Mitos e verdades sobre a chupeta

· 28 de março de 2017

Desde o momento do nascimento são muitos os pais que decidem dar chupeta para seus bebês a fim de ajudar os pequenos a ficar mais calmos e consolá-los nos momentos de crise.

A chupeta também é uma forma de evitar que os bebês adquiram o mau hábito de chupar o dedão, mesmo que alguns bebês na verdade já nasçam com esse hábito bastante consolidado. É bem provável que, se você tiver decidido dar a chupeta para seu bebê, já tenha ouvido várias opiniões a respeito.

São muitas as mães que pensam que as chupetas não são uma boa ideia para os bebês e que se deve rejeitar seu uso. A realidade é que o uso da chupeta pode ser bastante recomendado para quando o bebê for dormir, quando estiver doente, ou simplesmente quando os pais precisarem acalmar o pequeno junto com amor e carinho nos dias em que o bebê estiver muito nervoso. O importante é saber que quando se é bebê a chupeta não vai afetar a fala, os dentes nem qualquer outra característica.

Tanto os dentistas pediátricos como os pediatras vão dizer que a chupeta sempre vai ser uma opção melhor para o bebê que chupar o dedão ou os outros dedos.

verdade

Seu filho sempre vai querer a chupeta

Mito. Por acaso você já viu uma criança de 10 anos usando chupeta para dormir? Provavelmente não. Mas, por outro lado, é possível que um bebê que chupa o dedo continue alimentando esse mau hábito por muitos anos. Dessa maneira sim, a criança poderá desenvolver problemas de articulação e, inclusive, deformações nas gengivas que vão fazer com que os dentes não fiquem alinhados. A chupeta ajuda os bebês a se acalmarem porque o movimento de sucção é um calmante natural psicológico para eles. O uso da chupeta vai se transformar em um problema somente se for extremamente prolongado.

Recomenda-se limitar o uso da chupeta por bebês e crianças. Mas quando eles estão deitados na cama ou no berço não é preciso se preocupar em restringir o uso. Além disso, a chupeta é capaz de prevenir a síndrome da morte súbita do lactente.

Se amamentar, o bebê não vai segurar corretamente o mamilo

Verdade. É preciso se lembrar de que isso não é um mito, é uma verdade. Quando você estiver amamentando é preciso esperar pelo menos algumas semanas antes de introduzir a chupeta ou esperar que o bebê já tenha estabelecido corretamente o mecanismo para sugar o mamilo – ele deve aprender a diferenciar ambos os mecanismos de sucção.

somente

Algumas chupetas são melhores que outras

Verdade. Apesar de muitos fabricantes de chupetas afirmarem que são melhores que outros, a verdade é que existem sim algumas chupetas que podem ser melhores que outras para seu bebê. Por exemplo, existem chupetas que têm um tamanho muito pequeno e que poderiam causar engasgos. Você deve fornecer uma chupeta adequada à idade do seu filho. As chupetas, além disso, devem ser compostas por uma única peça, de forma que elas não apresentem riscos de se quebrarem ou rasgarem dentro da boca do bebê.

São ruins para os dentes dos seus filhos

Mito. As chupetas não vão afetar os dentes do seu filho, a não ser que você as mergulhe em sucos com açúcar, o que pode causar cáries nos pequenos. Em contrapartida, há alguma verdade nesse mito. Se o bebê utilizar a chupeta de forma constante, ela pode causar o estreitamento do palato superior, o deslocamento de alguns dentes, o posicionamento incorreto da língua. Mas isso acontece somente se a chupeta for utilizada durante muito tempo.

Você conhece algum outro mito ou verdade sobre as chupetas e quer compartilhar com a gente? Lembre-se de que para suspender o hábito do bebê usar chupeta, você deve ir tentando aos poucos, de forma progressiva. Como você tirou a chupeta do seu filho? Foi fácil ou difícil de conseguir? Conte pra nós a sua experiência!