Exercício nas primeiras 6 semanas após o parto

Você acha que não é positivo fazer exercícios nas primeiras 6 semanas após o parto? Saiba como você pode organizar uma boa rotina, sempre acompanhada de uma orientação profissional constante.
Exercício nas primeiras 6 semanas após o parto

Última atualização: 21 Junho, 2021

Existem muitas afirmações sobre a prática de exercício após o parto, muitas das quais são consideradas erros ou mitos pela população em geral. Submeter seu corpo a mais esforço físico pode não ser a primeira coisa que virá à mente nesse momento, mas pode ser benéfico.

Quando falamos sobre esforço físico não estamos nos referindo a se submeter a uma rotina de treinos extenuantes, longe disso. Mas é necessário que você recorra a alguns exercícios para fortalecer gradativamente seu organismo.

Exercício após o parto: é viável?

Com base no exposto acima, está claro que você precisa se exercitar após o parto. Talvez você tenha que buscar coragem nos lugares mais inesperados, mas você certamente vai agradecer mais tarde.

Claro que fazer exercícios após o parto é viável. As primeiras 6 semanas são cruciais para incluir rotinas de treinamento específicas e gerais. Logicamente, algumas recomendações serão importantes, assim como prevenção e muito tato.

Mulher caminhando com seu bebê como parte da prática de exercício após o parto para se recuperar.

Aspectos a serem considerados ao fazer exercício após o parto

Praticar exercícios nas primeiras semanas após o parto é muito importante para sua recuperação. Porém, esse assunto não pode ser abordado com ignorância, muito menos esperando resultados ideais. Na verdade, é um processo lento e cheio de recomendações, que você precisará ter sempre em mente.

Organizar rotinas de baixo impacto

Os exercícios leves são a principal ferramenta para fortalecer gradualmente o seu corpo após o parto. Você deve incluir exercícios como caminhadas, elevação do braço e assim por diante. Outros exercícios de baixo impacto recomendados são os de Kegel, para fortalecer o assoalho pélvico. Sem dúvida, uma das áreas mais afetadas após o parto.

Se você já praticou esse tipo de exercício durante a gravidez, não será tão difícil fazê-los após o parto. No entanto, sempre busque informações sobre como executá-los corretamente.

O importante é evitar o esforço excessivo, principalmente ao considerar que seu corpo está extremamente exausto por causa do processo de gravidez.

Incluir exercícios de respiração

Para incluir exercícios após o parto, especialmente durante as primeiras 6 semanas, você precisa ter muito cuidado. Os músculos do abdômen sofreram muito, mais ainda se você tiver passado por uma cesárea.

Isso não significa que não devam ser trabalhados, muito pelo contrário. No entanto, a inclusão de exercícios como abdominais ou semelhantes é estritamente proibida. Para trabalhar e fortalecer essa região do corpo, é aconselhável fazer exercícios respiratórios nos quais o diafragma seja contraído e relaxado regularmente.

Executar alongamentos específicos

Lembre-se de que seus grupos musculares estão fracos e, portanto, os exercícios após o parto devem ser muito leves. Nesse tipo de movimento, você pode incluir alongamentos musculares específicos. Dessa forma, é aconselhável alongar os braços, as costas e a região lombar. Apesar disso, antes de iniciar esses exercícios, você deve fazer um aquecimento, incluindo a ativação das articulações.

Esse tipo de exercício não só permitirá fortalecer os músculos, mas também ajudará a melhorar o fluxo sanguíneo em todo o corpo. Com o passar do tempo, os benefícios aparecerão no seu organismo.

Evitar exercícios de alto impacto

Conforme mencionado acima, os exercícios de alto impacto são estritamente proibidos durante as primeiras 6 semanas após o parto. Esse tipo de esforço físico pode colocar em risco a sua saúde, além de comprometer várias estruturas do organismo.

Nessa sentido, destacam-se os exercícios de baixo impacto, alguns já mencionados acima. Você não deve se esforçar para recuperar a forma ou para manter o estado físico que tinha antes da gravidez. Trata-se de um processo sério e responsável.

Mulher bebendo água após uma sessão de exercício após o parto.

Os tempos são diferentes

Embora as recomendações girem em torno de esperar pelo menos 6 semanas para o retorno à atividade física, a realização de exercícios de baixo impacto contribui para o bem-estar do corpo.

Apesar disso, os tempos de recuperação não são iguais para todas as mulheres que passaram por um parto (seja vaginal ou cesárea). Portanto, você deve entender que seu processo de recuperação não será igual ao da sua mãe ou da sua vizinha.

Além disso, também é necessário levar em consideração o estilo de vida da gestante. Se você era uma mulher fisicamente ativa, provavelmente estará mais fortalecida e seu tempo de recuperação será mais curto. No entanto, talvez vocês fosse sedentária ou pouco ativa. Nesse caso, sua recuperação provavelmente será mais complexa e demorada.

Exercício após o parto, monitoramento contínuo

Embora você possa criar suas próprias rotinas de baixo impacto, é melhor contar com a autorização de um profissional. Após o parto, continue comparecendo às consultas e siga as recomendações do médico. Ele será responsável por dar a você outras recomendações, além da autorização para o acompanhamento com um profissional de nutrição. Lembre-se de que nutrição e exercícios andam de mãos dadas, especialmente quando se trata de fortalecer o corpo.

Pode interessar a você...
5 frutas recomendadas durante a gravidez
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
5 frutas recomendadas durante a gravidez

Descubra as frutas recomendadas durante a gravidez e invente as melhores receitas para consumir doces saudáveis. Confira a lista!