Meu filho transpira muito: o que está acontecendo?

19 Dezembro, 2020
O excesso de suor pode causar problemas de autoestima na criança. Vamos falar sobre a hiperidrose e as suas possíveis causas.

Não é incomum notar em algumas ocasiões que o nosso filho transpira muito. A transpiração excessiva também é conhecida como hiperidrose. Embora a sua causa possa estar em alguma doença subjacente, o mais normal é que se trate de hiperidrose primária.

Esse problema é provocado por uma imaturidade nos sistemas regulatórios da criança. Por isso, a seguir, vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre as crianças que transpiram muito.

O que é a hiperidrose?

A hiperidrose é o excesso de transpiração. O suor é um líquido produzido pelo organismo que é expelido para o exterior através da pele. Esse líquido é composto principalmente de água e sais minerais, mas também contém outras substâncias, tais como açúcar ou ureia. É produzido em estruturas do corpo humano conhecidas como glândulas sudoríparas.

A principal função do suor é a regulação da temperatura corporal. O organismo funciona de forma ideal se permanecer estável, por volta dos 37 °C.

O suor regula a temperatura corporal da seguinte forma: o suor sai da pele através de estruturas chamadas poros. Uma vez que se encontra na superfície da pele, o seu conteúdo de água evapora, resfriando o corpo. O sistema nervoso central é o responsável por enviar os sinais que regulam a quantidade de suor e o momento em que ele é produzido.

Meu filho transpira muito

Além de regular a temperatura corporal, o suor também é responsável pela eliminação de substâncias residuais. Além disso, também regula o pH da pele, o que funciona como uma barreira natural para a defesa tanto contra germes quanto contra bactérias e fungos.

Por que o meu filho transpira muito?

Embora a hiperidrose possa ser causada por alguma patologia subjacente, o mais normal é estarmos diante de uma hiperidrose primária. Ou seja, não há nenhuma causa patológica para justificar esse excesso de transpiração.

O que acontece é que, até os 4 ou 5 anos de idade, o sistema de regulação do suor da criança ainda não está totalmente maduro. Assim, as glândulas sudoríparas não funcionam 100% e a temperatura corporal da criança pode aumentar de forma mais brusca. Além disso, a quantidade de suor que é produzida e eliminada também não está totalmente regulada e, por isso, pode ocorrer esse excesso do qual estamos falando.

Além disso, acredita-se que também existam alguns fatores genéticos relacionados a esse problema. Ou seja, essas crianças podem ter parentes com problemas de transpiração excessiva. Provavelmente, esse excesso de transpiração vai acompanhá-las pela vida toda, começando a se manifestar nessa fase.

Outras causas para uma criança transpirar muito

Ainda que, conforme comentamos, o mais comum seja não encontrar uma causa específica para a produção excessiva de suor, em algumas ocasiões ela ocorre por diversos motivos específicos. Alguns dos mais comuns são:

  • Infecções por bactérias ou vírus.
  • Transtorno ou patologia do sistema nervoso central que regula a produção de suor.
  • Distúrbios hormonais que fazem com que a mensagem enviada pelo sistema nervoso central não seja transmitida para o restante do organismo como deveria.

Sem dúvida, outra razão pela qual a criança transpira muito pode ser o excesso de roupa. Isso acontece principalmente em bebês, pois muitos pais colocam roupas demais nos seus filhos.

Como a transpiração excessiva pode afetar a criança?

A transpiração excessiva em crianças, assim como em adultos, pode afetar diferentes áreas e diminuir a qualidade de vida. Um aspecto muito importante entre as crianças afetadas é a autoestima.

Nessa idade, esse tipo de problema é complicado, porque as outras crianças não o entendem ou não têm empatia e isso pode levar ao bullying, o que acaba deixando a criança complexada.

Meu filho transpira muito

O meu filho transpira muito: o que posso fazer?

Existem certas medidas que podem ser tomadas para ajudar a controlar a transpiração excessiva do seu filho. Algumas das mais importantes são:

Existem também alguns tratamentos especializados à base de desodorantes, medicamentos e tratamentos tópicos. No entanto, eles devem ser prescritos por um especialista.

Quanto à transpiração excessiva em crianças, você deve saber que…

É um problema comum e, na grande maioria das vezes, sem uma causa para justificá-lo. Embora não seja um quadro grave, é sempre aconselhável procurar um especialista. É ele quem vai investigar o caso para verificar se não há uma patologia subjacente. Além disso, ele também vai dar recomendações que vão melhorar a qualidade de vida da criança e estabelecer um tratamento específico, se assim julgar necessário.