir de qual idade o seu uso é recomendado. Você também aprenderá a usar esse complemento para cuidar da boca dos pequenos.

O que é o enxaguante bucal para crianças?

O enxaguante bucal para crianças é uma solução que complementa a limpeza da boca. As versões infantis são pensadas ​​para a prevenção das cáries, embora também favoreçam o controle de bactérias e deixem uma sensação de hálito agradável.

Enxaguante bucal para crianças

Entre os seus principais ingredientes deve estar o flúor em concentrações ideais para a idade dos pequenos. Esse elemento fortalece o esmalte dos dentes e previne as cáries.

Outro componente comum é o pantenol (provitamina B5), que ajuda a proteger as gengivas. Ao ler os rótulos desses produtos, é importante garantir que eles não contenham álcool.

Embora seja possível encontrar uma infinidade de marcas, sabores e designs no mercado, a principal característica que deve ser considerada para a escolha de um tipo é observar se o enxaguante bucal pode ser usado antes ou depois da escovação:

  • Enxaguante pré-escovação: esses enxaguantes bucais tingem os dentes para que a criança visualize a presença de placa bacteriana e possa realizar a escovação corretamente. Promovem uma limpeza completa e mais prolongada, já que a criança terá interesse em remover todas as áreas tingidas. Eles são úteis para ensinar às crianças a técnica correta de escovação e ajudar a prevenir o acúmulo de placa bacteriana, o que causa as cáries.
  • Enxaguante pós-escovação: são os mais comuns. São recomendados para uso diário, com concentrações de fluoreto de sódio de 0,05% (220 partes por milhão de flúor ou ppmF), ou para uso semanal, com concentrações de 0,2% (900 ppmF). Os enxaguantes para uso diário devem ser utilizados ​​uma vez ao dia após a escovação, enquanto os de uso semanal são utilizados uma vez por semana. O odontopediatra é quem pode orientar melhor sobre o tipo de enxaguante bucal a ser escolhido para cada criança.

Benefícios do enxaguante bucal para crianças

Conforme já mencionamos, o uso de enxaguante bucal para crianças é um complemento para o cuidado da saúde bucal. Ele potencializa a escovação e o uso do fio dental, mas não pode substituí-los de forma alguma. Assim, alguns dos benefícios do uso do enxaguante bucal são os seguintes:

  • A presença de flúor protege o esmalte e previne as cáries. Também favorece o processo de remineralização no caso de cáries incipientes.
  • Dá uma sensação de hálito fresco.
  • É útil para crianças com aparelho ortodôntico, pois ajuda a limpar restos de comida que ficam presos no aparelho. Além disso, também permite chegar a áreas de difícil acesso.
  • Os enxaguantes que tingem os dentes ajudam a aprender e a praticar a técnica de escovação no caso das crianças que ainda não a dominam.
  • Protege as gengivas e evita que fiquem inflamadas e sangrem.
  • Como possuem um sabor agradável e as suas embalagens são atraentes, podem estimular o interesse das crianças em cuidar da saúde bucal.

Quando começar a usar?

Antes de começar a usar um enxaguante bucal para crianças, os pais devem se certificar de que ela é capaz de cuspir e que entenda que esse líquido não deve ser engolido. É necessário monitorar para que a criança não engula o enxaguante porque o flúor que ele contém, se ingerido com frequência, pode causar fluorose.

A fluorose ocorre quando os dentes da criança que ainda estão se formando são expostos a flúor em excesso. Os elementos dentais ficam manchados de branco ou marrom e podem apresentar superfícies irregulares.

Em geral, a partir dos 6 anos, as crianças costumam estar prontas, mas é sempre útil praticar primeiramente fazendo bochechos com água. Se o seu filho conseguir colocar um gole de água na boca, bochechar sem engolir e cuspir, é provável que ele possa fazer o mesmo com o enxaguante bucal.

Como o enxaguante bucal para crianças deve ser usado?

Antes de comprar um enxaguante bucal para crianças, é aconselhável consultar o odontopediatra. O profissional poderá orientar melhor sobre a necessidade ou não do seu uso, bem como sobre qual tipo de enxaguante é mais adequado e como ele deve ser utilizado.

Enxaguante bucal para crianças

Quando o filho começar a usar um enxaguante bucal para crianças, os pais devem supervisionar o processo. São eles que vão dosar a quantidade necessária para evitar o excesso.

Também são os adultos que devem se certificar de que a criança não engula o enxaguante bucal acidentalmente. Além disso, eles devem garantir que a escovação e o uso do fio dental ocorram corretamente.

Motivar a criança com jogos ou músicas pode ser útil. Uma técnica é usar um cronômetro ou relógio para indicar que o produto deve agir por um minuto na boca e então possa ser cuspido. Depois de fazer o bochecho com o enxaguante bucal e cuspir, não se deve enxaguar com água. O ideal é não comer nem beber nada durante pelo menos 30 minutos.

Consulta com o odontopediatra

O enxaguante bucal para crianças é um complemento à rotina de higiene bucal, mas não é necessário para todas as crianças. Uma consulta com um dentista pediátrico é o mais recomendável antes de começar a utilizar esses produtos. O profissional é a melhor pessoa para orientar sobre qual enxaguante bucal para crianças escolher, como ele deve ser usado e se isso realmente é necessário.

De qualquer forma, a incorporação de hábitos de saúde bucal desde cedo fará a diferença. Se o dentista sugerir, o enxaguante bucal para crianças pode ser mais um aliado para a prevenção de cáries e para os cuidados com a saúde bucal.

Pode interessar a você...
A higiene bucal na escola
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
A higiene bucal na escola

A higiene bucal é de grande importância para levar uma vida saudável, uma vez que a cavidade oral é a principal porta de entrada para os microrgani...



  • Baez-Quintero, Liliana Carolina, et al. “Concentración de flúor en cremas dentales y enjuagues bucales para niños vendidos en la ciudad de Bogotá, Colombia.” Revista Nacional de Odontología 12.23 (2016): 41-48.
  • Capelo Ríos, Deyvid Gustavo. Nivel de conocimiento de padres de familia sobre higiene dental de niños con diagnóstico de caries. BS thesis. Universidad Nacional de Chimborazo, 2019, 2019.
  • Muñoz Sáenz, Darío Xavier. Proyecto educativo para promover la higiene buco dental en niños de 8 a 9 años de edad de la escuela fiscal mixta Bogotá de la ciudad de Quito. BS thesis. Quito: Universidad de las Américas, 2017., 2017.
  • Agudelo Aguirre, Dioneth Carolina, et al. “Factores asociados a la fluorosis dental en niños de 8 a 12 años en el municipio de Restrepo Meta.” (2019).
  • Tigselema Mena, Selene Estefanía. Enjuagues bucales para el control de placa bacteriana. BS thesis. Universidad de Guayaquil. Facultad Piloto de Odontología, 2020.
  • Tabango, Lema, and Alba Vanessa. Efecto antibacteriano de tres enjuagues bucales pediátricos comercializados en ecuador sobre cepas de streptococcus mutans: estudio in vitro. MS thesis. Quito: UCE, 2017.
  • Leyva Bahena, Salma, et al. “Efectividad antimicrobiana de cuatro enjuagues bucales.” Tlamati Sabiduría (2016).
  • FARMACÉUTICO, ÁMBITO. “Higiene bucodental. Pastas dentífricas y enjuagues bucales.”