O que é a fertilidade?

A fertilidade é um processo natural e muito complexo. Portanto, inúmeras situações ou condições podem afetá-la, tanto em homens quanto em mulheres.
O que é a fertilidade?

Última atualização: 14 Junho, 2021

Você sabia que a fertilidade é consequência de vários fatores anatômicos e fisiológicos? Por isso, pode ser influenciada por diversas situações comuns que, aos poucos, podem levar ao desenvolvimento da infertilidade.

Se você tem interesse pelo assunto, confira aqui alguns conceitos básicos sobre a fertilidade e quais fatores podem influenciá-la.

A complexidade da fertilidade

O termo fertilidade está associado à capacidade de uma determinada pessoa (no caso dos humanos) de dar origem a descendentes. Embora por muito tempo esse conceito tenha estado associado exclusivamente às mulheres, os homens também apresentam um grau de fertilidade variável.

Para entender a fertilidade e o processo de concepção, é importante ter uma ideia básica de como funciona o sistema reprodutivo em ambos os sexos. O mais “essencial” para que o início da gravidez ocorra corretamente é a presença de células sexuais: os espermatozoides, no caso dos homens, e os óvulos, nas mulheres.

Casal no médico prestes a se submeter a um dos tratamentos de fertilidade.

Após o ato sexual, geralmente ambos se encontram nas trompas uterinas e tem início o desenvolvimento do futuro bebê. Naturalmente, existem muitos elementos (anatômicos e fisiológicos) que podem tornar esse processo mais fácil ou mais difícil, dependendo do caso.

Quais fatores podem influenciar a fertilidade?

Embora na grande maioria dos casos a fertilidade esteja preservada, algumas pessoas podem ter dificuldade para engravidar. A seguir, explicaremos alguns dos motivos mais comuns que podem levar a esse problema.

Consumo de álcool

De acordo com um artigo de revisão científica publicado na revista Ciencia e Investigación, o uso crônico de álcool aumenta significativamente o risco de infertilidade. Isso afeta ambos os sexos, embora as mulheres sejam mais suscetíveis a danos.

Isso pode ser explicado levando-se em consideração que o processamento ou a metabolização do álcool é muito mais lento nas mulheres do que nos homens, de forma que essa substância permanece no organismo por mais tempo, fator que aumenta consideravelmente sua toxicidade.

Em homens, esse consumo também tem sido associada à menor produção de testosterona, com a consequente influência disso no desenvolvimento dos espermatozoides.

Nutrição

O efeito da nutrição pode não ser tão evidente quanto o do álcool, mas também desempenha um papel importante na fertilidade. Segundo um estudo publicado na revista Nutrición Hospitalaria, o consumo de gorduras saturadas, ácidos graxos trans e proteínas de origem animal pode ser prejudicial.

Existem também nutrientes com um aparente efeito protetor, como carboidratos complexos, fibras, gorduras monoinsaturadas e ácidos graxos ômega 3. De qualquer modo, seguir uma alimentação equilibrada e saudável é algo que afeta positivamente a saúde, muito além da fertilidade.

Problemas psicológicos

Conforme explicado no estudo intitulado O que sabemos hoje sobre a relação entre estresse e infertilidade? e publicado na Revista Médica Clínica Las Condes, a influência dos fatores psicológicos na fertilidade tem sido amplamente estudada nas últimas décadas.

Porém, com o avanço da medicina, em muitos dos casos classificados como psicogênicos, foi possível determinar uma causa orgânica. Contudo, atualmente, o estresse, a depressão e a ansiedade ainda são considerados fatores capazes de influenciar a fertilidade.

Embora os mecanismos exatos que afetam a fertilidade não sejam conhecidos, sua influência na qualidade do relacionamento do casal, a adesão aos tratamentos (de infertilidade) e a resposta a eles tem sido considerada uma explicação para os casais que têm dificuldade em ter filhos.

Tratamentos para o câncer

 

Casal no médico perguntando sobre tratamentos de fertilidade.

De acordo com uma publicação da American Cancer Society, mulheres com câncer estão sujeitas a receber vários tratamentos capazes de afetar sua fertilidade. Por exemplo, quando a doença envolve os órgãos reprodutivos, intervenções cirúrgicas como a histerectomia (para remover o útero) podem ser necessárias, o que afeta diretamente a fertilidade.

O mesmo vale para a radioterapia. Em alguns casos é necessária a aplicação na pelve, portanto o aparecimento da infertilidade depende da quantidade de radiação absorvida pelos ovários. Algo semelhante ocorre quando a radioterapia é aplicada no cérebro, uma vez que a produção hormonal da glândula pituitária pode ser afetada.

Existem alguns medicamentos administrados como parte dos esquemas de quimioterapia que também podem afetar significativamente a fertilidade. Esse grupo inclui bussulfano, carboplatina, ciclofosfamida e doxorrubicina.

Resumindo, se você está com problemas para engravidar de forma natural, é importante consultar um especialista em reprodução o mais rápido possível. Algumas dessas causas são reversíveis com uma ampla variedade de tratamentos, que tendem a ser mais eficazes quanto mais jovens forem as pessoas que os recebem.

It might interest you...
Hábitos que causam infertilidade nos homens
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Hábitos que causam infertilidade nos homens

Existem certos hábitos que causam infertilidade nos homens que vale a pena saber quais sã e modificá-los. Descubra quais são esses hábitos neste ar...