As futuras mamães às vezes choram por muitas coisas

· 1 de agosto de 2017

Você está grávida e começa a chorar em qualquer momento? Não se preocupe. As futuras mamães caem no choro em qualquer momento por coisas muito diferentes. Isso é normal e que acontece com frequência.

A gravidez sempre afeta as mulheres e provoca muitas mudanças físicas. Mas também pode causar efeitos na sua personalidade. Devido a alterações hormonais provocadas pela gravidez muitas mulheres sofrem mudanças repentinas de humor.

A gravidez é uma espécie de grande revolução para o corpo de qualquer mulher. Algumas mães, especialmente as de primeira viagem, se sentem sobrecarregadas com as suas emoções.

Elas choram em qualquer momento

Muitas grávidas de repente começam a chorar por razões incríveis. Qualquer contratempo, por mais estranho ou ridículo que pareça, pode ser uma grande decepção. Por exemplo, elas choram por simplesmente se esquecer de colocar sal na comida ou ainda por qualquer filme que estejam assistindo na TV.

Não poder comer algum tipo de comida por estar grávida, ou não ter qualquer comida que deseja em casa, pode se tornar um grande drama. Podem chorar por algo que deu errado em um determinado momento, por alguma coisa mais importante ou até uma coisa bem boba.

O parceiro, os amigos e os familiares têm de ter muita paciência sempre. Não resta outro remédio, é preciso aguentar essas mudanças de humor. Se você não ouvir os seus problemas ela se sentirá incompreendida. Com amor e paciência certamente vai enfrentar essas alterações emocionais.

O primeiro trimestre da gravidez geralmente é relacionado a um mal-estar físico constante que pode influenciar o humor das mulheres. Os medos surgem e começa a vontade incontrolável de chorar. As mulheres grávidas são mais sensíveis e transmitem os seus sentimentos a quem estiver por perto

Para as grávidas é muito importante que as pessoas que a rodeiam compreendam a sua situação. O parceiro, os amigos e a família devem ser pacientes e compreensivos. Você também deve ter contato constante com o seu ginecologista e médico para tirar todas as dúvidas e medos que possam surgir durante a gravidez.

Agora, se o seu estado de ânimo é preocupante e afeta seriamente a sua vida diária, peça ajuda psicológica ao médico para que não se transforme em uma depressão. Não hesite em consultar o seu médico antes que se torne um grande problema.

Os medos da gravidez

Muitas mulheres passam grande parte de sua gravidez sofrendo grandes medos. Elas se preocupam especialmente com que ocorra tudo bem no parto. Este estado de medo constante pode provocar situações de estresse e ansiedade. As futuras mamães se preocupam que o bebê esteja saudável ao nascer. Elas também se preocupam sobre a possibilidade de não serem capaz de amamentar os seus bebês. Às vezes ficam angustiadas pela possibilidade de ter problemas para voltar ao trabalho após a licença maternidade, ou ainda por pensar que não vão conseguir recuperar a sua forma.

Às vezes, os comentários de outras mães ou avós sobre suas gravidezes ou partos podem ter demasiada influência. Não se deixe levar pelas experiências dos outros pois não quer dizer que vá acontecer qualquer coisa parecida com você. Muito menos como os testemunhos que você lê em revistas ou na internet. Cada gravidez e cada parto são diferentes e únicos.

Pequenos descuidos

Muitas grávidas podem sofrer de “momnesia” que consiste na perda de memória frequente. Este problema pode aparecer na 26ª semana de gravidez até o primeiro ano de vida da criança. Muitas vezes envolve o esquecimento frequente de tarefas, informações ou experiências da vida cotidiana. Por exemplo, elas podem se esquecer das chaves ou onde estiveram na tarde anterior.

De acordo com vários estudos científicos, esses esquecimentos são devido a altos níveis de hormônios como a prolactina, o estradiol, a progesterona e o cortisol. Após o parto e a amamentação entra em jogo a oxitocina, que está relacionada com a conexão da mãe com o bebê. Além disso, a situação pode ser complementada pela falta de sono durante a gravidez e os primeiros meses do bebê.

De acordo com especialistas a mãe coloca tanta atenção em seu bebê que acaba se esquecendo do que não é considerado uma prioridade. As mães nunca se esquecem de cuidar do seu bebê em todos os momentos. Muito menos de suas múltiplas necessidades tais como alimentação ou medicamentos. Porém, às vezes, ela pode ter pequenos descuidos, como se esquecer de regar as plantas ou ligar para uma amiga para felicitá-la pelo seu aniversário.

As mudanças de humor constantes e os pequenos descuidos são normais para muitas grávidas e mamães de primeira viagem. Não ligue muito para isso e tente aproveitar a gravidez em todos os momentos. É um momento mágico que não se repetirá.