Meu filho não quer escovar os dentes, o que eu faço?

A educação da higiene bucal é fundamental durante o crescimento e desenvolvimento dos nossos filhos. O ensino deve começar desde o início do processo de alimentação de sólidos para evitar as consequências que os resíduos alimentares geram na boca. Vamos ver como ensiná-los a escovar os dentes.

Uma boa alternativa para estimular e reforçar o aprendizado para que o nosso filho escove os dentes de forma voluntária e com a frequência necessária, está em atrair a atenção através de brincadeiras, demonstrações ou músicas.

“Você já escovou os dentes?
Agora eu vou lhe ensinar
Como escovar seus dentes
Os dentes de cima se escovam para baixo
Os dentes de baixo se escovam para cima
E os molares você deve escovar com um movimento circular
E não se esqueça de escovar três vezes por dia ah ah …”

Maruca Galindo – Música Escovar os dentes

Existem fatores que podem influenciar na rejeição inicial como por exemplo o sabor de pasta de dente. Por isso é muito importante que busque alternativas até encontrar o sabor mais agradável e que cause o mínimo de rejeição possível.

À primeira vista pode parecer que tudo o que fizermos não nos aproxima do objetivo e que será uma verdadeira missão impossível, mas não devemos desistir até conseguir. Geralmente cometemos o erro de deixar de ensinar e repetir constantemente, o que é realmente importante para estimulá-los.

Não devemos esquecer que as crianças pequenas criam hábitos e aprendem mais com a repetição. O exemplo do papai e da mamãe também é essencial e muito útil para poder ensinar a importância de escovar os seus dentinhos.

À medida que a criança cresce a higiene bucal vai se tornando cada vez mais importante. Quanto mais os dentes nascem e mais comida as crianças consomem, mais aumentam as chances de ter cáries se eles não tiverem o hábito adequado.

A má higiene bucal trará como consequência a aparição de cáries. Elas causam mal odor e sensibilidade à temperatura e a textura de alguns alimentos.

Escovar os dentes, uma atividade divertida

escovar-os-dentes0

E se o seu filho não quiser escovar os dentes? Nesse caso, é importante usar ferramentas e métodos atraentes para que ele se sinta motivado. A seguir citaremos alguns deles:

  • Mude a escova de dentes por outra com o seu personagem favorito ou com luzes. Deixe que o seu filho escolha, talvez uma que vibre ou tenha um massageador pode ser uma ideia irresistível para ele. A ideia é agradá-los e criar pouco a pouco o hábito de escovar os dentes logo quando se levantam, depois de cada refeição, depois de comer doces e finalmente na hora de dormir.
  • Faça um cronograma de escovação coletiva com a família. Muitas vezes o seu filho vai procurar uma forma de imitar o comportamento dos seus pais, avós e irmãos.
  • Fazer com que os hábitos sejam constantes no dia a dia é garantir o sucesso! Escovar os dentes regularmente criará o hábito para a vida toda.
  • Peça ajuda para que escovem os dentes da mamãe e do papai. Isto irá motivá-los e fazê-los se sentir grandes e inteligentes. Dessa forma eles podem fazer o mesmo quando tiverem irmãozinhos.
  • Visitar o dentista periodicamente. É importante ir a uma consulta com um especialista odontopediatra que também  apoiará e orientará neste processo. Ter no seu calendário futuras consultas para ir ao dentista regularmente é fundamental para ter um bom controle.

Cada criança é diferente. Podemos ter várias crianças da mesma idade, mas as estratégias a serem utilizadas serão diferentes com cada uma. É necessário aprender a conhecê-las.

Ser constantes

escovar-os-dentes1

Você pode pensar que eles ainda são pequenos e não prestarão atenção o suficiente porque ainda são crianças. Porém, à medida que eles crescem os problemas dentais se agravam.

Às vezes pode acontecer de não sermos constantes nesse tipo de questão por causa da rotina que a nossa casa exige. Por esta razão, devemos sempre ser claros sobre as consequências que a higiene oral inadequada pode trazer, dar a devida prioridade e importância desse hábito na saúde integral do nosso filho.

Concordamos que este trabalho requer muita perseverança e paciência. No entanto, eles aprenderão na medida das suas possibilidades. Quanto mais cedo começarmos com a criação deste hábito, mais fácil será ensinar-lhes, pois mais cedo começarão a imitar o que fazemos com a nossa própria higiene dental.

Eles não vão escovar os dentes com perfeição até que cresçam um pouco mais. Mas com o nosso acompanhamento ele poderá evitar as indesejadas cáries e as suas consequências.

Recomendados para você